Reacesa polêmica sobre o nome do aeroporto

 

Ainda está longe de ser resolvida, em Brasília, a polêmica em torno do nome do Aeroporto Internacional de Salvador que  durante 43 anos foi Dois de Julho em homenagem às lutas pela Independência na Bahia. Em 1998, sob protestos da oposição ao governo do então PFL, o equipamento recebeu o nome do falecido deputado federal Luís Eduardo Magalhães.

Nem a proposta conciliatória do deputado federal Joseph Bandeira (PT-BA), já aprovada pelas comissões de Educação e Cultura e de Viação e Transportes da Câmara, que sugere a manutenção dos dois nomes, une a bancada baiana.
Também há inconformismo na área jurídica: desde março, um processo administrativo aguarda parecer da assessoria jurídica da Procuradoria Geral da República (PGR), por iniciativa do Ministério Público Federal da Bahia (MPF-BA), que solicitou providências da PGR, perante o Supremo Tribunal Federal (STF), para restabelecer o nome original do aeroporto.
Os procuradores da República Wilson Rocha de Almeida Neto, Ramiro Rockenbach e Domênico D’Andrea acreditam que é o Supremo Tribunal Federal quem pode decidir a parada. O ofício aguarda parecer da assessoria jurídica da PGR para seguir adiante.

Desagrado – Em vez de agradar, a proposta do petista Joseph Bandeira, de fazer com que o aeroporto de Salvador passasse a se chamar Dois de Julho/deputado Luís Eduardo Magalhães, causou reação de deputados baianos.

“É uma agressão à vontade do povo baiano. O hífen que separa os dois nomes é nada menos que a história”, reclama a deputada Alice Portugal (PC do B), autora de um projeto, em tramitação no Senado, para elevar o Dois de Julho à data de comemoração nacional.

Ela também é vice-presidente da Comissão de Educação e Cultura, para onde a proposta de Bandeira voltou em setembro para reexame.
O parecer original, da relatora Nilmar Ruiz (DEM-TO), foi o que acatou a proposta de Bandeira e rejeitou três projetos de lei que previam o resgate do nome original: os autores eram a própria Alice Portugal, Luiz Alberto (P T) e Colbert Martins Filho (PMDB).

Reticente à junção dos nomes, Luiz Alberto admite que a aprovação de seu projeto seria difícil em razão da atual composição da Câmara. “Muitos parlamentares tinham ligação afetiva com Luiz Eduardo”, observa ele, que chegou a tentar dialogar com o DEM para que aceitasse outra conciliação: o nome do prédio onde funciona o aeroporto receberia o nome do falecido deputado e o aeroporto, o original.

Fonte: A Tarde On line

8 Respostas para Reacesa polêmica sobre o nome do aeroporto

  1. AERO PLANO janeiro 4, 2010 às 3:54 am #

    Essa é uma das maiores barbaridades da HISTÓRIA RECENTE. Qualquer dia, quando o baiano for ao Bonfim, vai encontrarum altar pra o Luís Eduardo.

  2. Marcelo Queiroz Jr. janeiro 4, 2010 às 9:19 am #

    O Aeroporto Internacional de Salvador é quinto mais movimentado aeroporto do Brasil e o 15° da América Latina em movimento de passageiros e é o mais movimentado do Nordeste, respondendo por mais de 30% do movimento de passageiros desta região do país.

    O aeroporto foi fundado em 1925, e reconstruído completamente em 1941 pela Panair do Brasil, seu nome era Santo Amaro do Ipitanga porque sempre esteve situado no território de Santo Amaro de Ipitanga, atualmente conhecida como cidade de Lauro de Freitas.

    Conseguiram redimensionar o território de Lauro de Freitas diminuindo seu tamanho para que o Aeroporto fosse incorporado nas terras da Capital Baiana.

    Em 1955, o aeroporto mudou seu nome para Dois de Julho, e em 1998, para o atual nome (Lúis Eduardo Magalhães), não obstante estimado Pelegrini que sou à favor que o Aeroporto Internacional da Capital Baiana volte a se chamar Aeroporto Internacional Santo Amaro de Ipitanga, nem Dois de Julho e nem Luís Eduardo Magalhães.

    Como cada um tem sua opnião, deixo a minha expressada aqui.

    Excelente semana para todos nós!

    Abraços, Marcelo Queiroz Jr.

  3. pelegrini janeiro 4, 2010 às 11:01 am #

    Marcelo,

    A sua opinião é excelente, eu até um tempo atrás também achava que o aeroporto deveria se chamar “dois de Julho”, mas agora para mim tanto faz. Foi bom bater em ACM vivo, mas morto!? Depois o carlismo está vivo graças a Lula, Wagner e outros bichos do PT. Eles não vão mudar o nome mesmo, quer ver?

    Abraço Marcelo,

    Pelegrini.

  4. kid bengala arrebentando os orìficíos janeiro 4, 2010 às 2:50 pm #

    eh falem o que quiser mas a verdade seja dita eu vc o dedão do toque de próstata para todos que defenderem o tal forasteiro que nem bahiano ele é o governadozinho wagnerzinho veja como vlç tá e olhe o que ele trouxe para essa cidade falo isso não só de vlç mais a bahia como todo lula o molusco é diferente nem vou entrar nesse mérito mas que ACM é e foi melhor para vlç e região nem se fala agora ouvir pessoas que não conhece a bahia que nunca saiu de vlç para esses só o toque de próstata embora já é sabido que vlç é uma cidade ALEGRE o povo se contenta com tudo e ainda sai fazendo graça coração de pt não sei não vi tudo é marola

  5. Oliveira janeiro 4, 2010 às 3:31 pm #

    A data máxima da Bahia é sem dúvida, o 2 DE JULHO, portanto, é absurto substituí-la pelo nome de um deputado, absurdo!

  6. fabiane abril 18, 2010 às 2:12 pm #

    Queridos Bahianos, o resumo da conversa, é, se os politicos realmente trabalhassem, fizessem algo por essa nação, eles deixariam os nomes de lado e colocariam a mão na massa, fariam coisas mais importantes, como saúde, habitação, e principalmente educação para todos….
    Mas o interesse é criar polemica, pra que o tempo passe, e o povo submisso, e desinformado, não cobre deles as promessas não cumpridas, porque as eleições estão aí, e lá vem promessas novamente…

    Se o povo tivesse mais educação, teria mais conhecimento para exigir seus direitos.

    Se o povo tivesse saúde, teria mais tempo pra ter informaçao..

    Se o povo tivesse moradia descente, teria mais saude, pra ter conhecimento. a maioria das pessoas mal sabem o atual nome do aeroporto…. muito menos o primeiro, o segundo…..
    e assm por diante….

    Felicidade a todos!!!

    fabiane dominick
    Curitiba – Paraná

  7. pelegrini abril 18, 2010 às 2:39 pm #

    Olha aí o comentário de nossa querida Fabiane Dominick. Lá de Curitiba – Paraná, um precioso comentário.

    Valeu minha amiga,

    Abraços,

    Pelegrini

  8. Fabiane Dominck fevereiro 22, 2014 às 11:11 pm #

    obrigada Pelegrini.
    abraços

Deixe uma resposta