SÃO LULA.

-Eu sou um santinho!

Conhecemos vários folclores de prefeitos, aqui em Valença contam uma de seu Gentil Paraíso Martins (in memoriam), o velho cacique da política valenciana. Em uma época que precisava ganhar as eleições, mas que estava apertado, porque o adversário também era forte, ele mandava prender um membro de uma família (sem que ninguém soubesse que foi ele), depois aparecia se prontificando a solta-lo, e as pessoas daquela família agradecidos pela atitude daquele “bom político”, resolviam votar nele.

Não é diferente do Lula, que seqüestra o FPM, e depois faz luma doação generosa aos pobres munícipios. Que grande santo!

Onde será que esse moço aprendeu tanto!?

22 thoughts on “SÃO LULA.

  • abril 14, 2009 em 12:05 pm
    Permalink

    Pelé,

    e o pior é que 80% dos brasileiros ainda acreditam nesse Cara!!
    Inacreditável!!

    Abraços.

    PS. Essa foto tá hilária!!
    kkk

  • abril 14, 2009 em 3:02 pm
    Permalink

    Depois que o Lula achou “chique” emprestar bilhões ao FMI, nada mais justo que o governo federal atenda às necessidades financeiras, não somente dos municípios brasileiros como, também, dos estados, a fim de que seus governantes não façam mais loucuras, ou seja, não tampem uns buracos para abrirem outros.

  • abril 14, 2009 em 3:15 pm
    Permalink

    Lula reduziu o repasse do FPM, para “negociar” pessoalmente com os Prefeitos. Tome uma esmola aqui, dà cá seu apoio prá Dilminha TERNURA!

  • abril 14, 2009 em 3:37 pm
    Permalink

    Lula ‘getulhou’ de vez.Vai pingar de mão em mão em troca de apoio.Ao menos,Getúlio aplicava em educação.Se bem que foi assim que ele caiu:formou e informou toda uma geração.O PT jamais repetirá tal ‘equívoco’.

  • abril 14, 2009 em 10:09 pm
    Permalink

    Antônio Dias, brilhante seu comentário… Permita-me acrescentar: Só que Getúlio, que inaugurou o “populismo” que tanto Lula difunde, propiciou uma legislação que amparava o trabalhador, contrário a Lula, que oficializou um programa que ampara quem não trabalha… E dá-lhe o BOLSA-FAMÍLIA e dá-lhe Dilma!

  • abril 16, 2009 em 6:02 pm
    Permalink

    Pequeno Pelegrine

    Seu Gentil nunca mandou prender ninguem, vc ouviu falar mais não tem provas, é bom que isso fique bem claro, ele era um homem de paz, que pregava união, não pertenceu ao regime militar, não apoiou o regime militar e nunca sonhou em uma Valença militarizada.
    Pense”………….”o que vc ouve e escreve, vc não está acima do bem e do mal, nem é o proprietário da verdade.
    Pela máxima de Hitler “de tanto vc mentir, ela se torna uma verdade” por isso,se eu não lhe combater com a verdade,Sr.Gentil fica no seu blog como um homem que mandava prender, fato que nunca existiu.
    Sem mais delongas;
    Jorge Martins

  • abril 16, 2009 em 6:56 pm
    Permalink

    Arcanjo Martins, Pelegrini no seu texto disse: “Contam”… Não disse que viu ou que tem provas… “Contam, soube, ouvir dizer” são expressões usadas para designar uma informação que não é precisa, exata… Respeito a sua indignação e a sua defesa, mas o folclore em torno dos homens públicos é uma realidade milenar, secular até… Não creio que tenha sido pessoal… Se vc for leitor do blog, verá que aqui temos o hábito de questionar e discutir com todos os comentaristas e com o próprio Pelegrini, que publica tudo… Aqui é um espaço de expressão… Pelegrini diz o que ele pensa e vc também… E assim, vamos tecendo a criticidade e exercitando a cidadania!

  • abril 16, 2009 em 7:26 pm
    Permalink

    Senhor Jorge Martins,
    Conheci o Senhor Gentil, em meados dos anos 80, e ele já não era mais o comandante da política de Valença, lembro do bom velhinho vendendo tecido em sua loja. Como já disse, não o alcancei mais na política, também não posso falar se ele mandou ou não prender alguém. Quando falo de folclore, refiro-me ao que pode ser verdade ou não, algo que pode ser inventado por alguém para fazer piadas com políticos. O meu blog não tem intenção de julgar ninguém contando mentiras, muito menos de difamar qualquer pessoa. Eu poderia levar aqui umas duas ou quatro telas contando o que as pessoas falam de engraçado de políticos, inclusive de seu Gentil. A novela da Rede Globo; “O Bem Amado”, segundo o seu escritor, foi inspirada em todos os políticos baianos.
    O meu texto não teve a intenção de acusa-lo de “apoiador do regime militar”, nem tampouco de taxa-lo de “homem que mandava prender”, mas de ressuscitar o nome de seu Gentil, para que possamos levar ao debate (o que está acontecendo), e as pessoas possam conhecer melhor quem foi seu Gentil.
    Aproveite o espaço, conte um pouco da história de Valença e de seu Gentil, já que o senhor o conheceu e deve ter muito pra falar dos grandes feitos dele.

    Retribuo o tratamento, grande só DEUS.

  • abril 16, 2009 em 11:40 pm
    Permalink

    GRANDE Sr. Martins: Frequento o blog de Pelegrini desde o início e nunca ouvi falar de Sr. Gentil, portanto essa citação do Goobs – grande articulador de Hitler, não procede (uma mentira excessivamente dita, torna-se verdade) e em nenhum momento Pelegrini se coloca como o detentor da verdade ou acima do bem e do mal… Ele só tem um blog e como todo blogueiro, ele escreve… Se ler os posts antigos, verá que há debates fortes e contundentes… E há espaço para todos se manifestarem. Convido-o a exercer sua veia democrática e contar-nos quem foi Sr. Gentil.

    Ah! Costumamos brincar e dizer: No blog de Pelegrini, é o local onde os GRANDES se encontram, a começar por ele, o próprio Pelegrini. Será uma honra “vossa senhoria” participar desse grupo.

    Bem vindo, oh GRANDE Jorge Arcanjo Martins!

  • abril 17, 2009 em 8:30 am
    Permalink

    pelo que me lembro bem,pelé não é a primeira pessoa que ouviu esse comentário. á muitos anos atrás eu já ouvi essa história. tanto mandava prender,como também ele foi um grande prefeito. JOÃO LALAU também foi um grande pefeito e existe contos dele também.LUIS GÓES TELES,JOÃO CARDOSO,DR.AGENILDO,DR.RENATO,quem mais tem história é o pirata que ai está.

  • abril 17, 2009 em 8:34 am
    Permalink

    Pelegrini, voce já ouviu falar de político bonzinho, certinho, direitinho? que tira do bolso pra dar a alguém? conversa mole, seu Gentil foi um político como qualquer outro. Senão teria uma estátua erguida no Vaticano como São Gentil.

    Amém!

  • abril 17, 2009 em 8:46 am
    Permalink

    Extraido do blog de Angelo Paraiso Martins

    VAGAS DO TEMPO II

    Meu pai fez da virtude exemplo para seus filhos e para quem com ele conviveu. Passou para todos a sua dignidade imorredoura. Fez de sua companheira, minha mãe Olinda, sua melhor amiga e maior bem. Para mim, depois de vinte e cinco anos de convívio com ele no comércio, me deixou o binômio: DIGNIDADE E SOLIDARIEDADE que associado à minha companheira e a meus filhos, iria livrar-me da escravidão do vício e de todo mal que tentava me destruir.

    NAS VAGAS DO TEMPO O ENCONTREI MEU PAI, SEMPRE PLÁCIDO E SERENO. ETERNAMENTE SERENO…

    Gentil Paraíso Martins

    Vagas do tempo II

    Para meu pai, Gentil Paraíso Martins, in memoriam

    Retornei ao passado

    Para de novo encontrar

    Passeando no quintal,

    Bem ao meu lado,

    Um homem já velho

    De hábitos simples.

    Andava entre as flores

    Em pleno entardecer

    Na calma das cores

    Que ornava seu passo.

    Era plácido e belo

    Aquele bom amigo

    Tão puro e sincero.

    Tirava de minha vida o tédio.

    Via por seu intermédio

    A lucidez de amar,

    Tão puro que era o seu olhar.

    Em seu assobio eu sempre ouvia

    Soprar a calma, a beleza e a alegria.

    Meu velho querido,

    Tão bom amigo!

    Dizia assim em seu assobio:

    As tardes não são vazias,

    O amanhã é um novo dia

    De tão novas vidas e lidas

    E de novas conquistas.

    Ângelo Paraíso Martins

  • abril 17, 2009 em 9:01 am
    Permalink

    Gentil Paraíso lança Livro dos Sonhos

    * Cultura

    Será lançada no próximo dia 10 de fevereiro uma obra de memórias intitulada Livro dos Sonhos, Memórias – Histórias – Casos Verídicos, escrito por Gentil Paraíso Martins Filho. O livro está sendo lançado em sua 2ª edição atualizada e ampliada e é uma reunião de memórias e histórias de vida de seu pai, Gentil Paraíso, contadas pelo seu filho, o autor.
    O livro versa histórias sobre lugares como Morro de São Paulo, Valença e região, Ilhéus, além de relatar casos verídicos com presenças ilustres como Regis Pacheco, antigo governador da Bahia, o escritor Jorge Amado, o cantor Raul Seixas, entre diversas outras personalidades presentes por todo o livro.
    O projeto gráfico desta 2ª edição ficou sob a responsabilidade do design gráfico Ulisses Góes, com a criação da capa e editoração do livro. Livro dos Sonhos será lançado no próximo mês no Shopping Barra, em Salvador, a partir das 17h30

  • abril 19, 2009 em 6:37 am
    Permalink

    Eduardinho, existem políticos sérios e honrados, como existem pessoas sérias e honradas em qualquer outro segmento… Conheço homens públicos bons, certos e direitos, já os bonzinhos, certinhos e direitinhos, eu deixo pra você, que busca a PERFEIÇÃO na vida terrena… Estamos falando de homens, não de SUPER HOMENS, de FALCONS e outros bonequinhos… E eu já vi políticos tirarem dinheiro do próprio bolso sim e contribuirem para ações absolutamente anônimas… Conversa mole pra mim é essa generalização que todos os políticos são ruins e com isso, desestimula as pessoas de bem a se interessarem pela vida pública deixando os maus políticos DOMINAREM… Se vc continuar com esse pensamento, teremos Dilma, Wagner e Ramiro eleitos nos próximos pleitos… E com essa turma, ai meu irmão, tenho que cair no chavão popular chulo: Ninguém merece!

  • abril 19, 2009 em 6:58 am
    Permalink

    Para Eduardinho: Você conhece o Vaticano? Eu conheço e lá só tem estátuas de santos e papas que edificaram a Igreja Católica… Os mais novos não estão lá e que eu saiba, o Sr. Gentil não tem nehum processo de beatificação. Defendo o seu direito de expressão e defendo mais ainda o meu de dizer: Eduardinho, não fale bobagens! Aproveite seu tempo livre e vá estudar!

  • abril 19, 2009 em 7:08 am
    Permalink

    Eduardinho meu lindo, como sr. Gentil pode ser santo se nem foi beatificado? Meu bem, vc deve ser o belo adormecido… Se não fosse tão generalista e com mente estreita, iria pedir a uma bela princesa para dar-lhe um beijo e acordá-lo desse seu sono de pedra!

    A Madre Tereza de Caucutá, ainda não é santa, apesar de tudo… Nélson Mandela, político que deu a vida pela mais importante causa da humanidade, também não é santo… Eduardinho, me diga, vc pretendia o que com esse comentário?

  • abril 19, 2009 em 3:51 pm
    Permalink

    Eduardinho, é patética essa postura de criticar os políticos, colocando-os todos no mesmo balaio… Isso é coisa daquelas mentes perversas, que incutem nos menos esclarecidos que “os políticos” são todos iguais, que não prestam, etc… Com isso, inúmeras pessoas sequer votam e outras, nem escolhem, votam no que o amigo pediu, pq afinal, eles são todos iguais, sem caráter, sem ética, sem escrúpulos… São todos ladrões! Esse tipo de pensamento tão difundido, só trás benefícios aos maus políticos, que se beneficiam da falta de critério dos eleitores e com isso, se elegem!

  • abril 19, 2009 em 3:53 pm
    Permalink

    Antônio Dias e Adelino França, com tanta polêmica, fiquei curioso para saber mais sobre esse político de nome elegante – Gentil Paraiso Martins… Vc pode me passar o endereço do blog de Ângelo e onde está sendo vendido o livro que foi lançado no dia 10 de fevereiro no Shopping Barra?

  • abril 20, 2009 em 1:09 pm
    Permalink

    Lulinha danadinho!!!

    Senadores vazam que Presidência torra R$ 270 mil/mês com passagens aéreas para filhos e parentes de LulaPor Jorge Serrão

    Exclusivo – Não é só o Congresso Nacional quem promove a farra de gastos com as passagens aéreas para parentes, amigos, assessores ou lobistas. A Presidência da República torra uma média de R$ 270 mil reais por mês com despesas de viagem em vôos comerciais para filhos, parentes ou agregados do chefão Lula da Silva. Não se usa o Aerolula e os sucatinhas para não dar na pinta.

    Já vaza nos corredores do Congresso que a Presidência manda emitir de 40 a 65 passagens por mês para o deslocamento dos filhos de Lula pelo Brasil. Senadores ironizam que a turma do Planalto parece ter instituído uma ponte aérea subsidiada com Santa Catarina – onde moram a filha de Lula e o genro dele. Há registros de viagens emitidas para a Inglaterra, França, Grécia e Itália (país onde a primeira-dama Marisa Letícia e os filhos de Lula também têm nacionalidade reconhecida).

    A denúncia sobre a farra de passagens promovida pela turma do Lula pode vazar (ou não) a qualquer momento no Congresso. Os senadores e deputados ficaram pts da vida de se transformar nos únicos alvos da campanha da imprensa contra a farra das passagens. E já ameaçam divulgar, oficialmente, que o Presidente da República também comete seus pequenos abusos com as passagens subsidiadas pelo dinheiro público.

    Se a pequena farra vazar, Lula tem dois comportamentos previsíveis. Primeiro, negará que saiba de alguma coisa. Mas, caso seus aspones considerem tal procedimento normal, certamente vão utilizar argumentos de “segurança nacional” para justificar o financiamento de passagens aéreas para parentes do presidente. O General Jorge Armando Félix, do Gabinete de Segurança Institucional, que se prepare para mais dor de cabeça.

    Fonte: Alerta Total

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *