PREFEITO PAGA 1/3 DE FÉRIAS, EXPLICA O ATRASO, E A APLB QUE FAZIA POLÍTICA, FICOU COM CARA DE TACHO

Depois da cobrança dos professores de 1/3 de férias, que ficou sem pagar por causa da implantação obrigatória do sistema SIAFIC, a prefeitura quitou o débito com os professores.

A APLB, mentora da cobrança dos direitos devidos dos professores, foi chamada a comparecer à prefeitura para entender o problema pelo qual havia atrasado o pagamento, mas sequer compareceu para ouvir os esclarecimentos da empresa que implantou o sistema.

Apesar de muitos professores entenderem a situação e se solidarizarem com o prefeito, a sargentona do sindicato resolveu ir à praia para curtir o calorsão. Talvez fugindo para não passar vergonha por suas reivindicações sem coerências.

A verdade é que o prefeito Jairo está mais uma vez diante de um adversário político, que também trabalha contra suas ações, querendo transformar o bom trabalho em algo abominável.

De um lado Marcos Medrado, o “mui amigo”, e do outro, Martiniano Costa, apoiador do sindicato, que sempre se posiciona contra os prefeitos. Com certeza se algum dia Martiniano virasse prefeito, o sindicato jamais faria qualquer manifestação contra.

A verdade é que Jairo vem pagando os salários em dias, inclusive direitos da classe, assim como o piso salarial, que não teve nenhum motivo de celeuma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *