Secretaria e Conselho Municipal de Turismo de Cairu estimulam trade para adoção do Selo Nacional Turismo Responsável – Limpo e Seguro

O setor  turístico foi um dos mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus, para  contribuir com a retomada do segmento, e observando todas as recomendações dos órgãos de controle, a Prefeitura de Cairu, por meio da Secretaria do Turismo, e em conjunto com o Conselho Municipal de Turismo, orienta as empresas do município -arquipelágo para adesão da campanha nacional do Selo Turismo Responsável – Limpo e Seguro – instituída pelo Ministério do Turismo (MTur). 

A adoção do selo visa contribuir para a retomada segura do setor ao atender as novas exigências dos turistas, que voltam mais exigentes após a pandemia, pensando na higiene e segurança. O selo é um compromisso que os empreendimentos firmam junto ao MTur de adoção dos protocolos de biossegurança, tanto para colaboradores, como para turistas. Ao vizualizar o selo nos estabelecimentos, o turista terá a segurança de que aquele estabelecimento está adequado aos novos procedimentos de higiene e segurança sanitária.

Como requisito para obter o selo, as empresas devem estar cadastradas no Cadastur. “Em 2019 realizamos campanhas de orientação e cadastros das empresas do trade turístico, incentivando a legalização das mesmas. A grande maioria já possuí o Cadatrur, para aquelas que ainda não fizeram seu cadastro, é bem simples, basta acessar www.cadastur.turismo.gov.br”, pontua a secretária de Turismo, Diana Farias.
Como solicitar o SeloPara solicitar o selo, o interessado deve acessar o site www.turismo.gov.br/seloresponsavel, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.

Estão disponíveis protocolos para: Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas e Guias de Turismo, entre outros.

Sem comentários.

Deixe uma resposta