NO EVENTO “PROGRAMA ESCRITURA VALENÇA” FRITARAM A ANFITRIÃ, DEIXANDO-A FORA DA MESA DOS CONVIDADOS

Ontem (22), por conta da inauguração do evento “Programa Escritura Valença”, no Colégio Dário Galvão, com a presença do Desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, Corregedor Geral de Justiça, cometeram uma gafe ou um destrambelhamento com a primeira-dama, Dona Joana Freitas.

Além do Desembargador estavam presentes 4 juízes, 1 promotor, 2 defensores público, o presidente da OAB, o prefeito de Presidente Tancredo Neves, o prefeito de Valença e uma representante de Cairu que fazem parte da mesma comarca, além de outras autoridades.

A sacanagem começou quando chamaram essas autoridades para comporem a mesa e outros foram chamadas para sentarem em umas cadeiras de ferro à frente, que se destacavam das outras que eram de plástico, e estavam logo atrás.

Bom, passaram a convidar as autoridades para ocuparem as cadeiras, e começaram chamando o padre, depois o comandante de polícia, os defensores públicos, o vice-prefeito de Valença e por fim, a sua esposa. Diga-se de passagem essa senhora está em todas, esteve até na inauguração da CIPE.

A verdade é que tudo anda muito estranho para nós que acompanhamos as coisas do mundo político de Valença. A gente só quer entender.

Depois que convidaram as pessoas para se sentarem à frente, na mesa e nas cadeiras, estranhamos que a anfitriã (primeira-dama), Dona Joana, não foi chamada. Com isso, iniciaram o evento dando a palavra ao procurador para fazer a abertura e em seguida deram sequência chamando outros oradores.

Eis que, quase ao final das oratórias, os aloprados resolveram chamar a anfitriã, dona Joana Freitas, para sentar-se à frente.

Meninos… Olha, eu só vibro com muito, e por isso, eu ouvi esse relato de uma pessoa e resolvi publicar aqui no blog.

E estou publicando porque, estupidez a gente não pode deixar passar, Dona Joana deu uma resposta à altura aos desmantelados e disse: “não precisa, eu prefiro ficar aqui no fundo, daqui vejo tudo e estou bem junto com o meu povo”.

Dona Joana foi muito delicada com todos, com certeza fez para poupar os convidados que nada tem a ver com essa safadeza que fizeram com ela.

Pior fez o marido dela que não se espantou com nada, porque se fosse eu, eu sairia da mesa e iria ser solidário com minha esposa, ficando ao lado dela.

Todo mundo sabe que isto faz parte de um golpe que Jairo está prestes a sofrer, promovido por essa trupe que consegue enganá-lo, mas não engana ao povo de Valença.

Jairo você deveria demitir todos, o procurador Fleuber, o Secretário Claudio Queiroz e deveria afastar o vice-prefeito, todos conspiram contra você. Não dura mais que alguns meses depois das eleições para começarem a articular sua cassação.

Ao final, Dona Joana aínda demonstrou mais civilidade aos amalucados, quando a chamaram para entregar uma das três cestas com produtos da região ao desembargador e a dois juízes.

Engraçado que, uma das pessoas que entregou uma das cestas foi a esposa do procurador Fleuber que é cantora oficial do Hino Nacional na OAB. Essa não podia ficar de fora do evento.

Sem comentários.

Deixe um comentário