GILMAR MENDES REAFIRMA O QUE DISSE SOBRE MILITARES NA SAÚDE

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, divulgou uma nota para contextualizar as afirmações que fez no sábado (11) sobre os militares. Segundo o magistrado, o Exército está se associando a um “genocídio” na epidemia do novo coronavírus, ao conduzir mal o Ministério da Saúde, comandado hoje por um general, Eduardo Pazuello.

O ministro disse que reafirma “o respeito às Forças Armadas brasileiras”, mas faz uma conclamação para que se “faça uma interpretação cautelosa” do momento atual.

Ele afirma que nenhum analista pode deixar de se preocupar com “o rumo das nossas políticas públicas de saúde” e disse que refutou “e novamente refuto a decisão de se recrutarem militares para a formulação e execução de uma política de saúde que não tem se mostrado eficaz para evitar a morte de milhares de brasileiros”. (Folha)

Sem comentários.

Deixe uma resposta