AJUDA SÓ PARA OS MENOS NECESSITADOS

Se fosse em outra época a coisa seria diferente, um lavrador fizesse o que fez na porta do “Pálacio do Planalto”, com certeza o presidente da república teria se oferecido pra falar com o cidadão, pelo menos pra tentar aliviar a dor daquele pobre homem, mesmo que não fizesse nada pelo infeliz.
Fico a pensar; esse nosso comandante, que também já foi um miserável, não poderia receber o pobre homem? Pelo menos ele também sabe como é a dor de quem quer ser ouvido e não consegue, impotentes que somos, poderiam ao menos nos ouvir, fazer o papel de um psicanalísta. Para ao menos amenizar a nossa dor. Com certeza alguns dirão: presidente da república não pode dar atenção a um porque senão vira moda e todo mundo vai querer dar xilique na porta do planalto pra ser ouvido pelo presidente. È verdade, afinal ele tem conciência de que somos 200.000.000 de carêntes contra alguns agraciados pelo nosso voto, para praticar corrupção, suborno, jogo sujo com o nosso dinheiro.
Eles não precisam se jogar na porta do pálacio pra chamar a atenção do presidente, afinal de contas o presidente sabe que eles são coitadinhos e sabe socorre-los no momento em que estão pra perder o poder.
Paro de pensar e caio na real, minha mãe sempre me dizia um velho dito popular: quem com os porcos se misturam farelos comem. È isso ai presidente, esta perdoado.

Até 2010.

Sem comentários.

Deixe uma resposta