EMPRESÁRIO RAMIRO CAMPELO TEM ALVARÁ DESDE 1980, PORÉM, SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE QUERIA TRAVÁ-LO DE CONSTRUIR. ALGUÉM SABE POR QUE?

Uma coisa nos chama a atenção quando a gente observa essa foto acima mostrando uma cena natural, aqui é um empreendimento do empresário Ramiro Campelo de Queiroz, que ficou bloqueado de fazer esta obra no governo de Ricardo Moura e depois foi liberado, ainda na mesma gestão, para executar a obra.

Na época, o então Secretário de Meio-ambiente, embargou este empreendimento alegando que, o empresário Ramiro Campelo estaria ilegal, e que o mesmo estava construíndo em uma área de preservação ambiental.

Após ver estas caçambas fazendo esse aterro no local, liguei para o empresário e questionei, procurando saber se já tinha uma liberação daquela área, e ele me disse que, tem um alvará desde 1980, há 42 anos.

Ramiro nos mostrou toda a documentação que libera o empresário para construir no local e nos disse que tem muito cuidado com essas coisas, principalmente porque já tem 80 anos e não quer deixar nada errado em sua vida.

Ramiro disse também que, tudo o que ele está fazendo é dentro dos limites, “Estamos entre uma área pavimentada que circula e protege a área de preservação, jamais iria fazer besteira”, disse o empresário.

O que nós podemos pensar em relação a isto, já que o Secretário da época bloqueou o empresário de construir e logo em seguida deixou que executasse o empreendimento?

Claro que tudo leva a crer que, alguém estava querendo achacar o empresário porque não sabiam que ele estava todo regular e caso ele não mostrasse os documentos com certeza iriam travar a obra para tentar receber algum benefício.

2 thoughts on “EMPRESÁRIO RAMIRO CAMPELO TEM ALVARÁ DESDE 1980, PORÉM, SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE QUERIA TRAVÁ-LO DE CONSTRUIR. ALGUÉM SABE POR QUE?

  • novembro 30, 2022 em 8:07 pm
    Permalink

    Verdade Marcel, o Alvará tem validade, tem que verificar esse documento, porque pelo que eu sei o Alvará tem validade de um ano .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *