PARA JAIRO E DUDA A PEC QUE ADIA A DATA DAS ELEIÇÕES NÃO DEVE INFLUÊNCIAR EM NADA O PRÓXIMO PLEITO

O adiamento das eleições proposta para acontecer nos dias 15 e 29 de novembro, aprovada pelo senado e que espera a votação dos deputados, encontrou um impasse com o chamado “Centrão”, que por sua vez são pressionados pelos prefeitos para que as eleições aconteçam em 4 e 25 de outubro.

Conversando com o pré-candidato a prefeito, Jairo Baptista, perguntei o que ele acha dessa mudança de calendário. Primeiro ele disse que, ‘não acredita que a proposta passe pela Câmara, e se por um acaso passar, ele não acredita que venha a alterar em nada, será indiferente.’

Para o pré-candidato Duda Monteiro, ‘apesar do seu trabalho ter se consolidado a cada dia, ele acredita que não deve produzir tanto efeito em sua caminhada particularmente, tendo em vista que é proposto o adiamento para apenas um mês.’ “Há também outras possibilidades sobre o adiamento, exemplo: dividir a eleição em dois finais de semana, prorrogar as votações até às 20h e separar um horário para os idosos que são mais vulneráveis, isso faria uma grande diferença, é o zelo pelas pessoas a defesa da vida”, disse.

Sem comentários.

Deixe uma resposta