ÁUDIO DO MOMENTO EM QUE MATAM O DELEGADO CLEYTON LEÃO

image

O “BN” divulgou com exclusividade o áudio no momento em que o delegado de Camaçari, Cleyton Leão, foi morto.

7 Respostas para ÁUDIO DO MOMENTO EM QUE MATAM O DELEGADO CLEYTON LEÃO

  1. Marcelo Queiroz Jr. maio 27, 2010 às 11:04 am #

    Pois então,

    Acabo de chegar do velório do nobre amigo. Um homem correto, destemido e dedicado à sua família, a sua missão de vida (como ele mesmo falava) que era combater a criminalidade.

    Por diversas vezes tivemos várias diálogos na discussão sobre a responsabilidade do estado na segurança pública e algo que me chamava atenção é que ele dizia que a segurança pública começava dentro de nossas casas… e que os pais muitas vezes acobertavam os erros dos filhos.

    Hoje é um dia triste… morreu mais um homem bom! Quantos dias tristes ainda precisamos viver? Discutimos política, economia, educação, segurança pública, saúde etc..

    Mas… é necessário muito mais que isso.

    Sem mais,

    Abraços Fraternos!

  2. camila maio 27, 2010 às 12:08 pm #

    rapaz, a mulher chama o nome do reporter, fala pelo amor de Deus mil vezes, ele ainda fica falando como se fosse da uma entrevista???
    como ela vai pegar o telefone nervosa e vai dizer? ele n sabe o barulho de tiro nao??? que cara frio da porra rapaz, como consegue trabalhar nessa hr, ser reporter? a mulher desesperada, porra eu to aki chocada, e muito, com o desespero dessa moça, e esse reporter por conheçer o delegado ele era p ser mais humano, do dois um, ou ele fica famoso, ou ele será indiciado, pois foi no momento em que o delegado teve que parar para dar a entrevista dele.

  3. pelegrini maio 27, 2010 às 12:28 pm #

    Pois é Marcelo, um cidadão jovem, cheio de vida e com muito trabalho para mostrar. Um demônio arrancou-lhe a vida da forma mais trágica que pode existir. “Hoje é um dia triste… morreu mais um homem bom!”, muitos bons morrerão, por incompetência dos maus.

    Abraço,

    Pelegrini

  4. camila maio 27, 2010 às 3:42 pm #

    Eu nem se quer ja tinha visto esse rapaz, mais ja soube que era uma pessoa muito boa, enfim, o nosso governo ja viu que essas mizérias nao estao de brincadeira, que a propria poliçia ja nao está tendo forças para deter esses vagabundos, chegaaaaaaaaaaaa
    quantos mais delegados iram morrer??? quantas mulheres esposas iram chorar, ficar no pânico por longos anos de suas vidas dormindo e acordando com aquele barulho dos 3 tiros que matou o marido dela??? Dirigentes??? cade vcs? façam algo… pelo amor de Deus, eu nao suporto nem mais ouvir essa gravação, o desespero dessa moça, e os vagabundos que mereçem ter tds os dedos das mãos arrancados vivos, um por um, lentamente… Morte é pouco para esses marginais, tem que sofrer, cortar os membros, tenho 27 anos, cidadã legal e justa na minha vida, mais isso me deixa revoltada, justiça de merda a nossa, por isso que eles fazem, e quanto mais a justiça falha, solta, mais os direitos viram assasinos, pois sabemos que se um vagabundo desse fizer em um ente querido nosso, nos mesmos queremos resolver para nao ter oportunidade da poliçia colocar as maos nele e a justiça soltar… Enfim viraremos assasinos tambem, por honra.
    Que esse rapaz descanse em paz, e que essa familia seja forte, e que nossa justiça de merda tome uma postura, com essas desgraças!

  5. Dr. Raimundinho maio 27, 2010 às 4:55 pm #

    Seja lá o que tenha acontecido naquele momento péssimo… que chocaria qualquer ser humano de bom senso…Momento horrível!!! Assisti e ouvi todas as reportagens sobre o caso…Para mim ainda existe uma, ou melhor algumas, questões muito importante a serem respondidas – Será mesmo latrocínio?! ou a polícia tá querendo tirar a imprensa de tempo para investigar outras coisas?! Será que os servidors públicos honestos têm que pagar com sua vida quando mexem e aprofundam seu trabalho com seriedade…A exemplo de Neilson da Prefeitura de Salvador…Do Delega da PF e do Juiz Federal…A exemplo de tantos outros Policias ANÔNIMOS que perderam suas vidas cumprindo seu dever…
    Penso que a comissão de direitos humanos da Assembléia deveria se pronunciar…
    Meu Deus!!!

    Penso Camila que vc poderia pensar que foi UMA COISA COMPLETAMENTE INUSITADA…Eu fico até sem palavras para escrever a sensação que deveria ter sido a sensação naquele momento na emissora…Indiciar o radialista é o maior dos absurdos…

  6. Léo Cabral maio 27, 2010 às 6:50 pm #

    Pele, estamos todos indignados aqui em Ilhéus, como em todo o Brasil, visto que o Datena (Rede Bandeirantes) tornou público em rede nacional.

    Mas o que eu quero levantar aqui neste comentário, é que a Polícia e as autoridades, quando querem, solucionam os casos muito rápido.

    Fizeram uma verdadeira operação de guerra e pegaram os miseráveis!

    Agora pergunto aos amigos de Valença, porque a CAERC (Polícia Especial da Região Cacaueira) que vinham fazendo rondas na nossa cidade não continuou essas operações em Valença? Pelo o que sei, vinha dando resultados…

    Perguntar, não ofende!!!

  7. indignado maio 29, 2010 às 11:54 am #

    E o mais absurdo é que o secretario de segurança publica quer dizer que não foi crime encomendado, querendo mostrar que foi um assalto fatidico.Infelizmente Sr. Secretario é que o crime organizado está tomando conta da Bahia e o trafico de drogas é o carro-chefe.
    Pode-se ver na gravação que os bandidos nada pedem ao casal,atiram do Delegado e saem sem nada levar.Tipico de crime de mando,encomendado.
    E assim morre mais um homem serio e comprometido com a sociedade. Que sonhou em fazer uma policia correta em prol da sociedade.Infelizmente é hoje o nosso quadro social.Se a força policial não tem mais segurança imagine o cidadão civil

Deixe um comentário