UM DIA: NINGUÉM MAIS ANDA EM VALENÇA

image

Comecei a sentir que em Valença as coisas estão ficando realmente difíceis. Essa semana contratei um carregador para trazer umas compras que fiz no atacadista. Antes eu pegava o carro e fazia as minhas compras e com um pouco de dificuldade estacionava o carro em cima do passeio só para descarregar, depois era um Deus nos acuda para estacionar o carro em outro lugar. No fim retornava ao estacionamento e guardava o carro de novo. Desta vez não pude nem estacionar em cima do passeio, retornei ao estacionamento chamei um carregador e transportei minhas compras.

Volto a falar. Começam com a mentalidade arcaica dos comerciantes de nossa terra, todos querem estar no centro, no meio da “muvuca”, o que acarreta sérios prejuízos para eles. Fui outro dia ao G Barbosa e não pude estacionar nem do lado de fora. Tive que ir a outro lugar. Um amigo me disse que foi à Camamu comprar material de construção. As lojas de material de construção de Valença, além de mal atendimento não tem espaço, nem para circular, muito menos para estacionar.

Ninguém vê isso, vai continuar assim. Até o dia em que: nem pessoas puderem trafegar nas ruas, nem o padeiro puder ir até a padaria, o comerciário começar a chegar atrasado ao trabalho, o prefeito não puder ir à prefeitura… Êpa! Ai eles vão ter que dar um jeito.

Uma resposta para UM DIA: NINGUÉM MAIS ANDA EM VALENÇA

  1. Doutor Pardal janeiro 8, 2010 às 10:37 pm #

    Pelegrini, a sua opinião, a respeito da bagunça em Valença, é de um trabalhador e também concordo.
    Agora dizer que o prefeito MM =Mickey Mouse= estaria preocupado se por causa da “muvuca”, ou por falta de espaço para trafegar com os seus “possantes”, não puder ir TRABALHAR (?) na prefeitura é demais.
    Isso ele já faz hoje e muito bem assessorado por vários vereadores patetas e bafos de onça, ou seja, seria até uma desculpa para CONTINUAR não fazendo NADA pelo povo Valenciano.
    Vamos reagir, Valença!

Deixe um comentário