FARRA COM DINHEIRO PÚBLICO: CÂMARA APROVA AUMENTO DE MAIS 15 ASSESSORES PARA OS VEREADORES, AGORA SÃO 30

A Câmara de Vereadores de Valença, além de dar R$ 400,00 de auxílio alimentação aos funcionários, ainda criou mais 15 cargos de assessores para vereadores.

Pois é, na calada da noite a Câmara de Vereadores aprovou dois projetos que onera as despesas da Casa, um que dá um auxílio de R$ 400,00 para os servidores e outro que dobra o número de aumento de assessores para os vereadores, de 15 para 30.

Tudo feito de surpresa, não se sabe de quem partiu a idéia da farra, mas todo mundo sabe que o atual presidente só fica no cargo até o final do ano, e com certeza deve querer deixar uns votinhos comprados, porque ele não pode ir a reeleição.

Pior de tudo é que o prédio da Câmara vai continuar sem reforma, tudo leva a crer que o fim daquele patrimônio histórico deve ser o mesmo da Cadeia.

6 Respostas para FARRA COM DINHEIRO PÚBLICO: CÂMARA APROVA AUMENTO DE MAIS 15 ASSESSORES PARA OS VEREADORES, AGORA SÃO 30

  1. Valter luz junho 30, 2022 às 7:06 pm #

    Que falta de vergonha desses vereadores de valença ,o ministério público deveria vetar

  2. WOLF MOITINHO junho 30, 2022 às 8:02 pm #

    Caro Pelegrini,

    Neste momento acabei de ler a tua matéria sobre a criação de mais 15 cargos de assessores para a Câmara de Vereadores de Valença. Desta feita, cada um dos vereadores terão 2 assessores com salários bruto de aproximadamente R$ 2.500,00 cada um deles.
    Também fiquei sabendo que está decisão foi tomada em razão de parte dos recursos repassados pela gestão municipal em anos anteriores sempre retornarem ao governo, ao final de cada exercício, porque não utilizado pela Câmara durante o ano.
    Hoje vi a mídia nacional informando que o Congresso está tomando a decisão de disponibilizar 39 bilhões de reais para aumentar o valor do “Auxílio.Emergencial”, o valor do “Vale Gás” e, ainda, driblando a lei eleitoral, que não permite estas ações, estabelecendo recursos para “os caminhoneiros” e também aos trabalhadores que utilizam “aplicativos” de transporte de passageiros e motociclistas entregadores.
    Mais interessante é que a própria oposição, mesmo sabendo que é uma ação eleitoreira, votará a favor porque estará tirando os beneficiários de uma situação de calamidade.
    No contexto da política atual, em que famílias estão passando dificuldades, visto uma política nacional totalmente contrária ao povo, creio que a oposição esteja no caminho correto. Acho melhor dotar o valor para realmente quem precisa do que torrar este mesmo valor com os Cartões Corporativos do Palácio do Planalto, utilizados, somente Deus sabe, para atividades que somente teremos conhecimento daqui a 100 anos, afinal estão utilizando o tal “SIGILO PRESIDENCIAL”.
    Diante do que acima exponho, creio que também aqui em Valença seja melhor prover mais 15 famílias do que retornar os recursos à prefeitura e não termos a aplicação devida.

  3. Edson F julho 1, 2022 às 10:34 am #

    Mais 15 servidores. Se der 1500 de salário pra cada um, com 13 salários por ano dão 292.500 reais anuais. Daria pra comprar um baita estoque de remédios originais até (sem ser genérico) para a população. Genérico então… mas é melhor beneficiar 15 do que a maioria pobre. Triste. Só lembrando que isso é uma opção, não é obrigação. Tem que mudar todos esses legisladores. Vergonha.

  4. Florêncio Martins LealJunior Leal julho 1, 2022 às 12:13 pm #

    O povo deveria seguir o exemplo dos indios do Equador. E protestar como somos brasileiros
    Festa para acalmar os eleitores .TAOKEY

  5. pelegrini julho 1, 2022 às 4:33 pm #

    Wolff, diante do que a gente fica sabendo todos os dias nos noticiários nacional sobre esses funcionários fantasmas, isso me dá é arrrepios só em saber que muitos não estão pensando em dar emprego para mais um pai de família, mas buscando uma forma de fazer famosa rachadinha. Você não acha?

  6. WOLF MOITINHO julho 1, 2022 às 7:31 pm #

    Em resposta ao meu amigo Pelegrini, a respeito de “achar ou não” que os vereadores de Valença poderão praticar a tão famosa “rachadinha”, como ocorreu no Rio de Janeiro com o então deputado estadual Flávio Bolsonaro, penso que poderá um ou outro se utilizar de tal artimanha. Entretanto, se assim ocorrer estará colocando a sua dignidade em perigo e, consequentemente, também a sua reeleição.
    Ainda assim, continuo defendendo que os valores não retornem aos cofres da Prefeitura e que sejam aplicados na própria Câmara, em benefícios de familiares dos novos assessores que prestarão serviços à comunidade.
    Se desvios vierem ocorrer, descobertos, que se aplique a lei.

Deixe um comentário