RESPONDO AO MEU AMIGO WOLFF, O QUE HÁ DE DIFERENTE ENTRE DAL, OLÍVIA E ALICE

Hoje lendo os comentários do Blog deparei com uma indagação do meu amigo e leitor nosso, Wolff, onde ele questiona o porque eu posto as iniciativas políticas de Dal e não publico nada de Alice Portugal e Olívia Santana.

Segundo Wolff elas trouxeram diversos benefícios para Valença e o nome delas sequer são citados, já o do deputado Dal tem esses destaques.

“Caro Pelegrini,

Fico pensando que politicamente Dal nada fez para Valença. Enquanto Alice Portugal, Deputada Federal, trouxe diversos benefícios, Olivia Santana, Deputada Estadual, ambas do Pcdob, trouxeram para Valença diversos benefícios, o tal do Dal, deputado estadual em nada acrescentou à Valença. Aí, eu pergunto: qual a razão de você sempre estar postando as iniciativas políticas do Dal?!!!
Espero que o próprio Dal demostre algo de importante que tenham trazido para Valença.
Também espero que você, democraticamente, publique este comentário.

Abraços!”

Meu caro Wolff, eu sou filiado ao PT e também simpatizante dos partidos de esquerda desde a minha adolescência, mas devo dizer-lhe que estou sempre sendo convidado pelo deputado Dal, pelo ex-deputado Marcos Medrado, pela ex-prefeita de Valença Jucélia Nascimento e pelo deputado federal Raimundo Costa, que não são de esquerda, para participar de suas movimentações políticas, talvez falte a elas essa mesma habilidade de buscar pessoas para dialogar e mostras suas ações.

Eu reconheço que elas são de extrema importância para nossa sociedade, tenho boas referências delas, mas não as conheço de perto, talvez por falta de oportunidade.

Sobre as publicações das iniciativas do deputado Dal, devo informar-lhe que, apesar de ser um cidadão novo na política e estar em um partido que não comunga com meus ideais, mas ganhou minha simpatia por buscar sempre estar do lado do povo.

Dal tem história de vida, cidadão que venceu sem precisar passar por cima de ninguém e hoje dá milhares de empregos direto e inderetamente em toda a Bahia, isso nos coloca numa vontade de ajudar o cidadão, assim, eu busco ver cada pessoa que está próximo a mim.

No mais, meu caro, é só falar com as deputadas que estou aqui para também axiliá-las no que for preciso, mas para isso eu necessito de ser clicado.

Sobre a sua dúvida de que eu não publicasse o seu comentário no blog não deveria exisitir, pois sempre que você precisou do nosso espaçõ nós sempre lhe atendemos.

Grande abraço

One thought on “RESPONDO AO MEU AMIGO WOLFF, O QUE HÁ DE DIFERENTE ENTRE DAL, OLÍVIA E ALICE

  • julho 19, 2022 em 7:31 am
    Permalink

    Meu caro Pelegrini,

    Em princípio direi que na política muitas situações não são explicáveis e, em se tratando do poder legislativo, existem diversos modos para se galgar a uma cadeira do legislativo.
    Uma delas é através da força da grana que compra tudo e muitos. Pessoas passam a enxergar $cifras$ e sabem que o poder pode trazer “$muitos benefícios pessoais$”. Isto leva ao pensamento do candidato a reflexão de que política é uma forma de ganhar dinheiro.
    Outra forma é fundada na ideologia de querer vê uma sociedade mais harmônica, em que as pessoas vivam com dignidade, mesmo entendendo que jamais chegar-se-á ao que é preconizado por Deus, através do seu Filho, visto que a ganância do ser humano é imensa.
    Conheço as ideologias de “Alices” e de “Olivias” porque sempre nascem da base da sociedade, fundada na necessidade de mudança.
    Contrário a esse tipo de pensamento temos ideologias pessoais, aquelas voltadas a pequenos grupos familiares ou de amigos que utilizam da força da grana para galgar posições na sociedade, em busca de benefícios proprios.
    A verdade é que sempre pensei em política voltada ao povo, apesar de saber que são minhas utopias de mudanças. Mudar a consciência coletiva é também utópica porque existem milhões de informações que corrompem as mentes das pessoas e que partem do próprio poder dominante.
    Claro é que quem ganha eleições “geralmente” são aqueles que possuem muita grana, visto que podem utilizar ferramentas que lubridiam o povo. Contraponto, posso afirmar que muitos estão no poder porque eleitores sabem que são defensores do bem-estar da grande maioria da população, apesar de grande parte desta mesma população ser ludibriada com apelos políticos, elegendo aqueles que são contrários aos interesses coletivos.
    Sim, este é o caso Dal e de certos outros políticos que passam ao largo do coletivo. Portanto, meu caro, não há como compará-los politicamente.
    Observe quem busca manter os benefícios dos trabalhadores na Câmara Federal ou mesmo nas Assembléias Legislativas, até mesmo nas Câmaras de Vereadores dos diversos municípios do Brasil! Tanto Alice, quanto Olivia trouxeram recursos para o Município de Valença, bem como defenderam a manutenção dos direitos dos trabalhadores quando votaram contra reformas trabalhistas, reformas previdenciárias, reformas que alijaram os trabalhadores.
    Estou aqui demonstrando a grande diferença entre políticos que pensam o coletivo e políticos que pensam nos próprios umbigos. Reflita!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *