O VELHO OESTE DE VOLTA

image

Ouvindo o programa ”Direto ao Assunto” desta segunda-feira, com Arnaldo Santana e Zé de Buca, ouvi o apelo de uma mulher que pedia por segurança naquela área da Feira Livre. A senhora que é dona de uma barraca de comida naquele local disse que quatro elementos beberam e saíram sem pagar o que consumiram, e depois agrediram ela com chicotadas na presença de pessoas, e ninguém fez nada para socorrê-la. Provavelmente por medo.

Estamos pertinho do abismo. Como pode uma cidade como Valença, de gente trabalhadora e pessoas que se conhecem chegar a esse ponto? Sabemos que numa família se o pai não disciplinar seus filhos ele pode perder o comando e todos se tornarem rebeldes. Assim também é uma cidade, se o chefe de polícia não se preocupar com os desmandos da população isso aqui vai virar uma cidade do velho oeste americano. O ato que esses elementos praticaram com essa pobre senhora é um exemplo disso, esse descaso é porque eles sabem que nada poderá lhes acontecer. Os traficantes trabalham pelos pontos mais nobres da cidade: na orla, na Praça da Bandeira. Os viciados fumam suas pedras em qualquer lugar, os ladrões praticam seus pequenos furtos a todo o instante.

Não vim aqui sacrificar ninguém. Mas quero dizer uma coisa: gostaria muito de um dia receber um título de cidadão Valenciano, disso eu teria orgulho sim porque eu amo essa terra, tenho filhos e mulher que nasceram aqui, mas também quero ter serviços prestados a minha comunidade para merecer tamanha grandeza. Aqui em Valença são distribuídos títulos de cidadão a torto e a direita. São entregues esses títulos a pessoas só porque ocupam cargos de importância, mas não correspondem ao título que receberam. Já disse: não quero sacrificar ninguém. Mas os senhores que receberam esses títulos façam jus a grandiosa honraria. Porque quem merece de fato (não é o meu caso), só fica de boca aberta e esperando proteção, que não vem..

26 Respostas para O VELHO OESTE DE VOLTA

  1. Henrique fevereiro 9, 2010 às 11:27 am #

    vc ouviu quando o ten.cel.uzeda falou dizendo que ela deveria ligar pra 190 pra que soluções fosse tomada, ele ñ ouviu quando a senhora falou que ligou e um soldado disse que era pra ela ir a delegacia e presta queixa..valença ta assim um big e bog, um joga pra la outro pra ca.. E DEUS NOS AJUDE, pq o bicho ta pegando..

  2. pelegrini fevereiro 9, 2010 às 11:40 am #

    Pois é Henrique, a coisa está de mal a pior. Mas no caso dos assaltos aos bancos de Amargosa a polícia toda se dedicou na busca, agora quando é um cidadão comum eles fazem jogo de empurra.

    Pro inferno a polícia!

    Abraço,

    Pelegrini.

  3. Gegeu fevereiro 9, 2010 às 3:11 pm #

    O CAMINHO NATURAL DO POVO COMPARANDO AS EXPERIÊNCIAS DE GOVERNO E O QUE É MELHOR PARA AS SUAS VIDAS.

    Praticamente já estamos em campanha para as eleições de 2010.

    O governo Wagner trabalhando, apresentando suas realizações, viagens permanentes ao interior do estado, projetos e planos sendo apresentados, muitos começando a tornar-se realidade.

    O ex-governador Paulo Souto, tentando a todo custo voltar a governar o estado, o que fez durante oito anos. Também faz suas viagens, procura ocupar espaço na imprensa, com intervenções semanais em Mário Kertész e, de forma quixotesca, nas páginas do Twitter.

    PESQUISAS MOSTRAM O NATURAL CAMINHO DAS ELEIÇÕES PLEBISCITÁRIAS.

    Institutos de pesquisa de diversas matizes que auferem a opinião da população do estado teimam ? em apresentar o mesmo resultado nesta fase da campanha. Wagner à frente, em todas com possibilidade de vitória no primeiro turno da eleição, em seguida Paulo Souto, ainda com um patamar alto de preferência, mas bem distante de Wagner e por último o Geddel, que vem caindo cada vez mais na preferência do eleitorado.

    Nem bem começou a fase da campanha aberta e o eleitor percebe e se manifesta que, pela primeira vez, vai poder comparar duas formas de governar, fruto de concepções diferentes que trouxeram resultados objetivos nas suas vidas. Para o bem ou para o mal.

    Em 2006, o confronto era entre uma forma de governar, que a exercia há décadas, confrontado com um sonho, que o eleitor resolveu experimentar já no primeiro turno.

    Agora o confronto vai se dar na análise dos resultados da experiência que o eleitor resolveu passar.

    O ELEITOR VAI ANALISAR O QUE WAGNER FEZ DIFERENTE. MUDOU O QUE O INCOMODAVA NOS SUCESSIVOS GOVERNOS CARLISTAS?

    Mudaram os índices sociais perversos que colocavam a Bahia em situação desagradável perante o resto do país? Como o titulo de campeão do analfabetismo com mais de dois milhões de analfabetos?

    Nesse exemplo: o governo Wagner fez um programa chamado TOPA, que já alfabetizou cerca de 400 mil pessoas e pretende agregar mais 300 mil.

    Por que Paulo Souto não fez? Agiu como?

    Vai analisar a saúde (tão criticada por Paulo Souto) e vai confrontar os fatos perguntando que movimentação estratégica Wagner está fazendo nessa área?
    Veja. Wagner está construindo e vai inaugurar um hospital geral no subúrbio, maior, mais leitos, mais tecnologia, pronto socorro, muito maior do que o atual HGE, feito por Waldir Pires.

    Ainda neste terreno estratégico, Wagner fez o Hospital Regional de Santo Antonio de Jesus, fez o Hospital enorme de Juazeiro, o de Barreiras, vai fazer um na chapada e está perto de inaugurar o imenso Hospital da Criança em Feira de Santana que, de tão grande, arrancou um comentário de um deputado do DEM, alegando que o governador deveria ter construído em Salvador e está fazendo em Feira “por pirraça”…

    O eleitor vai querer à mesa das decisões a resposta de por que Paulo Souto, em dois mandatos, não fez?

    Não existia demanda? O HGE atendia com folga a todo o interior da Bahia? O Roberto Santos não estava sobrecarregado? O Regional de Santo Antonio de Jesus, (carcaça há 20 anos) não era necessário? Wagner fez o Hospital da criança “por pirraça”? As crianças não precisavam na época de Paulo Souto?

    O eleitor vai analisar o acesso à água pela população do interior. Wagner botou água pra mais de 2 milhões de pessoas com o programa “Água para Todos”.

    Na época de Paulo Souto, essas pessoas tinham água? Era suficiente? Eram abastecidas de carro pipa? Tinha discriminação/ tinha uso eleitoral?

    Elas agora recebem água de forma universal acabando aos poucos com a “indústria da seca”?

    Em Salvador, a Rótula do Aeroporto que Wagner fez foi desnecessária/ existia engarrafamento? Hoje existe? E a Rótula do Abacaxi, que Wagner tá fazendo, é desnecessária? Vai ajudar?

    Por que Paulo Souto não fez?

    Esta simples pergunta é que vai dominar as discussões na campanha eleitoral na cabeça do eleitor.

    Por isso que, independente da vontade dos dois projetos políticos, a eleição vai assumir a forma de um verdadeiro plebiscito.

    Volta Paulo Souto ou dá mais um tempo a Wagner pra terminar seu trabalho? (como diz o povão: “dá mais um tempo ao homi”).

    PAULO SOUTO NÃO FEZ PORQUE É UM MONSTRO? E WAGNER FEZ PORQUE É BONZINHO? NÃO. NÃO É ESTA A QUESTÃO.

    PAULO SOUTO NÃO FEZ PORQUE A SUA CONCEPÇÃO POLÍTICA NÃO PERMITE QUE FAÇA.

    Essa é a questão. Concepção Política.

    A concepção política de Wagner, a mesma de Lula, orienta a fazer mais por quem mais precisa. A concepção da esquerda. Por isso que Wagner pôs em prática com força os programas sociais, faz essa intervenção estratégica na saúde e dota o estado de uma infraestrutura capaz de liberar forças econômicas geradoras do emprego.

    A concepção política de Paulo Souto é a concepção neoliberal acoplada à política e aos métodos clientelistas do carlismo, mantenedores do “escravismo político” responsável por décadas de dominação incólume, fossem quais fossem as condições de vida miserável enfrentadas pelo interior afora.

    Paulo Souto praticou e defende ideologicamente a visão de que “o mercado resolve” as necessidades da população. “Na medida em que são feitas intervenções na economia o povo vai sendo contemplado”, defendem.

    Foi por isso que Paulo Souto não tomou atitudes que contemplassem as camadas mais carentes da população durante os seus dois mandatos.

    VERTENTE CLIENTELISTA

    Pelo outro lado, a vertente clientelista de domínio político, aprendida na escola do falecido senador ACM, foi exercida por Paulo Souto nas suas relações no interior.

    A “industria da seca” era a base das relações políticas. Dominava-se uma área, com base na liderança local de seu grupo político. Manipulava-se o carro pipa e outros meios e pronto. Mantinham tudo e garantia-se do voto.

    Existia também a “industria da liberação de obras” do governo do estado para as prefeituras, apenas para as que o apoiavam e liberadas através do deputado carlista.

    O prefeito não era respeitado enquanto gestor. Era apenas uma peça de uso eleitoreiro.
    Assim se perpetuaram os “currais eleitorais” durante décadas.

    Wagner, em 2006, destruiu esse tipo de relação clientelista, iniciando a aplicação de um conjunto de políticas publicas democrática dentro da sua concepção de governar para quem mais precisa.

    Tá bom. Mas e Geddel?

    Geddel não tem política. Não abraça (e nunca abraçou) nenhuma concepção política.

    A sua concepção é a política pessoal. Se dar bem. A política de família que aprendeu com seu pai, antigo Coronel Afrisio Vieira Lima, eterno carlista antigo, formado na política à imagem e semelhança do falecido senador.

    Por isso que só vai descendo nas pesquisas, porque o povo enxerga essa sua característica.

    Na campanha, seu Marketing vai apresentar um amontoado de propostas, mas que não resistem a um sopro da comprovação da inconsistência política.

    A dinâmica do plebiscito estadual vai ser inclusive acelerada com a inevitável conjugação com a campanha nacional, também plebiscitária. Onde Wagner/Lula/ Dilma confrontam-se com Paulo Souto/Serra/FHC .

    E o esquisito do Geddel, completamente esmagado no meio, sem feder e nem cheirar. Nem tanto ao céu nem tanto ao mar.

    Do Blog de: Antonio do Carmo

    Gegeu,

  4. pelegrini fevereiro 9, 2010 às 5:25 pm #

    Gegeu,

    Publica lá o nosso comentário, diz lá que esse pessoal fala e muito, só esquece do principal, a questão da violência na Bahia e em todo o Brasil. Eles falam que Wagner está construindo hospitais, levando agua para todos, hospitais de crianças etc… Têem que construir muitos hospitais mesmo é realmente preciso muitos hospitais. Sabe quantos registros de tiros, facadas e mortes por motivos de drogas chegam por dia aos hospitais? Isso eles esquecem. Depois tem um detalhe: esse TOPA pra mim é mais eleitoreiro, não vi funcionar ainda, me mostre um exemplo aqui em Valença. Outra coisa: quem manda colocar crianças nas escolas e aprovarem sem ser alfabetizados? Ai depois vem querer consertar com TOPA?

    O carlismo não morreu, pelo menos os oportunistas estão ai: Ramiro, Cláudio e outros bichos mais, que eles dão mais chances do que a nós que ganhamos essa batalha, aliás eu não preciso, nunca precisei deixo as oportunidades para os apadrinhados deles.

    Pede a eles para deixarem de falar mal do ministro de Lula: o senhor Geddel Vieira Lima. Êta povinho complicado!

    Chamo isso de burrice ou imbecilidade.

    Abraço,

    Pelegrini.

  5. chico do tomate fevereiro 9, 2010 às 9:17 pm #

    vamos falar de valença, o prefeito bajulador de vagareza faz um aquario no trevo do guaibim, sera que o DERBA deu aval, ou o prefetinho querendo mostrar a vagareza um mal feito trabalho armengue na rodovia,enquanto a entrada da cidade do pitanga um verdadeiro lixo,porque sera que este prefeito gosta de bajular, e nao faz nada pela cidade, e um verdadeiro cara de PAU.

  6. MAGAL fevereiro 9, 2010 às 9:21 pm #

    OAB reforça pedido de afastamento de Arruda
    A adoção das medidas judiciais necessárias para o “imediato afastamento do governador” do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), ou, “se for o caso, sua prisão preventiva” é solicitada pelo presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcanti, em ofício enviado hoje ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Arruda é acusado de chefiar o escândalo de corrupção conhecido como “Mensalão do DEM” e de tentar obstruir a apuração dos fatos pela Justiça.

    De acordo com informação divulgada pela OAB nesta tarde, Cavalcanti considera que a permanência do governador no cargo se tornou “incompatível” com o exercício da função pública, “diante do fato de que ele violou diversos estatutos.” Na avaliação do presidente da OAB, não há mais “ambiente” para Arruda continuar governando, e a permanência dele no cargo “poderá ensejar dano efetivo à instrução processual.”

    OAB DE VALENÇA PODERA AJUDAR A ADMINISTRAR A CIDADE DE VALENÇA,VEJO QUE PELO MENOS AS OBRAS PODE SER MELHOR,E SOBRAR MAIS DINHEIRO, E SO TER CORAGEM E AMAR VALENÇA DE VERDADE.

  7. FOFAO fevereiro 9, 2010 às 9:26 pm #

    O TELEFONE 190 DA PM DE VALEnÇA NAO FUNCIONA,JA LIGUEI VARIAS VEZES, OU A MOÇA QUE RECEBE AS LIGAÇOES NAO ESTA OBDECENDO cel UYEDA, um dia eu liguei ref o transito da PONTE NOVA, feira, ela me respondeu que eu deveria procurar a guarda municipal, o transito e coisa da PM, ASSIM O POVO DO detran de valença avisa.

  8. visão politica 2012 fevereiro 10, 2010 às 10:03 am #

    hoje ouvindo a FM RIO UNA pela manha e o maior radialista que valença ja teve, o ciro pimentel não é CHAPA BRANCA, disse na cara do prefeito bajulador armengueiro, ciro vc é o cara da verdade, a população de valença não suporta mais o que esta acontecendo com nossa cidade. meu forte abço.

  9. francisco carlos fevereiro 10, 2010 às 10:08 am #

    o ciro mandou cortar o microfone na cara do prefeito ditador,o prefeito bajulou,bajulou e conseguiu falar muitas mentiras, chamando o ciro pra uma obra no trevo do guaibim,será que este prefeito não sabe que alí é obra do DERBA, onde ele fez aquele projeto.

  10. francisco carlos fevereiro 10, 2010 às 10:12 am #

    é vergonhoso quem ouviu a FM 101,9 o marcos do pt de valença, avisando que esta no palanque com ramiro e toda corja do pt valenciana,final de mandato do PTS em todo brasil, É POR ISSO QUE RODRIGO MARIO CHAMA O CARA DE PAVÃO…………………..

  11. visão politica 2012 fevereiro 10, 2010 às 10:46 am #

    Crítica de FHC a Dilma gera discussão no Senado
    Agência Estado

    A campanha presidencial chegou ao Plenário do Senado. As críticas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que chamou a pré-candidata do PT, a ministra Dilma Rousseff, de “reflexo de líder” ecoaram e dominaram a sessão da Casa hoje. Ex-presidente do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) subiu à tribuna para dizer que a candidata governista é como silicone. “A Dilma é uma liderança de silicone. É bonita por fora e falsa por dentro”, atacou.

    A frase foi à senha para o início de um debate de cerca de 2 horas no qual o PT de Dilma levou desvantagem. Apenas três senadores do partido da ministra e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva – Eduardo Suplicy (SP), João Pedro (AM) e Serys Slhessarenko (MT) – estavam no plenário e responderam a Tasso. Apesar do tema polêmico o clima se manteve tranquilo sem bate-boca.

    “Ela é uma liderança feita a partir de um invólucro montado por uma equipe de marketing que usa números que não são verdadeiros”, prosseguiu Tasso. Suplicy foi o primeiro petista a falar, mas limitou-se a reconhecer que programas sociais tiveram início no governo de FHC e foram “ampliados” na gestão de Lula.

    Em seguida, foi a vez de João Pedro sair em defesa da ministra candidata. “Não se pode tratar uma ministra de Estado como falsa líder ou líder de silicone. Essa crítica que é feita, de que ela não foi prefeita nem governadora também foi feita ao Lula e veja hoje a aprovação dele”, retrucou o petista.

  12. cara de cutia fevereiro 10, 2010 às 11:00 am #

    Assessoria de Comunicação Social Classificação da Notícia: Consumidor

    05/02/2010 15:59:59 Redatora: Maiama Cardoso MTb/BA – 2335

    Mais de quatro toneladas de carne
    clandestina apreendidas em Valença

    Mais de quatro toneladas de carne clandestina foram apreendidas na manhã de hoje, dia 5, no município de Valença (262 km de Salvador), durante operação desencadeada pelo Ministério Público estadual em conjunto com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Vigilância Sanitária e Polícia Militar. Na ação, realizada no mercado popular e açougues da cidade, foram apreendidas carnes bovina e suína que se encontravam em situação irregular, explica o promotor de Justiça Tiago Quadros, lembrando que, em 2008, a Promotoria realizou duas audiências públicas com todos os comerciantes de carne do município, esclarecendo sobre a ilegalidade da venda do produto clandestino e/ou em condições impróprias para o consumo.

    Ainda segundo o promotor de Justiça, o MP expediu notificação aos comerciantes de carne estabelecendo prazo para adequação da venda da mercadoria em condições higiênico-sanitárias adequadas. Além disso, destaca Tiago Quadros, “fui pessoalmente a todas as emissoras de rádio da cidade para divulgar o projeto do MP de combate ao abate clandestino e ressaltei a necessidade de regularização da venda da carne”. Infelizmente, lamenta ele, aqueles que não cumpriram com as determinações sofreram hoje com a apreensão do produto irregular, que foi destruído.

    ASCOM/MP – Telefones: (71) 3103-6505/ 6502/ 6567

    Versão para impressão
    Enviar por E-Mail

  13. visão politica 2012 fevereiro 10, 2010 às 11:04 am #

    o ministerio publico deveria notificar o prefeito pelas mas condições da feira livre de valença, é sujeira para todo lado, o povo paga imposto na feira toda semana, cadê a vigilncia sanitaria, o ministerio publico, a maior sujeira em uma feira que todos compras verduras e alimentos, não existe banheiro publico na feira livre de valença, nenhum reporter das 2 radios faz uma espeção.

  14. Gegeu fevereiro 10, 2010 às 11:44 am #

    Os marginais de hoje como voce coloca no Blog sao jovens de 18, 19 ou mais chegando em media aos 25 anos criados frutos da deficiencia politica dos velhos tempos na Bahia. Os governos Lula só tem 7 anos. E o governo Wagner 3 anos. Observe que de lá pra cá a violencia cresceu justamente por novas, drogas, passivo social deixado pelos anos anteriores de falta de desenvolvimento social e o pior registros policiais verdeiros e transparentes.

    Lula e Wagner veem retirando os pobres da pobresa com base em dados oficiais e evidenciados pela propria FGV e IBGE, basta pesquisar.

    Sds,
    Gegeu

  15. pelegrini fevereiro 10, 2010 às 12:26 pm #

    Olha Gegeu, se você não fosse um petista eu o chamaria de burro. Agora todos nós sabemos que vocês são muito espertos, usam essas armas de dizer que os bandidos são frutos do passado para encobrir a incompetência de vocês. Daqui a 50 anos vocês vão continuar dizendo a mesma coisa, aliás, não dirão porque eu tenho certeza que o mundo vai evoluir.

    Os marginais que se formam são frutos da pobreza. Como é que estão acabando com a pobreza?

    Dá licença Gegeu, vou fazer um picolé de maracujá senão eu vou infartar!

    Abraço,

    Pelegrini.

  16. Lucas Reis fevereiro 10, 2010 às 12:26 pm #

    Peleh meu companheiro, vendo seu comentário sobre o post de Gegeu, me senti provocado a responder.
    Sinceramente peleh, não compreendo como um programa como o TOPA pode ser chamado de eleitoreiro, visto que é um dos carros chefes do governo Wagner, iniciado no primeiro ano do governo e não as vesperas da eleição. Mas, Pelegrini, lanço aqui um desafio a você: O que o governo faria com os 2 milhões de analfabetos no estado?????????????????????????????

    No mais camarada, está claro a eficiência do governo Wagner nos mais diversos setores,como também há erros em outros, mas no balanço Peleh, fazemos um governo infinitamente melhor do que os carlistas em 16 anos!
    Isso, vc não pode negar, pelo contrário, precisa reconhecer!

    Quanto a segurança pública, volto a dizer, o governo contratou 6.000 PM´s em 3 anos, mas, repito, politica de segurança pública não se faz com policiais, se faz com educação, esporte, lazer, cultura. Creio, e sou muito sincero em dizer, que não concordo com a maioria dos posicionamentos do então secretário Cesar Nunes, que por muitas vezes interpreta a segurança pública como matar bandidos e reprimir jovens, na maioria das vezes negros,jovens estes que não conseguiram as mesmas oportunidades que outros e que o crime foi a única porta que se abriu pra ele.

    Era isso, me coloco a disposição pro debate.

    Um grande abraço

    Lucas Reis
    DCE UNEB
    Partido dos Trabalhadores

  17. pelegrini fevereiro 10, 2010 às 12:47 pm #

    Que bom Lucas você voltou! É muito ruim bater num só. Há pouco eu disse que iria fazer um picolé de maracujá para não infartar, resolvi chupar um de tapioca do qual você gosta muito, terminei de responder ao Gegeu e entrou seu comentário no blog.

    Se o TOPA começou no início do governo eu não me lembro, só recentemente ouvi falar dele, mas os benefícios não serão para os analfabetos não, muitas pessoas conseguiram um contrato com o governo para educar aqueles alunos que o governo mandou aprovar sem saber ler e escrever. Aliás meu amigo, pelas minhas contas o Brasil já não era para ter mais analfabetos não, lembra do MOBRAL que foi criado na ditadura militar, mas que nasceu há mais de trinta anos atrás. Os analfabetos de hoje são frutos da incompetência da escola pública que continua no mesmo esquema do passado.

    Você fala em 6.000 PM’s, coisa que não acredito, pois aqui em Valença é raro ver um. Depois caro amigo, você precisa ver os veículos que servem de viaturas para a polícia. Imagina que os bandidos estão assaltando de bicicletas e os veículos da polícia nã conseguem alcançar. Dá pena, é vergonhoso ver tudo isso, dá até vontade de rir e chorar.

    Não sei como as pesquisas dizem que Wagner está na frente. Será que ele aprendeu alguma coisa de manipulação de pesquisas com o Souto? Sei não companheiro…! Já que ele está arrematando todos os carlistas para o seu lado, quem sabe não está adotando também os esquemas dos carlista?

    Abraço,

    Pelegrini

  18. Gegeu fevereiro 10, 2010 às 2:08 pm #

    Pelegrini, nao estamos tentando encobrir nada. A Segurança é uma preocupação sim, muito grande e grave, inclusive em nenhum momento entramos na questão se sou ou nao PT… Simplesmente encontrei um texto que nos mostra uma comparação que tem muito haver com a realidade. Nao temos como combater a droga e o crime se nao houve um projeto conjunto de ações. Tentei lhe mostra de onde vêm, nao é de agora. Para reforça este momento analise que os governos acabaram de criar através do gov do estado e federal um grande planejamento e programa de combate ao Crak (considerado pela OMS, como o “Mau do Século”).
    Voce deveria esquecer o PT, porque o PT hoje governa com o PMDB, PP, PSB, PDT e outros partidos que nao lembro agora. Ao analisar política tem que ser com profundidade, porque o pais é um só, o povo somos nós brasileiros, a droga pode atingir nossas famílias e nao ser culpa do governo ( nós nao estamos na classe pobre ), a droga é também usada pelos ricos, os ricos também roubam e, muito! Mais que os pobres( e nao vão presos).
    Vamos fazer uma coisa! Percebi que voce nao gostou do papo e de minhas colocaçoes, me pre julgando e rotulando o pessoal do PT e tal, como se fosse ruim ser do PT… Para nao ficarmos perdendo tempo e lhe incomodar, vou deixar de enviar minha opinião ao seu blog. Desculpe, Gegeu

  19. pelegrini fevereiro 10, 2010 às 2:44 pm #

    Fique a vontade Gegeu, esse é um espaço democrático, ninguém é obrigado a ficar aqui. Também não somos obrigados a ouvir e ficar calado, a época da mordaça que os pelegos do PT querem impor ainda não chegou. Enquanto isso vou limpando meu caminho.

    798-1= 797

  20. FOFAO fevereiro 10, 2010 às 10:09 pm #

    este gegeu e lucas parece que trabalham no governo vagareza, fala muito bem deste governo, mais quem precisa deste governo realmente nao ver nada,a policia de valença ja perdeu ate o jeito de andar, o projeto topa do governo vagarezza as manchetes diz tudo, ninguem aprendeu nada, e ninguem recebeu os kites necessarios, conforme denuncia durante a semana,o mobral de vagareza voltou pior, mais sabia se ACM tivesse vivo, vagareza ia trabalhar melhor, porque as denuncias ia ser mais forte.

  21. VISAO POLITICA fevereiro 14, 2010 às 8:31 am #

    RIDICULO FOI ONTEM NO GUAIBIM, EM PLENO CARNAVAL, SEM TRIO E NEM BANDAS, E A POLICIA JA COM MEDO MANDOU OS CARROS DE SONS QUE FAZIA SEUS SONS PARA ANIMAR, A POLICIA MANDANDO TODOS DESLIGAR OS SONS, E VERGONHOSO A DITADURA NUMA PRAIA ONDE SE PAGA CARO E NINGUEM TEM NADA, OS VAGABUNDOS ANDA SOLTOS, ROUBANDO, QUANDO O POVO LIGA O 190 A POLICIA DIZ QUE NAO TEM GASOLINA, COISA DO COMANDO DE VALENÇA…….. E VERGONHOSO.

  22. Lucas Reis fevereiro 18, 2010 às 12:30 am #

    Camara Pelegrini, estava mesmo procurando esse post, pois lembrava-me que ele tratava da segurança pública.
    Pois bem, todos sabemos do quanto se critica a segurança pública na Bahia, grande parte das vezes com razão, como eu próprio já disse, pois não concordo com a política de segurança pública adotada pelo Secretário César Nunes.
    Mas, o que nós não vemos Peleh, são os veículos de comunicação divulgar resultados positivos da segurança no estado.
    Por exemplo peleh, seu blog é muito visitado e vc é um duro crítico do governo Wagner. É necessário também, para manter a sua credibilidade, divulgar dados positivos. É necessário Peleh, que vc diga em seu blog que este ano houve uma redução de mais de 7% no indice de ocorrências durante o carnaval, apesar de parecer pouco é bom lembrar que desde quando Wagner assumiu tem reduzido ano a ano esse número.

    Ah e só pra eu naum esquecer, acho bom vc pegar a pesquisa IBOPE, última, pra eleição presidencial….kkkkkkkkkk
    Vai ter Tucano com a cabeça doendo!!!!!!

    abraços a tod@s

    Lucas Reis
    DCE UNEB
    Partido dos Trabalhadores

  23. pelegrini fevereiro 18, 2010 às 8:22 am #

    Meu amigo Lucas,

    Um funcionário da AGECOM foi que nos mandou informações de que a violência no carnaval de Salvador diminuiu. Isso é praxe de todos governantes, basta estar no poder para contar vantagens, sem falar que também podem manipular os números. Agora observe ai como ficou a violência no interior já que levaram todos os policiais para Salvador.

    Aqui na porta da nossa sorveteria por volta das 16:30 hs. de ontem levaram uma mesa nossa, fico espantado com isso, como os bandidos estão mais ousados, não nos respeitam mais, fazem a malandragem deles em nossa cara. Devem pensar que os problemas deles são culpa nossa, esquecem que os governantes deveriam criar programas para educá-los melhor, mas eles não querem nada do estado, querem o que é nosso.

    Você dá gargalhadas porque sabe que a economia do Brasil vai bem. Não se esqueça dos mineiros que ganham bem, mas vivem em túneis que podem desabar a qualquer momento. Melhor deixar para rir depois.

    Desculpe amigo, mas agora tenho que ir a loja comprar novas mesas para encher a barriga das crias do seu governador.

    Abraço,

    Pelegrini

  24. Jamile agosto 4, 2010 às 5:29 pm #

    Achei tudo isso um absoudo, pois como uma cidade com tanta gente não haveria um cidadao para socorrer a pobre moça vitima de atentados fora da lei??
    Isso não é coisa que possa passar uma borraixa devemos sempre lembrar e tentar fazer o diferente.
    Kd a ETICA NA CIDADANIA na hora do atentado?
    AQUILO ALI NÃO ERA SENA DE NOVELA ONDE TODOS ASSISTIAM, ERA REAL!

  25. Jamile agosto 4, 2010 às 5:31 pm #

    E onde tava nesse momento a segurança PUBLICA?

  26. pelegrini agosto 4, 2010 às 5:50 pm #

    Boa pergunta amiga Jamile, você conhece a Bahia? Vivemos essas situações porque nosso governador da propaganda não olha para isso. Ele só faz propaganda, mas polícia que é bom, não temos, ganham mal e ainda correm risco de vida.

    Abraço,

    Pelegrini

Deixe um comentário