COLLOR, SARNEY, RENAN, GILMAR… TUDO ISSO DÁ MUITO NOJO!

Ultimamente não sei o que me deu mais nojo, se a crise da justiça (com bate-boca dos ministros Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa) ou a crise do senado (com diversos bate-bocas), só sei que sinto nojo, nojo de Renan Calheiros, de Fernando Collor, de José Sarney e dos senadores que tentam a qualquer custo salvar o presidente do senado.

Quando vi aquele sorriso cínico do ministro Gilmar Mendes no bate-boca com o ministro Joaquim Barbosa, imaginei que aquilo seria a pior coisa já vista por todos os brasileiro em materia de cinismo, enganei-me, o cinismo do senador Renan Calheiros é bem maior, lembra e retrata bem o que são nossos políticos. Um bando de cínicos, que fazem o que querem, não respeitam nossas vontades, usam e abusam do poder.

Esse é um povo sem pavio, também sem pólvora. Não se vê uma manifestação. Que saudades daqueles jovens dos anos 50 e 60, da antiga UNE (hoje cheia de pelêgos), da CUT com suas bandeiras vermelhas desfraldadas (também cheia de pelêgos), do Lula (hoje vivendo o sistema que combatia), do Wagner (hoje repreendendo os policiais de fazerem greve, inclusive com promessa de punição).

Tudo isso me dá nojo. Ver um senado enlameado se sustentando com as broncas de Collor que no passado ja teve os direitos políticos cassados por 8 anos, com o cinismo de Renan que recentemente teve de renuciar à presidencia do senado por envolvimento com empreiteiros e agora com Sarney, envolvido com escândalos de nepotismo e outros bichos mais. Tenho mesmo é que sentir muito nojo.

4 thoughts on “COLLOR, SARNEY, RENAN, GILMAR… TUDO ISSO DÁ MUITO NOJO!

  • agosto 9, 2009 em 7:06 pm
    Permalink

    ALSTOM: SERRA, JOÃO HENRIQUE, PAULO SOUTO, ACM NETO (e talvez Geddel..Mas Lúcio com certeza!!!) VÃO ESTAR REUNIDOS NO METRÔ DE SALVADOR AMANHÃ!

    SERÁ QUE VÃO DISCUTIR O BLOQUEIO DE CONTA MILIONARIA NA SUIÇA ATRIBUIDA AO IRMÃO DO PRESIDENTE DO METRÔ?

    Eu deveria ser repórter investigativo. Tenho a maior inveja de quem é.
    Veja que matéria excelente do Blog http://www.desabafopais.blogspot.com, sobre o assunto. (É um pouco grande mas vale a pena e como hoje é domingo dá pra ler mais.)

    “JUSTIÇA BLOQUEIA CONTA ATRIBUIDA A IRMÃO DO PRESIDENTE DO METRÔ ( o atual…)

    Promotores brasileiros e suíços investigam suspeita de que conta na Suíça recebeu recursos ilegais da empresa Alstom Mesma decisão congelou uma conta atribuída a outro suspeito no caso, Robson Marinho, conselheiro do TCE; ele nega ter conta na Suíça

    MARIO CESAR CARVALHO DA REPORTAGEM LOCAL

    A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de uma conta na Suíça atribuída a Jorge Fagali Neto, irmão do presidente do Metrô, por ter indícios de que ela recebeu recursos ilegais da Alstom.

    A mesma decisão bloqueia uma conta também na Suíça atribuída a Robson Marinho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e segundo homem na hierarquia no primeiro governo de Mario Covas (1995-1999).

    A Folha revelou no final de junho que a Suíça havia bloqueado uma conta atribuída a Marinho. Tanto Marinho quanto Fagali Neto negam ter contas na Suíça.

    A Alstom está sob investigação no Brasil e na Suíça por suspeitas de ter pago propina para obter negócios com políticos tucanos.

    A decisão foi tomada pela juíza Maria Gabriela Spaolonzi, da 13ª Vara de Fazenda Pública. Ela concedeu liminar solicitada pelos promotores Silvio Marques, Saad Mazloum e Mario Sarrubbo, da Promotoria do Patrimônio Público e Social.

    Perto de R$ 20 miA conta atribuída a Fagali Neto foi aberta no Banque Safdié de Genebra e recebeu perto de R$ 20 milhões.

    Os depósitos somam US$ 10.558.069 (R$ 19,3 milhões em valores atuais) e 211 mil (R$ 546,4 mil) até setembro de 2003, segundo documentos do Ministério Público da Suíça.

    As últimas informações dos promotores suíços mostram que a conta de Fagali Neto tem um saldo de cerca de US$ 7,5 milhões (R$ 13,7 milhões).

    Ele foi diretor financeiro do Metrô em 1993 e secretário de Transportes em 1994 (governo de Fleury Filho).

    Seu último cargo público foi no departamento de projetos especiais do Ministério da Educação entre 2000 e 2003, na gestão do ministro Paulo Renato.

    Em outubro de 2003, um mês depois de a conta atribuída a Fagali Neto ter recebido recursos da Alstom, o governador de São Paulo à época, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou o contrato para a construção da linha 4-Amarela, um negócio de R$ 1,8 bilhão.

    A Alstom integra o consórcio que faz a linha.Em setembro de 2003, o irmão de Fagali Neto, José Jorge Fagali, era gerente de custos do Metrô.

    Em 2007, meses depois de um acidente num túnel da linha 4-Amarela que matou sete pessoas, foi nomeado presidente da empresa pelo governador José Serra (PSDB). (POR QUE SERRA?)

    O dinheiro que está na conta atribuída a Fagali Neto saiu da Alstom e passou por pelo menos três outras contas até chegar ao Banque Safdié, de acordo com a documentação suíça.

    O trânsito do dinheiro por outras contas foi uma forma de tentar despistar que a origem do dinheiro era a Alstom, segundo promotores brasileiros.

    As duas contas já haviam sido bloqueadas pelo Ministério Público da Suíça. A concessão de liminar pela 13ª Vara de Fazenda Pública tem como objetivo evitar que a Justiça suíça suspenda o bloqueio, sob alegação de que o Brasil não teria interesse pelo caso por não ter tomado nenhuma decisão judicial sobre aqueles valores.

    Serve também para preparar o terreno jurídico para eventual repatriamento de recursos.”

    A IMPRENSA BAIANA DEVERIA PERGUNTAR A SERRA SOBRE O CASO DA ALSTOM…

    Antonio do Carmo

    fonte: http://politicacomdedonaferida.blogspot.com/

  • agosto 9, 2009 em 7:07 pm
    Permalink

    WAGNER NÃO COMETE O MESMO ERRO DE WALDIR.

    DIÁRIO OFICIAL ESTÁ A MIL POR HORA EXONERANDO A TURMA DE GEDDEL!

    O governador agiu corretamente. Todos os cargos do PMDB indicados por Geddel estão sendo exonerados congestionando o Diário Oficial do estado.

    O Governador tomou uma atitude correta.

    Com o nível de desgaste que Geddel provocou na aliança, a IMEDIATA exoneração de todos os cargos é importante porque evita uma possível atitude de boicote à administração.

    E mais do que isto, dá uma segurança e combatividade aos demais membros da administração e aos políticos aliados, quanto ao rumo geral para concluir o ano de gestão de 2009 e consolidar as bases para enfrentar as forças do atraso que querem voltar ao poder.

    Waldir Pires, é uma figura espetacular, mas cometeu um gravíssimo erro quando assumiu o governo e deixou praticamente todos os cargos no interior e na capital, com os antigos ocupantes carlistas.

    Me lembro na época que, os próprios ocupantes carlistas, viviam eternamente gozando com os apoiadores de Waldir por ainda permanecerem nos cargos.

    Isto, na política do interior, é vida ou morte! Desde a nomeação de um simples diretor até os cargos maiores, a substituição dá firmeza a base e atrai novos aliados.

    Excelente atitude de Wagner.

    Antonio do Carmo

    fonte:http://politicacomdedonaferida.blogspot.com/

  • agosto 10, 2009 em 12:35 pm
    Permalink

    Não gosto de Geddel, mas com certeza romper com Wagner agora foi muito mais descente do que o PT fez com João Henrique, deixando o rompimento pra última hora, tendo todas as BENÉSSIAS de fazer parte do governo e depois sair falando barbaridades, esquecendo-se que até ontem, leia, até ontem mesmo, era governo. E ninguém esquece aquela gang que o PT importou pra manipular a Secretaria de Saúde. Um vexame, uma vergonha nacional a morte do funcionário público Neilton da Silva.

    Dedo na Ferida, cuide da sua ferida, antes de apontar seu dedo na dos outros. A dor da minha ferida fica incólume diante das suas observações. A dor é proviniente dos muitos e muitos anos de militância petista, de sonhar em se construir uma gestão pautada na transparência, no respeito ao bem público, nos princípios socialistas, os quais eu acredito e por que tanto lutei e que o seu PT diz ter como base.

    Ser um repórter investigativo, é muito mais que navegar na internet, selecionando matérias. O primeiro passo é compreender o todo, depois veja as partes e por favor, não esqueça da história.

  • agosto 10, 2009 em 12:44 pm
    Permalink

    Dedo na Ferida, o blog petistinha do seu amigo mamador do PT só mostra um lado, o dele. Por favor, se quiser ter respeitabilidade na sua futura carreira, estude e pesquise, TENHA COMO REFERÊNCIA, PESSOAS COM CREDIBILIDADE. Patético esse cara!A análise política nunca pode partir de um único olhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *