BOLSONARO PEDE CABEÇA DE DECOTELLI

Apesar de ter recebido a sinalização de que deve permanecer no cargo, o recém-nomeado ministro da educação, Carlos Decotelli, envolveu-se em uma nova polêmica, o que, para auxiliares presidenciais, tornou sua situação praticamente insustentável.

Em nota divulgada na noite de segunda-feira (29), a FGV (Fundação Getúlio Vargas) negou que o economista tenha sido professor ou pesquisador da instituição. A informação constava em seu currículo, inclusive no texto divulgado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) quando assumiu a presidência do fundo em fevereiro do ano passado.

A nova controvérsia irritou o presidente Jair Bolsonaro, segundo assessores. A permanência de Decotelli à frente da pasta é debatida na manhã desta terça pelo presidente. Depois da nota da FGV, uma ala do Palácio do Planalto acredita que Bolsonaro pode tomar uma decisão sobre a saída do ministro até o final do dia. (Folha)

Uma resposta para BOLSONARO PEDE CABEÇA DE DECOTELLI

  1. Florêncio Martins LealJunior Leal julho 4, 2020 às 11:42 pm #

    Mais uma do Bozo . Sugestão coloca o Didi na pasta já que é comédia mesmo .

Deixe uma resposta