SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO ABRE PROCESSO ADMINISTRATIVO PARA APURAR COMPRA DE LIVROS NO VALOR DE R$ 3 MILHÕES PARA A EDUCAÇÃO

Ainda sobre a compra dos livros no valor de R$ 3 milhões, denunciado pelo vereador Cristiano do Taxi na Sessão da Câmara de ontem (02), a Secretária de Educação foi mais que rápida no gatilho, já determinou abertura de processo adminsitrativo para apurar as irregularidades.

Já foi nomeado uma comissão para investigar os fatos, que segundo o DO, são indícios de irregularidades na contratação de itens oriundos do Pregão Eletrônico SRP nº 29/2022.

A Secretaria de Educação já falou que não fez o pedido dos itens que chegaram e que nem havia necessidade disso, citando inclusive número da NF e do pregão.

E aí? Quem fez mesmo esse pedido? Quem é o reponsável pelos contratos via pregão eletrônico? Tá tudo largado?

Vamos esperar a apuração desse processo administrativo, que eu não acredito que tenha um desfecho, mas que aguça nossa curiosidade.

Tomara que não joguem no esquecimento. Mas a gente lembra.

3 Respostas para SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO ABRE PROCESSO ADMINISTRATIVO PARA APURAR COMPRA DE LIVROS NO VALOR DE R$ 3 MILHÕES PARA A EDUCAÇÃO

  1. Jorge do Rosário Brandao agosto 3, 2022 às 8:27 pm #

    Esse fato imediatamente ela se pronunciou quanto a Fake News nen ela a gestão Jairo e Joilton até não se pronunciaram

  2. Reginaldo Araújo agosto 3, 2022 às 8:32 pm #

    Amigo Pelegrini,
    Parabéns pelo texto coerente e de acordo com a realidade dos fatos. Não resta dúvidas que você tem razão em seus questionamentos. Também estou em busca de respostas e uma Comissão da Câmara de Vereadores (da qual faço parte) irá lhe apresentar relatório das investigações que já iniciamos (até a próxima semana). Espero que, de igual forma, a Secretaria de Educação e demais envolvidos neste processo irracional, repleto de indícios de irregularidades, prestem os devidos esclarecimentos a comunidade valenciana. Contudo, volto a afirmar que participei de uma reunião, na Secretaria de Educação, onde a Professora Abete Freitas, de forma correta, informou aos representantes da empresa fornecedora dos referidos livros que não iria autorizar nenhum pagamento, haja vista que não realizou nenhuma solicitação de despesa para compra destes livros e que já estava adotando as providencias para abertura de sindicância para apuração das responsabilidades (ou irresponsabilidades) e que, constando-se crimes, todos os envolvidos seriam punidos dentro dos princípios da administração pública. Ratifique-se que nenhum pagamento foi efetuado e que a secretária de Educação já solicitou que os livros sejam devolvidos para a empresa. No mais, resta-nos aguardar, até a próxima semana, o desfecho desta maldita e irracional compra de livros em um momento em que temos demandas estruturais que merecem maior urgência da gestão pública.
    Saudações!
    Reginaldo Araújo

  3. Leandro agosto 4, 2022 às 6:26 am #

    Responsável pelo pedido de compra: LORENA MERCÊS.
    Essa foi só mais uma burrada cometida pela ex-secretária.

Deixe um comentário