NO NIVER DO "TIO" TINHA PICOLÉ PELEGRINI

Pessoal, voces sabem que dia foi ontem? 19 de outubro? Por favor, não vou perdoa-los por isto. Ontem foi o aniversário do Tio Ramiro! Não sei qual idade ele completou, só sei que não é mais nenhum garotinho pra estar fazendo besteira.

Agora uma outra pergunta. Quem foi convidado, pra ir até a ilha de Boi-Peba comemorar o aniversário do “Tio”? Eu soube que lá estavam figuras ilustres, (não vou citar nomes) mas que até de helicóptero chegaram.

E “Zé Povinho” meu Deus!? Esqueceram deles?

Sim esqueceram, afinal as considerações do “Tio” foi só na epóca das eleições, todo mundo dizia: o “Tio” não teve nem coragem de contratar um trio elétrico pra tocar no dia do seu niver. Falta de respeito, de consideração, de amor ao próximo, afinal ele chamou meia dúzia de pessoas, que não deixam de ser iguais aos outros.

To falando isto, porque o povo na rua está comentando, eu não tenho nada a ver com as coisas dos outros, o meu peixe eu consegui vender pro “Tio”. Vendi um carrinho cheio de picolé. Que por sinal, disseram que foi a melhor iguaria da festa. Também, lá só tinha: coca-cola, cerveja. churrasco e política.

Esqueçam! Na posse de Ricardo Moura a gente comemora.

Um abraço.

8 thoughts on “NO NIVER DO "TIO" TINHA PICOLÉ PELEGRINI

  • outubro 21, 2008 em 5:09 am
    Permalink

    Cláudio que gosta de se exibir, foi de helicóptero… Saltou em grande estilo… Metidos… E como diz a música dos TITÃS: BICHOS ESCROTOS!

  • outubro 21, 2008 em 5:16 am
    Permalink

    Zé povinho só serve para dar voto… Para celebrar em sua ilha, só a fina flor da política, aleluia!

  • outubro 21, 2008 em 5:20 am
    Permalink

    Trio elétrico só antes da eleição, depois só mesmo cadeira elétrica… Achou ruim? Quem mandou votar no Tio?

  • outubro 21, 2008 em 5:25 am
    Permalink

    O tio tem uma ilha? Tô pasma… Realmente a prefeitura é um bom negócio!

  • outubro 21, 2008 em 7:06 am
    Permalink

    Eu mandei para o JORNAL DA METRÓPOLE, de Mário Kértz o que li aqui sobre a comparação entre Cláudio e Imbassahy (ELE ODEIA IMBASSAHY), ou seja: Imbassahy não ganhou porque não tem identidade política, não é carne, nem peixe… Virou frango e foi abatido… Como o jornal é só de Salvador, não deve sair a parte de Cláudio…

  • outubro 21, 2008 em 7:24 am
    Permalink

    Pelegrini, o “ZÉ POVINHO”, ele pagou… Não deve mais nada… Essa é a lógica dos capitalistas!

  • outubro 22, 2008 em 7:58 am
    Permalink

    Achei Uum jornal antigo(13.10), acho que já deve ter lido, mas se não leu, ai está a postagem: ” O PREFEITO DE VALENÇA, CLÁUDIO QUEIROZ (PP), DENUNCIOU O TIO, RAMIRO QUEIROZ (PR), Á JUSTIÇA POR TER PEDIDO O REGISTRO DA CANDIDATURA SEM PAGAR MULTA. A ESPERANÇA DELE: COMO EM 2004 PERDEU COM MAIS DE 1.600 VOTOS E SE BENEFICIOU DA CASSAÇÃO DO PREFEITO RENATO ASSIS(PSDB), JOGAVA PARA SER O SEGUNDO COLOCADO(JÁ QUE O TIO, HOJE ELEITO, ERA O FAVORITO) E NOVAMENTE LEVAR SEM GANHAR. NAS URNAS, FICOU EM TERCEIRO, PERDENDO DE RICARDO MOURA(PMDB). CHEGOU AO TSE E PEDIU DESISTÊNCIA DO RECURSO, APESAR DA PROCURADORA DA REPÚBLICA, FÁTIMA BORGHI, E DO VICE-PROCURADOR ELEITORAL, FRANCISCO XAVIER, JÁ TEREM DADO PARECER ACATANDO O RECURSO. A BRIGA NÃO ERA POR PRINCÍPIO, ERA PELA CHAVE DO COFRE.”
    Que vergonha ver nossa Valença aparecer nas manchetes de jornal com esses assuntos…
    Não acredito que o PMDB consiga reverter esse quadro… Ramiro é cobra criada e a justiça não é cega, muito pelo contrário… Lastimável!

  • outubro 22, 2008 em 8:00 am
    Permalink

    Lina, a lógica dos capitalistas corruptos, pois voto não se compra!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *