Tudo em excesso pode fazer mal. Tenha cuidado com sua alimentação nesse final de ano

*Por Dr Alfredo Assis

O final do ano está chegando e com ele as confraternizações. É impossível falar em festas de final de ano sem falar ou associá-las a muita comida e bebida.

Já já estaremos na semana do Natal e claro, serão muitas as reuniões e celebrações entre amigos e familiares marcadas pela fartura de pratos variados e deliciosas comidas típicas da época.

A minha dica para não sofrer com as consequências da comilança é: equilíbrio.

Sim, parece uma missão impossível controlar o desejo de saborear tudo que nos for oferecido e como disse, com fartura, mas a verdade é que tendo equilíbrio, podemos experimentar de tudo um pouco e não colocar sua dieta a perder ou ter um pico de pressão alta ou até mesmo aquele desarranjo intestinal.

Tenha atenção ao que você vai comer. Com cuidado, é possível manter o controle e não exagerar nas festas.

Prefira frescas e secas. No Natal as frutas cristalizadas são frequentes, elas são cheias de açúcar e não agregam nutrientes para o seu organismo. Por isso, prefira as frutas frescas e seca, elas são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais para o seu corpo.

E nada de refrigerantes. Mantenha essas bebidas longe do seu dia a dia. Refrigerantes não fazem bem à sua saúde, ajudam no aumento de peso e aumenta os níveis de açúcar no sangue, prefira sucos naturais e integrais. Polpas de frutas são práticas e ricas em nutrientes.

Se puder escolher entre o vinho e o suco de uva, prefira o suco. Se vai tomar vinho, não exagere na quantidade. “Tudo em excesso pode fazer mal.”

Fuja das frituras. Recrie ou inove nas receitas, se pode preparar um prato no forno ao invés de fritar, faça isso, sua saúde agradece.

Tenha cuidado na quantidade de azeite extravirgem que você vai colocar no seu prato. Em doses pequenas ele pode ajudar no controle dos níveis de colesterol, mas em excesso, vai atrapalhar o equilíbrio sugerido.

As saladas são uma ótima opção para acompanhar antes do prato principal. Use a criatividade.

E como última sugestão, saia da mesa. Após a ceia, procure outro lugar para com a família que não seja a mesa. Se continua sentado à mesa, fatalmente você vai cair na tentação de ficar “beliscando” e sem perceber pode comer o dobro ou até mais que isso.

No mais, desejo fartura nas suas confraternizações de final de ano e durante todo o ano que se iniciará. (Fonte: Tudo é Política)

*Doutor Alfredo Assis é médio ortopedista, foi vereador e Secretário de Saúde do Municipio de SimõesFilho – BA.

Sem comentários.

Deixe um comentário