Mais de 120 pedidos de impeachment foram protocolados hoje, contra Bolsonaro

Não existe só uma religião brasileira, presidente - CartaCapital

Em meio à denúncia de cobrança de propina por vacina, a oposição e movimentos sociais protocolaram nesta quarta-feira (30) o superpedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas sem apoio político para que o processo prospere na Câmara dos Deputados.

O ato simbólico de apresentação do superpedido teve discursos de líderes da oposição, como a presidente nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR), e de adversários do presidente Jair Bolsonaro, como os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo no Congresso.

O evento, realizado no Salão Negro da Câmara, não seguiu as regras de distanciamento social, em especial na área dedicada aos discursos políticos. Os participantes usavam máscara.

O líder do PT na Câmara, deputado Bohn Gass (RS), disse que a pressão agora deve se dar sobre o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), para abertura do processo de impeachment. Durante a apresentação do superpedido, Lira presidia a sessão da Câmara dos Deputados que discutia o acordo de livre-comércio entre Brasil e Chile.

Cerca de 120 pedidos foram reunidos em um só, apontando mais de 20 tipos de acusações. (Folha)

Uma resposta para Mais de 120 pedidos de impeachment foram protocolados hoje, contra Bolsonaro

  1. salomao julho 2, 2021 às 2:28 pm #

    Lira não vai pautar isso aí não .Acho melhor o ” mito” terminar seu mandato,senão transformarão ele num * mártir fabuloso*, e seus asseclas cuspirao isso até o aniversário de 1000 anos do Brasil.
    Lira pautada o voto impresso e rezo para que de certo .Cansa tanta teoria da conspiração .E ando ansioso para o caso da não reeleição dos Bolsonaros federais ,qual será a ” narrativa ” deles…Louco para ouvir o que Augusto Nunes tem a falar

Deixe um comentário