Ditadura, golpe e tortura, nunca mais!

 

Por Martiniano Costa

martin IVNo dia 1º de abril o golpe militar de 1964, que deu início a um dos períodos mais sombrios da história brasileira completa 50 anos. Mortes e torturas marcaram toda uma geração de brasileiras e brasileiros que sonhavam com uma nação mais justa, humana e soberana. É muito importante que façamos uma reflexão sobre esse crime contra a humanidade que vitimou toda a sociedade, sobretudo aqueles que pensavam diferente dos chefes militares e da direita reacionária do Brasil. Democracia e liberdade devem ser defendidas como valores fundamentais de nossa nação.

Os efeitos do cerceamento da liberdade provocado pela ditadura militar no Brasil podem ser sentidos até hoje. As marcas e as cicatrizes dos anos de chumbo não foram deixadas apenas nas famílias dos mortos políticos, mas em toda uma geração marcada pela dificuldade de formar análises críticas do ponto de vista sociopolítico nacional e internacional, pois o golpe enfraqueceu de forma irreparável a Educação e a Imprensa no Brasil.

Todos os segmentos da sociedade que foram atingidos pela ditadura militar no Brasil devem fazer essa importante reflexão, a exemplo da imprensa brasileira. A liberdade de imprensa é uma conquista importantíssima para o nosso país – o que não exclui a importância de um marco regulatório que defina as regras claras de atuação desse segmento, sobretudo a responsabilidade ética e social de cada profissional de imprensa em se comprometer com a verdade, quando transmitem informação ao público.

Tenho plena convicção de que os movimentos populares cumpriram um papel fundamental naquele período. As lideranças populares foram as principais vítimas dos militares, que tentaram calar a voz dos que eram combativos, sempre de forma covarde, com tortura, prisões e mortes. Para termos a certeza que nunca mais sofreremos com esse tipo de opressão, é preciso que as novas gerações tenham amplo conhecimento sobre os fatos históricos que continuam escondidos sob o manto do silêncio daqueles que se valem da lei da Anistia para não pagar por seus crimes.

Ditadura, golpe e tortura, nunca mais!

7 Respostas para Ditadura, golpe e tortura, nunca mais!

  1. Observador abril 1, 2014 às 8:57 am #

    De que adianta ser contra a ditadura militar e ao mesmo tempo defender a ditadura do proletariado com censura a imprensa? ou será que ninguém sabe o que é marco regulatório?

  2. Roberto abril 1, 2014 às 9:40 am #

    “O ponto em comum encontrado pelos movimentos de esquerda foi encaixar em um só grupo todos que se opõem ao socialismo/comunismo. Dessa forma, entram no mesmo saco de ditadores militares até libertárias e anarco-capitalistas. Estereótipos são eficientes porque simplificam uma ideia, trocando a parte pelo todo e fazendo desaparecer as diferenças dentro do segmento estereotipado. Essa simplificação ajuda na disseminação de ideias e ideologias, criando um discurso facilmente incorporável por qualquer pessoa.

    Contudo, a verdade é que, em termos práticos, as experiências de governos socialistas/comunistas estão muito mais próximas do que foi visto no regime militar. Vejamos alguns pontos. Tanto a ditadura militar, quanto os grupos políticos de esquerda que assumiram o poder pelo mundo (Brasil, Venezuela, Argentina, Bolívia, Cuba etc) querem um Estado forte e que intervenha na economia e na vida social. Outro ponto em comum é o desejo de criar regulações para a imprensa.

    Ambos os grupos coincidem também na estratégia de utilizar o ensino público como uma forma de disseminar seus valores e ideologia. “

  3. XPTO abril 2, 2014 às 5:32 pm #

    Caro Observador, sugiro que se informe melhor. Se o Marco Regulatório da Internet (que defende a neutralidade da rede, ou seja, que o provedor não deve criar planos diferenciados para os serviços utilizados na internet, como ocorre com os diversos pacotes de tv a cabo) você considera como forma de censura, o que seria liberdade de expressão para você?

  4. XPTO abril 2, 2014 às 5:53 pm #

    Roberto, de onde você tirou essa pérola? Do insosso Constantino, do astrólogo Olavo de Carvalho ou do decrépito Lobão? É algo que foi lido na “revista” Veja (desculpa-me a risada, mas chamar aquilo de revista é exagero).

    O interessante é como o pecado que você atribui aos socialistas/comunistas (colocar os adversários tudo num mesmo rótulo) era prática da DIREITA FASCISTA. E que a esquerda possui muitas mais diferenças e diversidades do sonha a vã miopia da direita. Os atuais governos esquerdistas da América Latina são de diversas matizes que não cabe rotulá-los com uma única etiqueta. E compará-los de forma tão pobre com as ditaduras militares é forçar a barra. Muitos governos de direitas defendem um estado forte e intervencionista (e não vou falar a da Alemanha Hitleriana – veja o que apregoa o Partido Republicano norte-americano e uma parcela da direita europeia). E regulações na Imprensa não é um pecado em si. Veja o que aconteceu na Grã Bretanha, que recentemente criou uma lei democrática de imprensa, impondo limites para que não ocorra excessos. E esse papo de usar o ensino público para disseminar ideologias, francamente, é ridículo! Agora, se formos ser intelectualmente honesto, vamos ver as diferenças: Os atuais governos de esquerda não prende, tortura, mata ou desaparece com opositores. A na Venezuela, as oposições estão ativas e atual livremente. Da mesma forma que nosso Brasil pode assistir ao fiasco da Marcha da Família 2.0 (também conhecida como Marcha da Família Flintstones pelo retrocesso). Da mesma forma que temos eleições livres, ocorrendo rodízios de governos, como aconteceu no Chile. Se os atuais governos estão sendo eleitos e reconduzidos ao poder, é porque o povo estão de acordo com ele.

    Lamento que o Brasil, atualmente, importou o pior neoconservadorismo euro-americano, com os modelos reacionários do Tea Party americano e dos fundamentalistas, defensores do atraso e das trevas…

  5. VANESSA OLIVEIRA abril 2, 2014 às 7:08 pm #

    A DITADURA É RUIM EM QUALQUER OCASIÃO, VIVEMOS EM UMA DITADURA SILENCIOSA DESTE GOVERNO QUE ESMAGA O SONHO DE TODOS OS BRASILEIROS, COM DESEMPREGO, INSEGURANÇA, SALÁRIOS MISERÁVEIS AOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, NA MINHA CONCEPÇÃO ISSO É A PIOR DAS DITADURAS.I

  6. Roberto abril 3, 2014 às 1:57 am #

    Hoje é um dia interessante…. XPTO, seus adjetivos direcionados a articulistas que são oposicionistas ao governo que você defende de maneira messiânica mostra que o pensamento contrário te causa desconforto….. acho que você deve possuir comportamentos ideológicos mais compatíveis como os que tem os seguintes “estudantes” (se assim podem ser considerados…..já fui estudante, e apesar de todas vezes que tive vontade de salvar o mundo, nunca fui tão primitivo….)

    https://www.youtube.com/watch?v=hGRMv7U_M1Y

    Que modo mais raivoso de falar de uma revista, até os editorias vocês querem transformar numa luta de classes, VEJAxCAROS Amigos….cada qual no seu quadrado cara, que visão mais atrasada essa sua, que impossibilidade de viver com o contrário, que visão utópica de ver o mundo….

    Novamente estamos num lugar comum, direita FASCISTA….nada mais equivalente a uma direita fascista que uma ditadura do proletariado. Os valores defendidos são os mesmos meu caro. Prefiro pensar num modelo liberal conservador, não acho que o estado deve tutelar a vida dos seus populares, prefiro pensar na política das máximas de um estado mínimo.

    Esse papo de esquerda alienada é bem bonito né? Nada mais autoritário….Então ok, me mostre que Cuba não é um regime militar….basta olhar o fardamento de suas lideranças não são de militares…..existe liberdade individual para sua população? Acho que não….Quem pensa contrário é tratado com respeito? Acho que as mortes no paredão respondem….Todas as características que você repudia aqui, mas porque lá não?…. Poderia entrar no detalhe quanto a outros tipos de relações, mas não vem ao caso….mas porque falo sobre elas? Porque, como diz nosso grande Olavo de Carvalho (quem se interessar em ler Olavo de Carvalho, recomendo o livro “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”, e tirem suas próprias conclusões sobre ele, afinal, todos somos suficientemente inteligentes para saber filtrar o que é bom ou não, e não aceitar estereótipos como nosso amigo XPTO parece querer formar…ele tem grandes textos, apesar de que não concordo com tudo, faz parte de uma vida saudável, concordar, discordar…), “Diz-me quem admiras e te direi quem és “…. Toda ditadura é ruim meu amigo, então, não existe como ser contra uma e a favor de outras, existe algo desconexo no que você defende….

    Não considero o estado alemão um estado de direita, pelo contrário, esse tipo de link que você fez para rotular uma direita que praticamente não existe aqui no país, é extremamente pobre…só falta considerar o PSDB de extrema direita……

    Agora estamos em completo desacordo! Você diz…”E regulações na Imprensa não é um pecado em si”, vá com calma, a liberdade de pensar não deve ser retirado do cidadão, de expor suas idéias por qualquer meio! Tanto comunista, quanto liberal, conservador, gay, hétero, socialista, roqueiro, fofoqueiro…. a liberdade de expressão é a necessidade básica de um estado democrático (eu sei, eu sei, comunista odeia a democracia, mas paciência, é o modelo vigente e aceito pela população, então vamos respeitar nossa constituinte!). Todos tem o direito de se expressar, e até de responder por sua liberdade de expressão, se agir na tangência da lei!

    Novamente, desacordo….a doutrinação já começa pelo modelo de Paulo Freire implantado! E existe doutrinação tanto de esquerda como de direita, mas como a grande maioria dos professores se aproxima de idéias de esquerda (até onde eu sei….), o pêndulo está viciado para um lado….

    Você tem o direito de pensar que pessoas de pensamento liberais e/ou conservadores são atrasados, ou como você fala, as trevas….nada mais falso….amo meu país, amo meu estado, amo minha cidade, e estarei dando a contribuição no meu campo profissional e cívico, desejo de todo coração o nosso desenvolvimento, de deixar um legado de crescimento ao nosso chão, e irei fazer a minha parte! Agora, essa ideia de vitimização, de que NÃO somos senhores do nosso destino, pois basta a conspiração internacional pairar por aqui que quebram nossas pernas, é que não vai levar a nada.
    Devemos saber que nossas vitorias e derrotas são de responsabilidade nossa, e não de terceiros. Devemos pensar que somos sim senhores do nosso destino, e que devemos estudar, criar, trabalhar e construir! E não querer um estado decidindo o que devemos ou não fazer, tutelar nossas escolhas. Precisamos de verdades, precisamos saber que Santos Dumont não inventou o avião, que o verde e amarelo da nossa bandeira remete as cores da família de D.Pedro, e não desse nacionalismo frouxo do bom selvagem que querem botar para o povo, essa história de mentira, que criou o personagem brasileiro de zé carioca. Os mestiços do casa grande e senzala de Gilberto Freyre (ou seja, toda a população brasileira!) precisam ter orgulho de serm bons, fortes, trabalhadores, e não espertos como o zé carioca. Pensamentos como o seu caro XPTO, de vitimização, de divisão do nada, esse pensamento ideológico exacerbado só favorece os iguais!

  7. Observador abril 4, 2014 às 9:38 am #

    XPTO, Eu assinei o manifesto que Gilberto Gil fez na AVAAZ.org e estou bem informado, se o marco da internet fosse aprovado como o PT queria significava censura e proteção a os empresários.

Deixe uma resposta