CAIRU (CUPIRA): VEREADOR CHAMOU LEI ACRESCIDA DE INCISO DE PLÁGIO

O vereador Arthur do Morro de São Paulo achou que era plágio quando acrescentaram o inciso na lei

Quem assistiu a Sessão da Câmara de Vereadores de Cairu na Sexta-feira (18), pode observar como um vereador experiente como o Igor dá um grande brilho aos trabalhos legislativos.

E uma das coisas que chamou a atenção foi a imponência do vereador Arthur do Morro de São Paulo com a presença de Igor, e se não demonstrasse isso poderia voltar pra casa sem pagar alguns micos.

Em seu primeiro mandato, Arthur vira uma espécie de autoridade máxima nas Sessões da Câmara, e começa a desmerecer o poder executivo e seus pares por se achar o “parlamentar do Congresso”.

Imagina que ele chamou de plágio uma lei que foi acrescida de um inciso, disse que a Lei era igualzinha a que já existia e que apenas fora acrescentado alguma coisa.

Acabou que ele disse que se votasse a favor estaria votando em um plágio e se votasse contra estaria a favor do plágio. Como é que é isso, produção!?

Arthur se viu no meio de um tormento sem saber o que fazer, pensando que só tinha as opções “sim” ou “não” foi nessa hora que o presidente da Câmara, Diego, salvou sua vida e disse: “o senhor pode abster-se”.

Salvo pelo gongo, Arthur falou: “então eu vou me abster”. Soltaram o espírito de Odorico Paraguassú, Sucupira está de volta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *