Archive | outubro, 2012

EM VALENÇA, O PRONATEC JÁ COMEÇOU NA REDE ESTADUAL

image NO PRIMEIRO ANO DO PRONATEC, 720 MIL ALUNOS SE MATRICULAM NO ENSINO TÉCNICO.

Ao comentar o primeiro ano do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), a presidenta Dilma disse que cerca de 720 mil alunos já se matricularam no ensino técnico. “Queremos ampliar esse número ainda mais”, completou. O Pronatec amplia o acesso ao ensino técnico oferecido em escolas federais e estaduais e também em escolas do Serviço Nacional de Aprendizagem Indústria (Sesai) e do Serviço Nacional do Comércio (Senac). “Com o Pronatec, queremos que o país, cada vez mais, tenha uma geração de jovens com formação técnica de qualidade, capazes de melhorar nossos produtos e serviços e contribuir para ampliar a competitividade da nossa economia”, destacou. Para a presidenta, o programa também auxilia na redução da evasão escolar, uma vez que fortalece o ensino médio integrado, direcionado para a formação profissional, o que torna a escola mais atraente para os alunos.

Em Valença, sob a supervisão do Núcleo Leste de Educação Profissional da SUPROF/SEC, Centro Territorial de Educação Profissional do Baixo Sul e da DIREC-05, o PRONATEC oferta dois cursos na modalidade FIC (formação inicial e continuada). Cada curso tem carga horária de 360h e tem previsão de término em fevereiro/2013.

O Governo Federal, em parceria com o Governo do Estado, implantou o PRONATEC em outubro, através da SEC / SUPROF / DIREC-05, com turmas no turno vespertino. As aulas acontecem no Colégio Estadual de Valença, onde 02 turmas já iniciaram as aulas e 60 alunos estão fazendo os cursos de Atendente em Nutrição e  Auxiliar de Laboratório de Entomologia Médica.

A aula inaugural dos cursos ocorreu no dia 02.10.12 e além de contar com a presença da equipe de professores que atendem aos cursos também contou com a presença de Flordolina (diretora da Direc 05) e Tiago Rios (CUT), que proferiu uma palestra sobre o mundo do trabalho. Após a aula inaugural todos os alunos participaram de uma aula interativa através de video conferência com a presença do Superintendente de Educação Profissional da Bahia, o professor Almerico Biondi Lima e do Secretário de Educação do Estado, Osvaldo Barreto.

Todos os alunos receberam fardamento gratuito para uso durante o curso.

Os alunos que concluírem os cursos serão certificados com validade em todo território nacional. A previsão é ampliar o PRONATEC em 2013, com oferta de novos cursos. (Luana Figueiredo)

Comentários { 3 }

Segurança pública ser obrigação do estado é uma desculpa

Por Slot

A alegação de que a segurança pública é dever do governo estadual, soa como desculpa e um atestado de incompetência e inércia, o tema foi debatido e alardeado em comícios e palanques. O diálogo e parceria dos representantes do executivo municipal e estadual é o que pode ser a diferença entre a vida e a morte de valencianos. Valencianos estão morrendo, não importa os eventos que os levaram a esse fim e sim a busca de soluções para que os bandidos saibam que após o crime sempre vem o castigo e nunca a impunidade, a solução é a mostra de que a cidade não está abandonada e à mercê da lei do tráfico. A venda de drogas sempre vai existir mas demonstrações de poder dos traficantes e violência jamais devem ser toleradas. Acredito na vontade da nova prefeita, mas dúvido da sua influencia e força política para reversão desse quadro e temo pelos próximos quatro anos em nossa cidade.

Comentários { 6 }

SE CORRE DO TIO, COMO FICA A VIOLÊNCIA?

image Eu soube ontem que nas proximidades do antigo CEFET, aconteceu um tiroteio entre bandidos. O pânico tomou conta de alunos e funcionários daquela escola. Pais de alunos que souberam do ocorrido e tentaram ir buscar seus filhos, foram impedidos por policiais que já estavam no local para tentar conter o tiroteio e aproximação de pessoas suspeitas.

Já havíamos perguntado aqui, qual seria a primeira ação de um prefeito ao assumir o cargo em Valença, muitos acham que Valença tem coisas mais importantes que a violência, para resolver. Perguntei a uma pessoa influente na política, o que Jucélia deveria fazer em primeiro lugar ao assumir o cargo, essa pessoa me disse que Valença está precisando tomar um banho: melhorando as 3 entradas da cidade, iluminando, tapando buracos e calçando algumas ruas, para poder ter outro perfil e não deixar que as pessoas venham de fora e digam que Valença além de violenta é suja também.

Acredito que a opinião do político não é a da maioria, mas todo político tem essa de que quando se entra dá-se um banho na cidade, pra levantar o moral e a autoestima do povo, mas todos sabem que varrer uma casa e jogar o lixo debaixo do tapete não vinga por muito tempo. Valença precisa resolver o problema da violência, temos que acabar com essa coisa de dizer que, “esse é um problema de todo o país”, e que está relacionado à droga. Se for assim então, vamos aprender a conviver com essa maldita e deixar que os traficantes tomem conta da nossa cidade.

Qualquer prefeito que entre nessa cidade, se não tiver pulso, raça, coragem, determinação e força de vontade, nunca será melhor e poderá até ser pior que Ramiro. Já não aguento mais ter que ouvir o povo nas ruas dizendo: “se Ramiro se candidatar de novo ele ganha”.

Se jucélia achar que maquiar a cidade é a melhor saída, estamos fritos. Vou ser sincero e, espero queimar minha língua, mas não vejo em Jucélia o perfil de uma mulher determinada a resolver o problema da violência na cidade, não por ser mulher, mas por achar que Valença precisa mais de um (a) prefeito (a) truculento (a), destemido (a), para acabar com a violência, do que uma pessoa que a toda hora diz que é mãe, mulher e que chega aos eventos corrida (como aconteceu na Lavagem do Amparo), para não dá de cara com o prefeito que disse que lhe apoiou. Porque foges!?

Se Jucélia está correndo de Ramiro, com medo dele, de encara-lo e dizer: Qual é mesmo?! Porque você anda dizendo por aí que me apoiou? Toma vergonha na cara, deixa de falar besteiras, você saiu da minha campanha, não bancou nada como dizes. Mas não, prefere correr do “tio”, para não encontra-lo (será que com medo de cair em prantos diante de dele e na vista de pessoas?). O que poderemos esperar que essa prefeita faça na questão da violência? Estamos fritos!

Comentários { 31 }

TRINTA E UM DE OUTUBRO: DIA DO SACÍ OU DO HALLOWEEN

image Pelo Historiador Prof. Ms.Francisco Neto

É muito comum quando chega o final de Outubro de cada ano nos países da Irlanda e Estados Unidos se comemorar precisamente em 31 de outubro a festa do HALLOWEEN ou conhecido no Brasil por Dia das Bruxas, sendo uma tradição muito divertida onde crianças se fantasiam de bruxas, monstros, com cetros e foices de brinquedo e saem pedindo caramelos e doces pelas casas das cidades enfeitadas com Abóboras cortadas em forma de caveira e com teias de aranha negras, que já estão preparadas com as guloseimas para ser oferecida aos pequenos bruxinhos(as) de plantao.

Contudo, temos percebido que ano após ano essa tradição está sendo transladada para o Brasil, onde colégios, parte do comercio e principalmente as escolas de Inglês festejam esta data em nosso país. Essa semana meu filho Edinho de apenas 6 anos de idade me perguntou se nós iríamos comemorar o Dia das Bruxas e fiquei pensando que no meu tempo nem se falava nesta data e sim no dia do Folclore e outras regionais.

É realmente uma pena que a nossa cultura folclórica esteja sendo trocada pela cultura Américo – Irlandesa, nada contra a culturas estrangeiras em nosso país, mas nossas crianças não podem desconhecer a nossa crença ,nossa historia e nossa cultura, colocando outra culturas em seu lugar.

Penso ser o nosso “Saci Pererê” , mais interessante do que as Bruxinhas e os monstrinhos do Walt Disney, visto que, o Dia do “Saci” também é comemorado no dia 31 de Outubro e pouca gente sabe disso em nosso país.

A lenda do Saci conta da existência de um rapazinho negro, muito esperto, inteligente de uma perna só. Surgindo no Rio Grande do Sul e se espalhou por todo país. Interessante é que a cultura africana presenteou a esta figura folclórica o Cachimbo que fica sempre a boca do saci, sendo também retirada da mitologia africana de um rapaz chamado Aroní, conhecido na mitologia como Aguê, que em Iorubá significa Perneta, que também tem uma só perna e, fuma um cachimbo de casco de caracol ,sendo um espírito da floresta. A cultura Nordestina, diferente da Africana, emprestou a historia que conta que esse rapaz não tinha uma perna ,pois a perdeu jogando capoeira justificando o porque do menino sair pelas matas pulando em uma só perna. A cultura da Europa lhe cedeu o Gorro Vermelho, que lhe dava poderes mágicos e sem ele o mesmo ficava vulnerável. Esse pequeno rapazinho cuida das florestas e se diverte com travessuras, brincando e abusando as pessoas, como um menino levado e arteiro.

Essa figura que virou símbolo do folclore brasileiro e que ganhou maior proporção no cenário nacional com o Sítio do Pica Pau Amarelo da obra de Monteiro Lobado, tem que ser cultivada entre os nossos pequenos (filhos) para que não se perca com o passar dos tempos.Por isso também no dia 31 de Outubro de cada ano, tanto as escolas, quanto os meios de comunição devem divulgar parte da cultura Brasileira que pouco a pouco estão sendo substituídas por culturas e folclores tradicionais de outros países.

VIVA ENTÃO “O DIA DO SACÍ !!!”

Comentários { 3 }

Lideranças do Baixo Sul recebem o deputado federal Antônio Brito

image O deputado federal Antônio Brito visitou, na manhã desta segunda-feira (29), a Santa Casa de Misericórdia de Valença. Acompanhado do presidente da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado da Bahia (Fesfba), Maurício Dias, Brito foi recepcionado pelo provedor da Santa Casa, Guido Magalhães Jr, pelo vice provedor Waldiro Quaresma do Rosário e por lideranças do Baixo Sul, como o prefeito da cidade de Cairu, Hildécio Meireles.

Segundo o deputado Antônio Brito, a Santa Casa de Valença é uma das mais importantes do interior da Bahia, motivo que justifica os investimentos e apoios governamentais na instituição. “Estou muito esperançoso que as finanças sejam ajustadas e a Santa Casa fique bem. E eu, como deputado federal e irmão da Santa Casa, tenho como objetivo trazer emendas, recursos federais e estaduais. Esse é o futuro da Santa Casa”, disse Brito.

Guido Magalhães agradeceu a visita de Brito, ressaltando a importância do apoio dado à Santa Casa. “O deputado já nos disponibilizou R$ 500 mil em emendas, deu cinco feiras importantíssimas para a comunidade de Valença e tem dado um apoio impressionante junto ao Governo do Estado e o Governo Federal”, disse o provedor. (Toca Assessoria de Comunicação)

Comentários { 5 }

DIREC-05 participa do encontro pedagógico "Diálogos Formativos em Educação e Direitos Humanos – combatendo o racismo, o sexismo e a homofobia"

image Nos dias 17, 18 e 19 de outubro, participaram do encontro pedagógico denominado“Diálogos Formativos em Educação e Direitos Humanos – combatendo o racismo, osexismo e a homofobia”, o professor Francisco Nascimento (Colégio Estadual Casa Jovem II), a profª Silvana Andrade (Colégio Estadual João Leonardo da Silva) e a profª Josélia Santos (Técnica do Nupaip / DIREC-05).

O encontro, realizado pela Secretaria de Educação do Estado, no Hotel Vilamar, teve por objetivo construir referências para orientar à rede pública estadual quanto ao trato das relações étnico-raciais, de gênero e sexualidades nas nossas escolas, para combater o racismo, o sexismo e a homofobia, atitudes estas que corroboram, dentre outros fatores, com o abandono, a evasão e o baixo rendimento dos nossos estudantes.

Comentários { 0 }

SE ARREPENDIMENTO MATASSE…

image As vezes as pessoas nos pedem coisas tão absurdas que é impossível se calar diante de tudo isso e não postar sobre tais coisas.

No domingo da Lavagem do Amparo, quando eu saí de lá, um cidadão me pediu o numero do meu celular e disse que queria falar comigo, dei o numero a ele e, antes que eu chegasse em casa o celular tocou, era ele.

O cidadão me perguntou se eu podia fazer uma postagem para tentar fazer Jucélia pensar que ele votou nela, disse que era por uma causa nobre, ele faz parte de uma associação e infelizmente ele havia mudado de lado, antes estava com ela e depois mudou para Ricardo, porque achava que ela não ganharia e com isso a associação dele iria se prejudicar. Gostei da sinceridade dele, mas isso não é coisa que se faça, “quem pariu Mateus que balance”.

É claro que o cidadão me ofereceu certa quantia em dinheiro (coisa pouca, mas ofereceu), me falou que como eu era um cara gente boa ele pensou em fazer isso comigo, porque com nenhum outro ele pediria, pois tem medo que alguém queira jogar tudo fora, depois (se ferrou, só não vou dizer o nome). Claro, a mim ele acha que aceitaria uma coisa dessas.

Não vou citar o nome desse cidadão, mas tenham certeza que a proposta é muito suja e eu jamais faria isso, fere os meus princípios. Posso dizer que o valor que ele me ofereceu dá pra quebrar um galho, estou até precisando, mas minha consciência jamais me perdoaria. A minha cota de erros, que é dada a um ser humano, eu já gastei e juro que me arrependo de tudo que já fiz de errado na vida.

Quero dizer com esse texto que, nós precisamos acreditar mais em nossos sonhos, em nossa fé, não podemos fazer esse tipo de coisa. Muitas pessoas não acreditam em seus sonhos e acabam se frustrando.

Quantos não fizeram a mesma coisa que esse nosso amigo, mudando de lado por simples oportunismo. Vejam quantos abandonaram Ramiro para ir pra Ricardo, os mesmos que prejudicaram Ricardo no passado passaram a apoiá-lo, porque Ricardo era líder nas pesquisas. Essas pessoas só apoiam quem vai ganhar. Ricardo teve advogados, que tiraram o direito dele e de Renato Assis de governar, mas tinha sede de ganhar, tinha sede de poder e por isso recebeu todos de braços abertos e meteu o pé na bunda dos amigos. O resultado de tudo isso, todos viram.

Eu tinha dito a Jucélia que se caso Martiniano ficasse em terceiro lugar nas pesquisas eu iria votar nela, no sábado (véspera da eleição) eu liguei pra ela e disse que sua vitória era quase certa, pois eu tinha três pesquisas que me chegaram às mãos naqueles dias. Ela me cobrou: “Lembra-se do que você falou?”, eu disse: Jucélia, não posso fazer isso, pois estarei traindo meus princípios, votarei em Martiniano. Acreditei que ainda poderia acontecer uma virada, infelizmente não houve.

Portanto, meu amigo, não será possível aceitar esse tipo de proposta, nem sua nem de ninguém. Se por acaso você quisesse fazer um texto se justificando e pedindo perdão a Jucélia eu até poderia colocar seu texto, mas usar meu texto para tentar enganar, não dá.

Comentários { 2 }

O COMÉRCIO DAS ARMAS DO VOTO DA POLÍTICA VIVENDO

Por Pr. Josafá Souza Costa

Só lamento que se o DEM, antigo (Arena 1 e Arena 2, PDS, PFL e agora DEMO) esteja em extinção, carregue também a credibilidade que tinha o PT, bem como outros grandes partidos que já se foram, os quais conquistam com o preço tão alto a credibilidade das massas, onde muitos ideais e vidas foram sacrificadas e também tenha jogado fora da forma mais vil possível a conquista de um legado que marcou a história de um povo sofrido e que acreditou no poder da impossibilidade, a despeito de tanta infâmia, injúria, calúnia e difamação, preço pago para se firmar diante daquilo que era hipotético!

Parece que o sonho acabou, pelo menos para alguns partidos e políticos, mesmo tendo esse ou aquele partido saído vitorioso da campanha eleitoral, pelo menos por quatro anos, depois volta tudo de novo. Mas é bom lembrar que nada é eterno, a não ser Deus, do qual muitos se lembram apenas quando o assunto é seu ego.

Parece que o ser humano é predisposto a ser credo naquilo que não merece nenhuma credibilidade, e execram aqueles de boa índole, de boas intenções, de bom alvitre e que de formas diversas já tem dado mostras altruístas e alvissareiras da pré-ocupação com causas nobres e dignas de serem vistas como um verdadeiro sacerdócio que é o prazer de servir a coletividade. Esses sempre ficam de fora, pois, na visão holística, deveríamos analisar o conjunto daquilo que é concreto e não daquilo que é hipotético e com afinidade para o obsoleto. Tornam-se vítimas desse descalabro especialmente as grandes massas, desprovidas do mínimo de análise cognitiva, reféns do estado de miserabilidade, famintos por pão e circo, transformados em meros expectadores da patifaria do mais sórdido espetáculo, ingenuamente transformando os súditos em bobos das cortes, “com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando a morte chegar”. Mesmo que as regras das leis sejam claras e que teimam em coibir, prevalece sempre o poder econômico do malfazejo que usa e abusa do capitalismo selvagem que compra de forma barata os bárbaros, seja com espécie, seja com cargos ou promessas futurísticas e maquiadas atos impressionistas.

A grande jogada da política brasileira está em ver o adversário tomar o poder e ter que entregar novamente ao oponente por ter agido igual ou pior que o antecessor. Estamos cansados dessa mesmice, dessa burrice comportamental e atitudinal dos velhos políticos da velha oligarquia e mesmo estando num estado democrático de direitos, vemos a avacalhação do sistema que para se estabelecer, anarquizou o obsoleto da ditadura militar. Ou será que não estamos sob o domínio de uma ditadura disfarçada de democracia? Se fizermos uma análise acurada, veremos que não devemos continuar cegos por partidos, nem por seus representantes, pois o que lhes interessa é apenas o poder, e como já dizia Chico Anísio, “O povo que se exploda”!

Devemos sim, conservar nossos valores morais, éticos e alguns outros mais, sem deixar que a possibilidade da eleição de tal político ou agremiação partidária nos encha de esperança, pois, só há esperança pra quem foi eleito, bem como para os seus súditos, além é claro, dos seus financiadores. O resto será sempre o resto, porque ninguém vale nada quando pelo nada se vendeu!

Só a educação promove o humano do seu estado escravocrata para senhor da sua própria razão de ser, não apenas de existir.

Comentários { 1 }