Seminário em Salvador debate agrotóxicos, monoculturas e o agronegócio

ufbaO setor florestal madeireiro é um dos mais desenvolvidos e competitivos do mundo. Segundo a Embrapa Floresta, o Brasil tem uma área de aproximadamente 851 milhões de hectares e conta com aproximadamente 523,7 milhões de hectares de florestas, Desse total 6,7 milhões de hectares são áreas plantadas do agronegócio florestal. Um terço dessa área, cerca de 2,1 milhões de hectares são de monocultura do eucalipto. E as áreas de monocultura levam o pais a um triste recorde, o de maior consumidor mundial de agrotóxicos. Em 2013 atingiu a marca de 1 bilhão de litros.

Para discutir os impactos socioeconômicos da monocultura pelo agronegócio e o uso de agrotóxicos, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados (CSSF) fez, nesta sexta-feira (23), em Salvador (BA) um seminário reunindo representantes de segmentos envolvidos com o setor. O debate foi realizado em parceria com os Programas de Pós-Graduação em Geografia e Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal da Bahia. A CSSF é presidida pelo deputado federal Amauri Teixeira (PT-BA).

 

One thought on “Seminário em Salvador debate agrotóxicos, monoculturas e o agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *