Agerba vai oferecer ‘fitinha mágica’ aos clandestinos

 

Mais um escândalo vai balançar o setor de transporte intermunicipal da Bahia, que se transformou em uma bagunça generalizada desde que o deputado federal Marcos Medrado (PDT-BA) assumiu o controle da Agerba (Agência de Regulação da Bahia).
Depois que o JORNAL DA MÍDIA denunciou a decisão de Marcos Medrado de oferecer um "Selo de Trânsito Livre" para os operadores do transporte clandestino, com a marca da Agerba e do Governo da Bahia, para que eles pudessem trafegar com tranuilidade nas barreiras das polícias rodoviárias e da agência, o deputado mudou de idéia.
E acertou uma "alternativa" mirabolante. Agora, em vez do selo, os clandestinos terão direito a uma "fitinha mágica", tipo uma pulseira, com a marca da Agerba.
O acerto foi definido ontem (7) durante uma reunião no gabinete do diretor-executivo da Agerba, Renato José, comandada por Marcos Medrado. Renato, que estava ausente, deu sua cadeira para o verdadeiro dono da Agerba receber os clandestinos, representados pelo presidente da Associação das Cooperativas de Permissionários do Transporte Alternativo, Dagoberto Lago Muniz. Esta entidade reúne mais de 100 kombeiros e topikeiros, todos atuando na irregularidade.
Através de telefone, uma fonte seguríssima da Agerba revelou ao JM que a reunião foi a portas fechadas. Os demais diretores da Agerba – Gildásio Rocha (Qualidade e Serviços) e Tiago Cavalcanti (Pesquisas e Tarifas) não foram convidados. Só quem teve acesso ao encontro foi uma assessora da Agerba, mulher do vereador Alcindo Anunciação.
Gildásio Rocha e Tiago Cavalcanti não concordaram com a primeira ideia de Medrado e do seu afilhado José Renato de distribuir com os clandestinos o famoso "Selo de Trânsito Livre". Segundo informações chegadas ao JM, os dois entendem que a "providência" de Medrado, além de escandalosa, fere o regulamento do Transporte Complementar criado através de lei sancionada em fevereiro de 2009 pelo governador Jaques Wagner.
O JM apurou que a "fitinha mágica" inventada por Medrado e seu afilhado Renato José, diretor-executivo da Agerba, vai custar cerca de R$ 200 a cada operador clandestino. Além dos votos prometidos, é claro.
O Ministério Público da Bahia está de olho na nova armação da Agerba do deputado Marcos Medrado.

Fonte:Jornal da Mídia

8 thoughts on “Agerba vai oferecer ‘fitinha mágica’ aos clandestinos

  • junho 9, 2010 em 12:33 pm
    Permalink

    Pelé:
    A AGERBA,perdeu a utilidade, infelizmente só serve ainda um pouco para gerar algumas multas e cobrar impostos e licenças das empresas de transporte regulares.
    Muitos clandestinos já rodam há muito tempo com uma tal liminar concedida por um Juiz que salvo engano é de Santo Antônio de Jesus e isto tudo até me lembra um pouco o comércio de Valença, onde os comerciantes que pagam impostos são obrigados a aturar os camelôs que ficam instalados em suas portas sem pagar os impostos e vendendo mercadorias mais baratas.

  • junho 9, 2010 em 4:21 pm
    Permalink

    Essa AGERBA é superlota de INIMIGOS DO POVO, basta olhar seu quadro de dirigentes!

  • junho 10, 2010 em 2:23 am
    Permalink

    Cláudio, carinhosamente chamado de GAROTO GULOSO não tem um cargo na AGERBA ? Lembro-me de ter lido aqui que ele foi agraciado pelos NEOpetistas e amigos de infância de Wagner, o Leão e o Montenegro.

    Lembro também que Rorô de Canô disse que para chegar até ele, precisava passar por 4 secretárias, IMAGINE A CENA HILÁRIA, risos… Mas tenho pena dessas pobres… E lembro-as que a Justiça está ai e caso elas não saibam, a Lei Maria da Penha funciona mesmo…

    Congratulações e um bom dia!

  • junho 10, 2010 em 2:25 am
    Permalink

    Errata: Leão e Negromonte… Pelegrini, Cláudio não tem um cargo comissionado na AGERBA?

  • junho 10, 2010 em 5:44 am
    Permalink

    O que dizem Nana, mas se tiver deve ser só para preencher.

  • junho 10, 2010 em 6:41 am
    Permalink

    Cláudio é parceiro de Marcos Medrado? Está distribuindo selo também? Minha nossa… É uma QUADRILHA de São João?

  • junho 10, 2010 em 9:29 am
    Permalink

    Pelegrini,

    O Garoto Guloso pelo menos mantinha a saude servindo a população, não deixava faltar merenda nas escolas, pagava os salarios sempre antecipado e com as diarias e adicionais devidos, mantinha a cidade iluminada,

    Era parceiro das policias civil, militar e rodoviaria estadual, garantindo condições operacionais as mesmas, situação q está evidenciada deixou d existir razão q muito contribui para o crescimento da onda de violência em Valença.

    E agora o que de fato acontece? quem vai tem que liderar essa revolução contra essa bandidagem, as autoridades legitamente estabelecidas ou o povo?

    Pense nisso

  • junho 12, 2010 em 5:03 am
    Permalink

    Ramiro + MMedrado + Cláudio juntos = Alguém duvida o que pode fazer essa QUADRILHA de São João? Preparem os botes salva-vidas e lançem-se ao mar… Ficar em Valença, nem pensar… É o caos e o pânico já contaminou a população…

    Mas não esqueçam de votar nas próximas eleições e se quiserem mudar, não reelejam nenhum deputado… Sigam o sábio conselho do NINJA!

    E pra quem gosta de bater em mulher, não esqueça que eu existo… EU SOU A LEI, cambada de covardes… Homem que bate em mulher, tem que ir pra cadeia… Ficha suja neles!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *