“SEM CERTIDÃO DE NASCIMENTO, NÃO SOU NINGUEM!”

O texto que Ruiter Franco aprovou

Por: Eva

É lamentável ver pessoas sem “identidade própria” brigarem para que o nome de seus ancestrais apareçam para servirem de referencia por aquilo que eles não são.
Todos me conhecem pelo que sou e faço, não pelo que meus pais foram ou são; quem utiliza desses artifícios e memórias, não possuem identidade propria e se agarram nos feitos de outrem (mesmo que pai ou mãe) para serem lembrados pelo que não são (se é que são lembrado ou conhecidos), não trazendo a memória do povo nenhuma virtude ou ação digna de referencia.
Vale lembrar que em famílias de bem pode haver desvios de conduta; é o caso do finado “Babilônia”, que mesmo tendo pais honrados, pessoas de bem e evangelicos, optou pelo mundo do crime, só por exemplo.
Cuidado com os que utilizam sobrenome para se identificarem; Se não teem nome próprio não merecem crédito.

3 Respostas para “SEM CERTIDÃO DE NASCIMENTO, NÃO SOU NINGUEM!”

  1. Carine. julho 30, 2011 às 10:04 pm #

    me explique Pele, o tema desse texto “sertidão” a escrita correta não seria “certidão”? Ou a pessoa que te enviou, mandou assim?

  2. pelegrini julho 30, 2011 às 10:07 pm #

    Carine, do jeito que veio eu mandei,,, srsrsr! Vou consertar.

  3. EDIVALDO julho 31, 2011 às 6:54 am #

    TEXTO MUITO INTERESSANTE PARA PODEMOS PENSAR NOSSOS CONCEITOS DE CIDADÃO INCLUÍDO NA SOCIEDADE ONDE TEM MUITOS QUE SE APROVEITAM DO SOBRE NOME PARA TENTAR CONSEGUIR VANTAGENS. SOU PARENTE DE UM POLITICO BASTANTE CONHECIDO NA SOCIEDADE DE VALENÇA E NÃO VOTO MAIS NELE POR DISCORDAR DA SEU POSTURA POLITICA.

Deixe uma resposta