BANCO DO NORDESTE, O AMIGO DA ONÇA

AMIGO-DA-ONÇA-001Não existe coisa pior que você ser convidado para comer um churrasco ou uma feijoada quando você está com uma infecção intestinal. Ou até mesmo de ser convidado para comer docinhos e refrigerantes quando você é diabético.

O Banco do Nordeste vai disponibilizar uma linha de crédito no valor de R$20 milhões para ex-barraqueiros, baianas de acarajé e vendedores ambulantes de Salvador. Grande gesto do governo! Ele tem consciência que o número de pessoas com o nome no SPC/CERASA é de quase 90%, os outros 10% não precisam do dinheiro do banco. Governozinho bom, né? (Correio)

6 thoughts on “BANCO DO NORDESTE, O AMIGO DA ONÇA

  • maio 10, 2011 em 6:46 pm
    Permalink

    Por falar em “Governozinho” Pelegrine… Vamos lá…

    O que poderia ser comparado aquela praçaa da Triana, um projeto avaliado em R$ 380.000,00? (Conforme publicado em
    jornal da cidade).

    Não poderíamos dizer que trata-se de mais um parquinho.. Diga-se de passagem… Um projeto bastante inovador.(um horror!!!). Que tal comparar-mos com um quintalzinho de uma casa mal cuidada? É, pelo visto o nosso tio não teve mesmo infância.
    E aquele antigo posto, Que seria uma biblioteca comunitária? Estamos esperando… quem sabe vem por aí a contrução de uma casinha branca? porque o lugar de mato verde pra plantar e pra colher já existe…

    Coisas do tio.

  • maio 10, 2011 em 7:26 pm
    Permalink

    PELEGRINI OLHA SÓ ISSO;

    OLHA A MERDA DE BAIXO DO TAPETE COMEÇANDO A APARECER PARA O EX- PRESIDENTE LULA.

    FONTE JORNAL DA MÍDIA-BA.

    Terça-feira, 10/05/2011 12:25
    Com base no que foi apurado pelo Tribunal de Contas da União (TC nº 012.633/2005-8 e TC nº 014.276/2005-2) e no Inquérito Civil Público nº 1.16.000.001672/2004-59, da Procuradoria da República no Distrito Federal, que deu origem à ação de improbidade administrativa recentemente ajuizada contra o ex-Presidente Lula, representei ao Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, para que o ex-Presidente seja responsabilizado criminalmente.

    As apurações feitas pelo TCU e pela Procuradoria da República no DF chegaram à conclusão de que o ex-Presidente da República enviou mais de dez milhões de cartas a aposentados do INSS, tendo como um dos objetivos favorecer o banco BMG.

    As cartas, com timbre da Presidência da República e assinatura de Lula, faziam propaganda de empréstimos consignados em folha de pagamento e favoreceram o banco BMG de tal forma que, mesmo contando, na época, com apenas 10 agências, o pequeno banco faturou mais de três bilhões de reais, superando a Caixa Econômica Federal que, com suas duas mil agências bancárias, era o único banco habilitado a operar os empréstimos consignados a aposentados, quando o BMG ingressou no mercado, favorecido por um decreto e as cartas de propaganda, ambos assinados pelo ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Com fundamento no que foi apurado, a Procuradoria da República no DF ingressou com ação de improbidade administrativa contra Lula, cujo processo corre na 13ª Vara Federal, Seção Judiciária do Distrito Federal (processo nº 7807-08.2011.4.01.3400). O objetivo dessa ação é responsabilizar civil e administrativamente o ex-Presidente.

    Na representação que fiz, ressalto que, de acordo com a ação penal do mensalão, que tramita no STF (Ação Penal 470), o banco BMG faria parte do esquema criminoso, tendo sido beneficiado com empréstimos consignados a aposentados. Esse banco, segundo a denúncia em curso no STF, teria feito empréstimos fictícios ao PT.

    As provas, que já estão nas mãos do Procurador-Geral da República, mostram que, para favorecer o banco BMG, além do envio das mais de dez milhões de cartas assinadas por Lula, houve produção de atos normativos e atropelos a procedimentos administrativos, inclusive perseguição a servidores, como a exoneração da Coordenadora-Geral de Benefícios do INSS, que se recusou a publicar o convênio que, em tempo recorde, habilitou junto ao INSS o referido banco, proporcionando-lhe faturar alto com os empréstimos a aposentados.

    Ademais, o recente relatório da PF, divulgado na imprensa, informa que o banco BMG fez empréstimos suspeitos não apenas ao PT, mas também a três empresas que teriam envolvimento no esquema do mensalão.

    A representação entrou no gabinete do Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, no final de abril de 2011. O Procurador-Geral pode aditar a denúncia do mensalão para incluir Lula, que praticou atos materiais, o que atrasará o processo, mas fornecerá elementos probatórios fortes para se chegar a todos os envolvidos, pois, caso isso não seja feito, somente os integrantes braçais da quadrilha do mensalão serão condenados, uma vez que José Dirceu e outros tidos como líderes do esquema criminoso não praticaram atos materiais.

    Os fatos apurados, tanto pelo Tribunal de Contas da União (TCU) como pela Procuradoria da República no DF, são gravíssimos e, além da responsabilidade civil-administrativa, que ensejou a ação de improbidade, é necessário apurar a responsabilidade criminal do ex-Presidente, pois há fortes indícios de crimes de ação penal pública incondicionada que obrigam o Procurador-Geral da República a agir.

    Embora Lula não seja mais Presidente da República, a atribuição é do Procurador-Geral da República (promotor natural do Presidente da República), porque os fatos estão diretamente ligados ao processo criminal do mensalão, que está em curso no Supremo Tribunal Federal, onde só o Procurador-Geral da República pode agir.

  • maio 10, 2011 em 9:42 pm
    Permalink

    Pelegrine Solicitamos divulgação,att

    Muito Obrigado
    Marcio Vieira

    1ª Conferência Regional sobre Mulher, Gênero e Relações de Trabalho
    Sua presença fará toda a diferença na nossa conferência!!

    Esta conferência propõe discutir sobre as questões da mulher e o seu acesso ao mercado de trabalho, a discriminação de gênero, o empoderamento econômico das mulheres indígenas e afrodescendentes, os avanços e desafios no enfrentamento desse acesso.

    Conferência: “Memória das Mulheres Operárias da CVI”
    Conferencista: Professor Ms. Márcio Vieira – UNEB/FAZAG
    Convidadas especiais para mesa redonda: Mulheres Operárias da CVI da década de 60-70
    Local: Auditório da Faculdade Zacarias de Góes – FAZAG
    Data: 11 de maio de 2011 – Horário: 19:30

    ORGANIZAÇÃO:

    Profª. Márcia Rocha/FAZAG ;
    Alunos do 5º do semestre de pedagogia FAZAG;
    Profª Tatiana Barcelos – Coordenação de Pedagogia FAZAG;
    Profº Márcio Vieira – UNEB CAMPUS XV
    Conselho Municipal de Educação de Valença – Profª. Márcia Rocha e Profª. Marineide Sousa;
    Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Valença -Vereadora Maria Helena;
    Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher – Pres. Katia Costa / Conselheira Profª. Marineide Sousa;
    Centro de Referencia da Mulher – Diretora Marildes Nascimento / Psicóloga Liane Lobão;
    Movimento UNEGRO – União de Negros Pela Igualdade – Daniele Mércia e Shaiane Mendonça
    

    Vagas limitadas , os inscritos receberão certificado de participação

    Inscrição no email: eventopedagogiafazag@gmail.com

    Solicite por email a sua ficha de inscrição

    Enquete – 1ª Conferência FAZAG sobre Mulher, Gênero e Relações de Trabalho
    Colabore com nossa Conferência Mulher, Gênero e Relações de Trabalho respondendo a pesquisa no link abaixo:

    http://www.surveymonkey.com/s/9SJNS6N

    Desde já eu, Profª Márcia Rocha e os alunos de pedagogia FAZAG 5º semestre 2011.1 agradecemos sua grande contribuição.

    O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que

  • maio 10, 2011 em 10:14 pm
    Permalink

    Povo da Triana, não consigo ver a beleza daquele local, se a praça está pronta falta uma administração de pulso para acabar com aquele estacionamento de caminhões em volta dela. Aguarde que ele deve estar preparando alguma surpresa para vocês, mas com certeza não terão biblioteca naquele lugar. Logo ele, para fazer algo para a cultura?

  • maio 11, 2011 em 7:43 am
    Permalink

    Expus os trâmites do processo de graduação-mestrado e doutorado existente no Brasil e sinceramente não vi nenum motivo para meu comentário ser subtraido. Falei a verdade que poderá ser comprovada por qualquer universitário. Mas como vc é o mediador do blog, respeito seu direito de cortar o que não lhe agradar, mas tenha certeza, até mesmo o Professor em questão poderá atestar o que disse.

    Nana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *