O FOTÓGRAFO GUIDINHO MAGALHÃES VAI FAZER SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA EM VALENÇA BA

O advogado Guido Magalhães Jr, que há 36 anos atua no campo do Direito, prepara-se para apresentar ao público seu trabalho como fotógrafo em sua primeira exposição, intitulada “Cais”. A mostra acontecerá no escritório da Magalhães Advocacia e será aberta ao público no período de 26 de julho a 26 de agosto.

A exposição reunirá cerca de 25 fotografias criadas por Guido nos últimos 7 anos e faz um mergulho nos cenários naturais e no cotidiano ao redor do cais. “Cais é mais do que um lugar físico, é o reflexo da transitoriedade da vida humana, das chegadas e partidas que fazem parte da nossa jornada. Cais também é lugar de encontros e despedidas, onde a vida mostra seu fluxo. É o lugar onde podemos nos abrigar ou partir para uma nova navegação”, explica Guido, apresentando as narrativas que conceituam a exposição.

A curadoria do projeto é assinada pelo fotógrafo, diretor e mentor Renan Benedito. Com uma trajetória marcada por participações em exposições em importantes espaços culturais do Brasil, como Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) e SP-Arte, além de ter suas fotografias em campanhas de marcas renomadas como NPR, Elle, Facebook, Renner e Itaú, Renan Benedito trará sua expertise para enriquecer a experiência visual proporcionada por “Cais”.

Além de apreciar as obras, os visitantes terão a oportunidade de contribuir com a Santa Casa de Valença, instituição filantrópica que assiste a todo o Baixo Sul do Estado. Toda a venda dos quadros durante o período da exposição será destinada para a Santa Casa.

MARCOS MEDRADO E SUAS REFLEXÕES SOBRE VALENÇA

Em uma série de mensagens compartilhadas por Marcos Medrado em sua conta no Instagram, durante suas andanças pela cidade, encontramos reflexões profundas e significativas. Primeiramente, ele afirma que “ouvir gente e cuidar de gente sempre foi minha missão”. Essa frase expressa com beleza sua empatia e compromisso com o bem-estar das pessoas.

Além disso, em uma homenagem aos comerciantes locais, Medrado destaca a importância vital dessa classe em Valença. Os comerciantes desempenham um papel fundamental na comunidade, sustentando a economia local e contribuindo para o tecido social.

No entanto, o político também aponta um problema persistente no município: o descaso com as estradas vicinais. Os moradores enfrentam diariamente caminhos esburacados e mal conservados, o que dificulta seu acesso às próprias comunidades. A população clama por condições dignas para ir e vir, algo essencial para a qualidade de vida e o desenvolvimento local.

Medrado mencionou ainda sua visita à região da Cascalheira de Jequiriça, onde teve a oportunidade de ouvir os anseios e preocupações da comunidade local. Sua dedicação em valorizar cada voz e cuidar de cada vida é inspiradora.

Esperamos sinceramente que essas questões sejam tratadas com a seriedade que merecem, visando o benefício de todos em Valença. Afinal, é por meio de ações concretas que se constrói uma cidade mais justa e próspera.

BANDA CARAMBA NA CARA RECEBE HOMENAGEM DO VEREADOR REGINALDO ARAÚJO

O vereador Reginaldo Araújo prestou uma justa homenagem à banda valenciana “Caramba na Cara”, liderada pelo talentoso Mister Azedo. Durante uma sessão solene, o edil concedeu uma Moção de Aplauso aos músicos dessa banda tão importante para Valença.

Reginaldo fez questão de enfatizar a relevância da banda dentro da cidade. Quando viaja pela Bahia e outros estados, ele leva o nome de Valença a todos os rincões, orgulhoso do talento local.

Valença, segundo o edil, é um município promissor para o desenvolvimento de diversos segmentos culturais. Através das artes, há potencial para melhorar os indicadores sociais e econômicos, proporcionando uma qualidade de vida melhor para os munícipes.

O vereador também ressaltou que Valença abriga uma abundância de talentos que precisam ser incentivados pelos gestores públicos. Ele afirmou: “Dessa forma, cumprimos nossa obrigação ao celebrar e demonstrar nossa satisfação pelo sucesso e reconhecimento que a Banda Caramba na Cara conquistou não apenas em Valença, mas também em vários outros estados brasileiros.”

Esse reconhecimento é resultado da dedicação do talento de Mister Azedo, o vocalista da banda, e de todos os membros desse grupo musical. Reginaldo destacou que a música é uma ferramenta poderosa para mediar conexões sociais significativas entre indivíduos e seus contextos.

Para encerrar a homenagem, Reginaldo citou trechos de uma das músicas executadas pela banda: “Vou caminhando entre flores e guerras, deslizando entre o bem e o mal, um pouco louco entre monstros e feras. Sou um cavalheiro do juízo final, e a esperança é uma flecha de fogo que faz arder meu coração. Eu canto e grito de novo: paz neste mundo e união.”

Que bela maneira de reconhecer o impacto cultural e artístico da Banda Caramba na Cara em nossa querida Valença! 

NOTA OFICIAL DA SECRETARIA DE SAÚDE DE CAIRU

Foto: Baixo Sul em Pauta

Na última quarta-feira, a Unidade de Saúde do Morro de São Paulo recebeu um paciente apresentando hiperemia (vermelhidão) no membro inferior sem causa definida. A equipe médica seguiu todos os protocolos necessários conforme o quadro clínico do paciente. O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, foi imediatamente acionado para conduzir o protocolo específico para possível picada de inseto não identificado.

De acordo com a Secretária da Saúde do Município de Cairu, Enfermeira Janine Fonseca, “Em relação ao Soro Antiaracnídico ou qualquer outro tipo de soro, eles ficam na Sede da Regional de Saúde, em Gandu, e nas Unidades Hospitalares de Referência. No caso do município de Cairu, esses soros são encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia de Valença.”

Após avaliação inicial, o paciente foi encaminhado para a Santa Casa de Valença, o único hospital de maior complexidade na região. Posteriormente, foi transferido para o Instituto do Coração (INCAR), em Santo Antônio de Jesus, onde permaneceu internado por alguns dias. Infelizmente, o paciente veio a óbito.

Equipes da Vigilância Sanitária (VISA), da Secretaria Municipal do Turismo e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente realizaram uma varredura na área onde ocorreu o possível incidente para averiguar o ocorrido e verificar a presença de infestação de insetos ou aranhas.

Janine Fonseca reforça: “Estamos comprometidos em garantir a segurança e a saúde da nossa população e dos visitantes. Continuaremos a seguir rigorosamente todos os protocolos estabelecidos e a trabalhar em conjunto com todas as autoridades competentes para esclarecer este incidente.”

Reiteramos nosso compromisso com a saúde e segurança da população e dos visitantes e asseguramos que todas as normas e protocolos vigentes serão rigorosamente seguidos.

MISTÉRIO EM MORRO DE SÃO PAULO: TURISTA FALECE APÓS MAL-ESTAR PROVOCADO POR SUPOSTA PICADA DE ARANHA

Em Morro de São Paulo, um acontecimento intrigante abalou a tranquilidade da região: um turista veio a óbito após sentir-se mal. Os comentários iniciais apontaram para uma possível picada de uma aranha-marrom, mas a verdade por trás desse trágico episódio permanece nebulosa.

Segundo relatos do Site Navi, o médico teria falecido em decorrência do veneno do inseto. No entanto, a Santa Casa de Valença, responsável pelo atendimento, emitiu uma nota esclarecedora. De acordo com a assessoria de comunicação, não há confirmação de que o turista tenha morrido devido ao ataque da aranha.

A instituição chegou a acionar o CIAVE (Centro de Informações Anti-Envenenamento da Bahia) para investigar o caso. Surpreendentemente, o centro indicou que é improvável que a causa seja uma picada de aranha-marrom. Essa conclusão se baseia na raridade dessa espécie na região e também no fato de que o paciente e seus acompanhantes não tinham certeza sobre a origem do animal.

Além disso, a nota da Santa Casa revela que o cidadão era cardiopata. Por precaução, ele foi transferido para o INCAR em Santo Antônio de Jesus para dar continuidade ao tratamento. Mesmo consciente, o turista apenas se queixava de dor na perna.

Esse mistério agora está nas mãos das autoridades e da imprensa. Afinal, a falta de clareza sobre o que realmente aconteceu com o turista paulista traz preocupações para a reputação da região. Esperamos que uma investigação minuciosa possa esclarecer os fatos e trazer alguma paz aos familiares e à comunidade local.

CÂMARA MUNICIPAL DE VALENÇA BAHIA RECONHECE OS SERVIÇOS DO INVESTIGADOR MILITÃO DO ROSÁRIO E CONCEDE MOÇÃO DE APLAUSO

Na última sessão (09) da Câmara Municipal de Valença, o investigador da Polícia Civil, senhor Militão Santos do Rosário, foi agraciado com uma Moção de Aplauso pelos relevantes serviços prestados à comunidade. O autor dessa homenagem foi o vereador Bertolino Junior.

O investigador expressou sua gratidão e destacou que esse reconhecimento se estende a todos os seus colegas, que diariamente estão prontos para combater o crime na cidade e proteger os cidadãos. Ele ressaltou: “Esse reconhecimento deve ser compartilhado com todos os meus companheiros, pois sem eles talvez não alcançássemos os resultados finais.”

É fundamental reconhecer o trabalho dos policiais, especialmente em uma cidade como Valença, marcada por desafios como o tráfico de drogas, roubos e latrocínios. Esses profissionais garantem a segurança e a tranquilidade da população diariamente. Parabéns ao Serviço de Investigação da Polícia Civil!

MARCOS MEDRADO: DIÁLOGO COM A COMUNIDADE E COMPROMISSO COM OS TRABALHADORES

Com os feirantes Medrado já se relaciona muito bem há anos

Neste fim de semana, o pré-candidato a prefeito de Valença, Marcos Medrado, teve uma agenda bastante produtiva. Além de visitar a Feira Livre da cidade, ele também esteve em Cajaíba, na APEMMAR, e participou de eventos em Agosto, na Várzea, e no Bairro da Bolívia aqui na cidade.

As visitas de Medrado foram estrategicamente escolhidas, pois são locais onde ele reconhece a necessidade de prestar mais atenção. Segundo ele: “Esse é o momento em que ouço as histórias e sugestões da comunidade, entendendo suas necessidades para incorporá-las ao nosso projeto.”

Na APEMMAR, Medrado teve a oportunidade de ouvir de perto as histórias e desafios enfrentados pelos pescadores e marisqueiras. Ele expressou grande carinho e admiração por essa classe de trabalhadores essenciais e reforçou seu compromisso em lutar por melhores condições e reconhecimento para eles.

Na Feira Livre, Medrado destacou a importância desse espaço como ponto de encontro essencial às sextas-feiras. Além de ser um local onde os agricultores comercializam seus produtos, a feira também contribui para a base econômica e cultural da nossa região.

CORRIDAS POLÍTICAS E MARATONAS ELEITORAIS: UMA REFLEXÃO

Engraçado como a dinâmica das corridas de maratona se assemelha à nossa arena política, não é mesmo? Nas pistas de atletismo, assim como nas ruas de Valença, encontramos uma mistura curiosa de corredores: os que pertencem ao pelotão de elite e os que estão ali por paixão, determinação ou simplesmente para participar.

Imagine a cena: lá estão eles, os maratonistas. Alguns com uniformes impecáveis, olhares focados e músculos treinados. São os favoritos, os que têm patrocínio, os que já conquistaram pódios. E, ao lado deles, os amadores. Com tênis falsificados, sorrisos amarelos e muitas estórias de superação.

Na política, a trama se repete. Os políticos do pelotão de elite, aqueles que já ocuparam cargos importantes, também têm suas estratégias. Eles esperam o momento certo para apresentar seus planos de governo, como quem guarda um trunfo na manga. São experientes, sabem dos desafios e das limitações do cargo. Não prometem o impossível, mas têm a confiança de quem já esteve lá.

E então surgem os amadores. Os candidatos que, como maratonistas entusiasmados, querem conquistar o eleitorado. Eles se vangloriam, falam em teleféricos, viadutos, pontes e até lançamento de satélites. Parece que a cidade está prestes a se transformar em um País das Maravilhas, onde tudo é possível. Mas será?

Aqui entra a ingenuidade. Esses novatos, muitas vezes, não estiveram nos bastidores da gestão pública. Não sentiram na pele as dificuldades de equilibrar orçamentos, lidar com burocracias e enfrentar interesses diversos.

Para eles, prometer é fácil; executar, nem tanto. É como ter uma amante, por exemplo, sem esconder o caso e depois voltar para casa como se nada tivesse acontecendo. Pensam que é como trocar de roupa, mudar de discurso, mas a realidade é teimosa.

E nós, eleitores, não somos tão ingênuos quanto alguns pensam. Observamos, questionamos e lembramos das promessas feitas. Queremos mais do que palavras bonitas; queremos ações concretas. Afinal, a corrida eleitoral é uma maratona em que todos estamos envolvidos. E, ao cruzar a linha de chegada, esperamos encontrar uma cidade melhor, não um País das Maravilhas.

Então, que os políticos aprendam com os maratonistas: a corrida é longa, as pernas podem cansar, mas a honestidade e a responsabilidade são o verdadeiro fôlego que nos leva adiante.