MAIS UM GOLPE DO PT, CUIDADO!

Eu quero ver quando os partidos de oposição vão cair na real e abrir os olhos.

A revista Veja dessa semana comenta sobre a PEC, que eles dizem ser de arrepiar os cabelos: retirar dos eleitores brasileiros o direito de votar diretamente nos candidatos a deputado federal, estadual e vereador, o que seria substituído pelo chamado “voto em lista fechada”. Onde algumas pessoas seriam escolhidas pelas cúpulas partidárias e no dia da votação o eleitor só votaria na legenda. Agora, vejam se pode: você não vai poder votar na pessoa que acha que é o cara certo. Mas o partido vai fazer você engolir o sujeito mais antipático e chato da cidade (sem dizer que ele pode ser um zero a esquerda em administração pública).

O interesse é por parte do PT, que hoje é um partido que tem maior preferência no país (devido às propagandas) e quem mais se beneficiaria com esse modelo, para empregar a “cumpanheirada”.

Eles acham que tem melhores condições que nós, de escolherem os representantes do povo.

3 thoughts on “MAIS UM GOLPE DO PT, CUIDADO!

  • maio 16, 2011 em 12:00 pm
    Permalink

    Esse pt e uma vergonha mesmo. Para muitos especialistas, os dois governos do ex-presidente Luís Inácio “Lula” da Silva proporcionaram ao Brasil um salto na distribuição da renda nacional, historicamente concentrada. Mas até que ponto essa verfificação é verdadeira? Será que, de 2002 a 2010, o Brasil cresceu a taxas aceitáveis?
    Já no caso da Bahia (governada pelo PT a partir de 2006, depois de um longo período de domínio das forças ligadas ao ex-PFL de (Antônio Carlos Magalhães), resta saber se a “era Wagner” representou, de fato, um rompimento do modelo carlista – tão criticado pelas esquerdas – ou, ao oposto, um retrocesso na forma de governar e projetar a economia. Não acredito que o governo da Bahia acompanhou e estabeleceu a sua meta, mesmo com o gov. federal aliado, desde a entrada do então Governador Wagner nada evolui, o metro que não termina, voçe acredita que vai ter jogo na nova fonte nova, eu não acredito, e a saude junto com a segurança vai melhorar ja passaram 55% do governo wagner para os oito anos de mandato, ele acha isso pouco. Esse governador faz Graça com a bahia, alias não ele faz e a barba na bahia.

  • maio 16, 2011 em 3:11 pm
    Permalink

    Pelegrini,

    O modelo atual não é lá muito diferente. Hoje você teoricamente, apenas teoricamente, vota no candidato.
    Note que primeiro é preciso ter seu nome escolhido numa convenção. Como há limite no número de candidatos de cada partido/coligação, o que impera é a compra da candidatura, ou seja, quem tiver mais grana ou maior influência sai candidato, os outros…
    Se o sujeito consegue sair candidato, enfrenta uma distribuição dos recursos do partido das mais desleais, que vai desde o financiamento desproporcional da campanha e o pouco empenho dos dirigentes dos partidos além do uso da máquina administrativa(quando é o caso) em prol de uns poucos candidatos.
    Uma vez bem votado mas não eleito, seus votos irão para aqules mais bem colocados nas eleições. Portanto, o voto do eleitor não foi de fato para o seu candidato.
    Agora pense: a lista já existe, o que falta é apenas deixar a manobra ainda mais clara.

  • maio 16, 2011 em 5:30 pm
    Permalink

    SO ASSIM SEREI VEREADOR, POIS SOU PRESIDENTE DE PARTIDO R O NOME QUE ENCABEÇERAR A LISTA É O MEU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *