COMO VOTARAM OS DEPUTADOS BAIANOS NO 2° TURNO NA CÂMARA DE DEPUTADOS?!!!

Ontem estiveram presentes na Câmara de Deputados em Brasília 495 representantes do povo brasileiro, dos quais 323 votaram a favor e 172 votaram contra a PEC 23, apresentada pelo governo federal, tendo como ponto principal o Programa denominado Auxílio Emergencial com valor médio, em novembro, de R$ 217,00 por família, com “promessa” de chegar a R$ 400,00 em dezembro próximo, sendo que, já se sabe, será em caráter transitório, findando em dezembro de 2022.

A PEC 23, se transformada em Emenda Constitucional permitirá ao governo federal ultrapassar o teto de gasto em R$ 90 bilhões aproximadamente.
As consequências, segundo especialistas em economia, serão descrédito dos investidores, elevação do dólar e aumento da inflação que já atinge dois dígitos.

A esperança de muitos brasileiros é que no Senado a PEC seja rejeitada ou que, no mínimo, seja reduzido os valores para os gastos excessivos do governo federal e o retorno aos pagamentos das dívidas aos credores que o governo federal está tentando dar calote com a anuência dos deputados que votaram “sim” pela aprovação do Projeto de Emenda à Constituição.

Veja agora como votaram os deputados baianos. Em negrito os deputados que receberam votos dos moradores de Valença.

VOTARAM SIM

Abílio Santana (PL-BA);
Adolfo Viana (PSDB-BA);
Alex Santana (PDT-BA);
Antonio Brito (PSD-BA);
Arthur O. Maia (DEM-BA);
Cacá Leão (PP-BA);
Charles Fernandes (PSD-BA);
Claudio Cajado (PP-BA);
Elmar Nascimento (DEM-BA);
Igor Kannário (DEM-BA);
João C. Bacelar (PL-BA);
José Nunes (PSD-BA);
José Rocha (PL-BA);
Leur Lomanto Júnior (DEM-BA);
Márcio Marinho (Republicanos-BA);
Mário Negromonte Jr (PP-BA);
Otto Alencar Filho (PSD-BA);
Paulo Azi (DEM-BA);
Raimundo Costa (PL-BA);
Sérgio Brito (PSD-BA);
Tia Eron (Republicanos-BA);
Tito (Avante-BA); e,
Uldurico Junior (PROS-BA)

VOTARAM NÃO

Afonso Florence (PT-BA);
Alice Portugal (PCdoB-BA);
Bacelar (Podemos-BA);

Daniel Almeida (PCdoB-BA);
Félix Mendonça Júnior (PDT-BA);

Jorge Solla (PT-BA);

Joseildo Ramos (PT-BA);
Lídice da Mata (PSB-BA);
Marcelo Nilo (PSB-BA);
Pastor Isidório (Avante-BA);
Paulo Magalhães (PSD-BA);
Professora Dayane (PSL-BA);
Valmir Assunção (PT-BA);
Waldenor Pereira (PT-BA); e,
Zé Neto (PT-BA).

AUSENTE

Ronaldo Carletto (PP-BA)

Uma resposta para COMO VOTARAM OS DEPUTADOS BAIANOS NO 2° TURNO NA CÂMARA DE DEPUTADOS?!!!

  1. Wolf Moitinho novembro 11, 2021 às 7:41 pm #

    Meu caro Pelegrini,

    Fico observando alguns aspectos da política nacional. O “BOZO” e Paulo Guedes estão quebrando o Brasil com aumentos sucessivos da gasolina, óleo Diesel, etanol e principalmente gás de cozinha, o que acarreta o aumento de todos os demais produtos, sejam alimentos, vestuários, materiais de construção, bem como os serviços prestados.
    Para os teus leitores ficarem sabendo por antecipação a Petrobrás quadruplicará o valor do gás natural veicular, mesmo tendo aumento em 31% neste ano. Isto significa que no próximo ano os preços dos produtos também serão majorados.
    Enquanto isso, os empregados e servidores públicos têm as suas remunerações congeladas.
    Será que os deputados que votaram “sim” na PEC dos Precatórios não perceberam que estão dando carta branca para mais gastos ao “BOZO”, afundando definitivamente o país?
    Como será que os eleitores de Valença e Região vão olhar nas eleições de 2022 os deputados que por estas bandas receberam votos para representá-los no Congresso Federal? Todos sabemos que não há justificativas para a PEC dos Precatórios, senão aos interessados visando as próximas eleições, ampliação dos gastos do governo federal e, não fosse o STF, principalmente, os recursos orçamentários das emendas do relator geral, voltados ao bel-prazer dos deputados e senadores que votarem em consonância com aquilo que o governo quer.
    Então, meu caro, o que pensa cada um dos eleitores que votaram em

    Abílio Santana (PL-BA);

    Adolfo Viana (PSDB-BA);

    Alex Santana (PDT-BA);

    Antonio Brito (Pedido);

    Cacá Leão (PP-BA);

    Claudio Cajado (PP-BA);

    Márcio Marinho (Republicanos-BA);

    Mário Geralmente Jr (PP-BA);

    Otto Alencar Filho (PSD-BA); e,

    Raimundo Costa (PL-BA);

    A resposta teremos em outubro de 2022.

Deixe uma resposta