V ENCONTRO REGIONAL DO PMDB.

image

image

 

“Se o povo me chamar eu vou”, diz Geddel no encontro regional de Valença

Valença se emocionou durante o 5º Encontro Regional “PMDB 2010”, que reuniu cerca de 2 mil pessoas. Por mais de 10 minutos, o auditório aplaudiu de pé o discurso do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que falou da importância da base do PMDB no processo de decisão para as eleições do ano que vem.
“Muito mais importante para mim é ter a convicção de que, juntos com vocês, vamos realizar na Bahia, na terra onde nasci, as conquistas que sonhamos para os nossos filhos. A minha vontade é de servir a Bahia. É preciso acreditar no futuro, acreditar na Bahia e na esperança do nosso povo. Se o povo me chama, eu vou”, disse o ministro, aclamado candidato a governador na maioria dos pronunciamentos feitos pelas lideranças peemedebistas da região.
Entre os presentes, estavam 18 prefeitos – entre eles o prefeito de Nazaré, Milton Almeida Jr,do PTN – os deputados peemedebistas Marcelo Guimarães Filho (federal), Leur Lomanto, Joélcio Martins e Virginia Hage (estaduais), além de lideranças e presidentes locais do PPS, PSDB, PDT, PP, PSC, PV, PSB e PTN. O prefeito de Salvador, João Henrique, fez um discurso afirmando que “o ministro Geddel é o melhor para governar a Bahia” e que se ele for candidato a governador “terá em seu palanque também o meu pai, o senador João Durval Carneiro”.
Geddel Vieira Lima chegou às 11:45 ao local do encontro, o Ginásio do Colégio Social, acompanhado pelo prefeito João Henrique. Eles foram recebidos pelas lideranças e populares com o coro: “Ô, Ô, Ô, Ô, Ô. É Geddel para governador”. Em ritmo de festa, o Grupo Esfarrapados, da Comunidade do Areial, homenageou o ministro e comitiva, com dança de quadrilha junina.
A surpresa do encontro foi a homenagem do cantor e compositor Edu Casanova. O autor de sucessos como “Cabelo Raspadinho”, gravado pelo Chiclete com Banana. Recebeu o ministro com uma canção de apoio: “Se a minha terra tá me chamado eu vou/ Se meu povo me ensina, me anima, me dá amor/ Então avisa pra todo o mundo que a hora chegou/ A Bahia inteira quer Geddel para governador”.
Ricardo Moura, o candidato do PMDB a prefeito de Valença na eleição de 2008, vencida pelo atual prefeito Ramiro Queiroz (PR), parabenizou o ministro Geddel pelos recursos da ordem de R$ 1 milhão destinados a obras de recuperação da cidade contra os danos causados pelas chuvas. “O ministro não trabalha com visão de beneficiar seus correligionários e sim beneficiar a população. É isso que revela o verdadeiro líder”, disse Moura.
A mobilização pela candidatura de Geddel foi a tônica no ato do PMDB 2010 de Valença
Fonte: PMDB – Bahia

3 Respostas para V ENCONTRO REGIONAL DO PMDB.

  1. fabio junho 18, 2009 às 12:45 pm #

    Muito cuidado senhores, vocês podem estar engendrando o surgimento de um novo coronel não muito diferente de Ramiro. As práticas deste senhor em muito lembram o comportamento de ACM.

  2. Italo Azevedo junho 18, 2009 às 3:35 pm #

    Pelegrine eu ja tava te enviando a materia! mas essa ta legal!

    abracus

  3. Alvarez junho 19, 2009 às 12:50 pm #

    Fábio, Gedel todos sabem de onde vem, mas e Wagner? A Bahia elegeu Wagner pra mudar, mas o que ele fez? Enganou o povo, iludiu e virou as costas para quem o elegeu… Em 2002, nem Claúdio, muito menos Ramiro estavam do seu lado, apoiando-o. Ricardo estava lá em um comício de 300 pessoas, enquanto Claúdio e Ramiro estavam com ACM, Borges e Souto ao som do ARAKETU. Gedel se sabe quem é antes dele ser candidato a governador. Mas agora Wagner também já se sabe quem é… UM OPORTUNISTA!

    Lembro-me que quando Agenildo aderiu ao grupo carlista, ACM o saudou, mas não esqueceu de homenagear os históricos Cardoso e João Lalau. Wagner esqueceu e pagou caro em Salvador e pagará aqui também.

Deixe um comentário