Governo apresenta projeto Morada Produtiva em Brasília

car Melhorar a vida e fortalecer a cidadania de centenas de famílias de agricultores em condições de pobreza e extrema pobreza distribuídas nos 27 Territórios de Identidade da Bahia.  Com este objetivo, o secretário de Desenvolvimento e Integração Regional, Wilson Brito, esteve no final da tarde de ontem (27), na sede do Ministério das Cidades, em Brasília, para apresentar ao ministro Mário Negromonte o programa de habitação rural Morada Produtiva.

A iniciativa, que contempla comunidades rurais em todo o estado, se junta a várias ações de combate à pobreza e fomento ao desenvolvimento regional sustentável, que vêm sendo empreendidas pelos governos estadual  e federal, a exemplo do programa de Inclusão Produtiva e do Brasil sem Miséria, respectivamente.

Segundo o secretário Wilson Brito, a idéia é dar ênfase à metodologia de integração de programas e projetos da Sedir/CAR e do governo, buscando a construção de moradias com base em uma política mais ampla. “Queremos melhorar a situação habitacional destas comunidades, mas estar também atentos às questões relacionadas à produtividade, ao crescimento social e ao desenvolvimento dessa população”, disse.

Para formatar a proposta, já está sendo constituído um grupo de trabalho da Sedir/CAR e do ministério. O projeto está sendo analisado pelo Ministério das Cidades e terá uma duração de quatro anos.

Estiveram presentes ao encontro, os coordenadores do Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR)/Produzir, Cláudio Queiroz, de projetos de Desenvolvimento Regional da Sedir, Eduardo Gomes, o coordenador executivo de políticas do Desenvolvimento Regional, Tiago Cavalcanti, e os assessores da Diretoria Executiva da CAR, Lanns Almeida e Roberto Freire.

Uma resposta para Governo apresenta projeto Morada Produtiva em Brasília

  1. EDIVALDO julho 31, 2011 às 6:02 pm #

    ESSE POVO ( OS POLÍTICOS )TEM QUE OLHAR A SEGURANÇA PÚBLICA COM MAIS RESPONSABILIDADE.

    FONTE: (JORNAL DA MÍDIA-BA)

    A taxa de homicídios em Salvador – 61 por 100 mil habitantes – é cinco vezes maior do que a ONU estabelece como suportável para as grandes cidades – 12 por 100 mil. Somente neste final de semana foram 21 assassinatos. O governo baiano se mostra incapaz para agir, reagir, apontar soluções, se antecipar, investigar, prender bandidos e amenizar o sofrimento da população.QUE VERGONHA.

Deixe uma resposta