PRESIDENTE DA MACEDÔNIA DO NORTE ESCOLTA GAROTA COM SÍNDROME DE DOWN À ESCOLA, VÍTMA DE BULLING

Eu li essa matéria no G1 e fiquei abismado de saber que países tão antigos, como a Macedônia do Norte, ainda cultuam esses preconceitos tão mesquinhos.

Era pra ser diferente, a Macedônia existe desde antes de Cristo, não era pra ter gente tão estúpida como algumas crianças e pais dessas crianças, que chegaram ao ponto de pedir para que a garota com Síndrome de Down abandonasse a escola.

Dá uma tristeza muito grande de saber que em países evoluídos ainda existam pessoas assim, com essa mente tão perversa e preconceituosa.

A garota Embla Ademi que tem apenas 11 anos foi forçada a deixar de frequentar as aulas com todos os colegas por preconceito dos alunos e de alguns dos pais que não aceitavam a integração.

Algumas das crianças e os pais delas se posicionaram contra a integração de Ademi na turma, e por isso a escola acabou colocando a estudante em uma sala de aula separada.

Ao ser informado sobre o caso, que teve repercussão nacional, o presidente da Macedônia do Norte, Stevo Pendarovski, resolveu acompanhá-la até a escola.

“O preconceito não deve ser um obstáculo para criar uma sociedade igualitária e justa para todos. Empatia é nossa obrigação moral”, disse Pendarovski em uma rede social.

Na postagem, que acompanhou fotos do líder macedônio acompanhando a garota de volta às aulas, ele disse que o comportamento dos que colocam em risco os direitos das crianças “é inaceitável”.

“Não só essas crianças devem usufruir de todos os seus direitos, como devem sentir-se iguais e bem-vindas nas salas de aula e nos recreios”, afirmou o presidente desta pequena nação próxima à Grécia,

“Essa é a nossa obrigação, enquanto Estado mas também enquanto indivíduos, e a empatia é o elemento-chave desta missão comum”, reforçou o mandatário. (G1)

One thought on “PRESIDENTE DA MACEDÔNIA DO NORTE ESCOLTA GAROTA COM SÍNDROME DE DOWN À ESCOLA, VÍTMA DE BULLING

  • fevereiro 14, 2022 em 5:00 pm
    Permalink

    Será que tem como importar esse político para o Brasil? Precisaríamos de pelo menos uns 500 desses ,nas 1 pra começar já tava de bom tamanho.

    Lembrando que embora ” antigo da época de Cristo” ,mas recentemente foi uma nação comunista ,um dos países da extinta Iugoslavia.Diantr de tal fato ,e mais inexplicáveis o preconceito, pois é uma população educada até pouco sob a visão de uma ideologia anti- preconceito e igualitaria.
    Parabéns pela matéria, apesar da pouca repercussão que terá por aqui ,vez que não se trata de assunto doméstico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *