O VEREADOR GALÃ(O)

Vereador galã

O vereador Bertolino usou toda sua vaidade nesta foto, fez uma pose de galã, a La Alberto Roberto (faltou a toquinha de rede), quebrou os olhinhos estilo peixe morto, deu aquela mordidinha no lábio superior, jogou o ombro para a frente e disse: Te cuida, (TCM) Latorraca!

Tá massa!

11 thoughts on “O VEREADOR GALÃ(O)

  • outubro 16, 2009 em 11:45 am
    Permalink

    PANCADÃO, hem Bertô? Só acho que gravata estampada não combina com camisa quadriculada, mas o botox, está o máximo!

  • outubro 16, 2009 em 12:54 pm
    Permalink

    HUmmmmm, KI MININO LINDO!!!

  • outubro 16, 2009 em 3:50 pm
    Permalink

    ovo dizê ua cosa, essi vereador é muinto bunito ele podi concorer a atista de novela qi ele ganha. xo peguntar ua cosa pra ele se ele é cassado, se fo num mi diz, si num fo mi diz. qero peguntar tumen si ele qe qi ofassa un fan crube pra ele. se qizer lindinho é sou falá. tichau um beiju. fofura.

    delmar, prus intimo, e pra focê fufura.

  • outubro 16, 2009 em 4:10 pm
    Permalink

    Ele está concorrendo a BELEZA VIRTUAL DO “ORKURT”, junto com Marco Luc do CQC… Meu voto é de Bertô!

  • outubro 16, 2009 em 4:28 pm
    Permalink

    esse parece mais um manequim de funerária,tem cara de variador,vai de acordo com seu prefeito, valença merece coisa melhor.

  • outubro 16, 2009 em 4:35 pm
    Permalink

    MANEQUIMDE FUNERÁRIA,KKKKKKKKK, ESSA É BOA, VAMOS COLOCAR ALGUMAS APELIDO EM CADA VEREADOR DE VALENÇA PRA VER SE ELES TRABALHA PARA O POVO QUE O ELEGEU, BERLOLINO= MANEQUIM DE FUNERÁRIA, DURANTE A SEMANA DAREI OS NOMES PARA COMPLETA A MESA.JA COLOCARAM NO TIO, BRINQUEDO ASSASSINO ,BEM PENSADO.

  • outubro 16, 2009 em 4:58 pm
    Permalink

    Será que o Bertolino ganha “turma”?

  • outubro 16, 2009 em 4:59 pm
    Permalink

    Manequin de funerrária, essa é boa… rsrsrs

  • outubro 19, 2009 em 3:55 pm
    Permalink

    Redação CORREIO
    O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloisio Sérgio Rezende Silveira, cassou os mandatos e tornou inelegíveis 13 vereadores da Câmara Municipal de São Paulo por captação ilícita de recursos na campanha eleitoral de 2008. De acordo com a decisão judicial, que teve como base denúncia do Ministério Público Eleitoral, os vereadores receberam doações da Associação Imobiliária Brasileira (AIB) em um valor acima do permitido pela Lei Eleitoral (9.504/97), que determina que o volume de doações de pessoas jurídicas não supere os 2% da receita anual da entidade.

    Foram cassados os vereadores Adilson Amadeu (PTB), Adolfo Quintas Neto (PSDB), Carlos Alberto Apolinário (DEM), Carlos Alberto Bezerra Júnior (PSDB), Cláudio Roberto Barbosa de Souza (PSDB), Dalton Silvano do Amaral (PSDB), Domingos Odone Dissei (DEM), Gilson Almeida Barreto (PSDB), Marta Freire da Costa (DEM), Paulo Sérgio Abou Anni (PV), Ricardo Teixeira (PSDB), Ushitaro Kamia (DEM) e Wadih Mutran (PP). O suplente Marcus Vinícius de Almeida Ferreira também teve as contas rejeitadas e foi considerado inelegível.

    As representações foram propostas pelo Ministério Público Eleitoral, que pediu a revisão da prestação de contas desses vereadores com base no artigo 30-A, da lei 9.504/97, e na lei 64/90, que prevêem a cassação de registro e declaração de inelegibilidade por três anos quando comprovados captação ou gastos ilícitos de recursos.

    O número de vereadores que tiveram o mandato cassado representa quase um quarto do total de parlamentares da Câmara Municipal, que conta com 55 cadeiras. Os vereadores podem apresentar recurso em segunda instância, no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

    (Com informações
    JA PENSOU EM VALENÇA SE A JUSTIÇA FAZ UM PENTE FINO,TINHA ELEIÇÃO PARA TODOS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *