PREFEITURA X EVANGÉLICOS, PARTE II: Prefeita Recua e solicita da Câmara a devolução do Projeto de Lei do Meio ambiente

Ou a prefeita Jucélia, não entendeu o protesto dos evangélicos em relação a Lei Municipal de Meio Ambiente, onde eles questionavam sobre o art. 54 que exige uma Certidão de Tratamento Acústico (CTA), ou acovardou-se por ter solicitado da Câmara a devolução do Projeto de Lei 003/2013.

Os evangélicos questionavam porque o revestimento acústico é um investimento muito caro e disseram que poderiam até respeitar o controle do volume com o uso do decibelímetro , mas que o revestimento acústico seria quase impossível, pois além disso iriam precisar ainda de climatizar o ambiente com ar condicionado e essa manutenção seria cara, para eles que fazem um trabalho voluntário. Para não brigar com os evangélicos, a prefeita preferiu pedir a devolução do Projeto.

Pior é que esse projeto não tem só o art. 54 para analisar, existem outras coisas boas que trata da política municipal de meio ambiente e a prefeita preferiu sacrificar totalmente a lei, onde poderia fazer uma emenda, em prol dos evangélicos. Nesse caso podemos interpretar de várias formas essa retirada da lei: 1º) achando que a prefeita quer jogar a sociedade contra os evangélicos pois sacrificou todo o projeto, 2º) pode ser por falta de experiência da gestora, afinal é o seu primeiro mandato ou 3º) não tinha tanta importância a lei para o município.   

Será que a prefeita manda o Projeto de Lei de volta para o Legislativo? Vamos esperar o final dessa novela.

24 Respostas para PREFEITURA X EVANGÉLICOS, PARTE II: Prefeita Recua e solicita da Câmara a devolução do Projeto de Lei do Meio ambiente

  1. Pr. Josafá Souza Costa janeiro 30, 2013 às 11:12 am #

    Que fique bem claro pra toda a sociedade, nós evangélicos não pedimos pra retirar o projeto de lei, e sim questionamos os capítulos e artigos prejudiciais ao nosso seguimento.
    Mas diga-se de passagem que esse projeto como estava prejudicaria não apenas o nosso seguimento, mas vários outros com os quais nem foi discutido, sendo que ouvir de vários vereadores outros questionamentos ao projeto que também teriam a intenção de barra-lo ao chegar na votação final.
    Sabemos que ninguém põe uma arapuca vazia pra pegar passarinho, antes a recheia com várias iguarias, sendo isto mesmo a razão da captura da presa.
    É claro que a lei tem alguns objetivos importantes, mas o nosso questionamento foi sobre a parte ruim do projeto de lei, nada mais que justo.
    Obviamente a prefeita Jucélia fará as devidas correções e reenviará o projeto novamente à Câmara, sendo que todos os demais seguimentos devem procurar estudar o projeto antes fazer seus questionamentos, porque depois do olho furado não tem mais jeito.
    Quanto a nós, temos a sensação do dever cumprido, nada mais que isto.

  2. ANALISE janeiro 30, 2013 às 11:44 am #

    1º é natural a postura da Prefeita,se ela quizesse jogar a sociedade contra os evangélicos, ela manteria o projeto lá.2º a experiência da prefeita, e capacidade de dialogo, aliado a tranparência, levou ela a dialogar com o seguimento e para isso pediu de volta o projeto.3ºa lei é importante e será certamente levada em tempo oportuno para a câmara.
    Vamos ser menos sensacionalistas.

  3. Dalmo Nilo janeiro 30, 2013 às 2:40 pm #

    Tenho imensa satisfação de pertencer a uma comunidade de gente feliz como a Lírio dos Vales e um grande orgulho de ter como meu pastor o pr. Josafá Souza Costa um homem decente, humilde, e conhecedor da palavra de Deus, Homem que veste a camisa das causas evangélica.

  4. Luluzinha janeiro 30, 2013 às 2:55 pm #

    O problema é que ela é afobada, e é este despero dela que irá tirá-la do poder, nunca dá importãncia ao que as pessoas falam, acha q tem q ser tudo de qualquer jeito, se houvesse um certo tato, respeito e fizesse de fato o papel que uma verdadeira mulher tem de prestar atenção nos detalhes, teria de fato lido, analisado e discutido antes de mandar para a cãmara. E não criando este tipo de insatisfação para a sociedade, cada um com seus direitos e suas obrigações. O diálogo é a solução. Mas ela é assim e assim continuará sendo, infelizmente, pelo menos por enquanto.

  5. ROBSON janeiro 30, 2013 às 4:58 pm #

    Concordo com as afirmações sobre que a lei não pode ser cega nem ditatorial,mas temos tambem que disciplinar pois ninguem é obrigado a professar uma fé sem te-la, em miudos, uma pessoa que more perto de uma igreja não é obrigado a ouvir gritos de louvores adentrando a sua casa somente pela liberdade religiosa

    Deve se disciplinar ,se uma casa de show deve ter isolamento acustico ,tambem deverá a igreja, e outros estabelecimentos,como da mesma forma deve haver fiscalização com aparelho de medir som nos carros de som e carros particulares que rodam na cidade

    A lei vale para todos

  6. Edson F. janeiro 30, 2013 às 6:16 pm #

    Enquanto isso a Viação Novo Horizonte já tá em Barreiras trazendo ela de Brasília. Chega aí amanhã.

  7. Manoel leão janeiro 30, 2013 às 7:38 pm #

    Eu tou sabendo que a prefeita de valença ainda tira fotos com os jogadores do time do GUARÁ em Brasilia.

  8. Titio janeiro 30, 2013 às 8:34 pm #

    Errado são os evangélicos que votaram nela, agora nos resta é esperar 4 anos para expulsar esta corja do tio!

  9. ROBSON janeiro 30, 2013 às 8:52 pm #

    A prefeita jucelia deve equipar a Guarda Municipal ou outros Fun.Pub Municipais Fiscais com o aparelho de Decibelimetro, alias a Guarda Municipal já tem e coloca-los para fiscalizar fazendo a medição, passando dos niveis permitidos pela Lei Federal, aplica-se o flagrante multando o infrator e até podendo apreender o som (60 decibeis durante a noite e 70 decibeis durante o ida)

    Ai sim, voces iriam ver que os indices de poluição sonora estão passando e muito do que manda a lei federal

  10. Betão janeiro 31, 2013 às 6:56 am #

    Até aí tudo bem Robson,Mais querer tomar som de pessoas e turistas sem primeiro educar,sem aparelhos para medição e sem talão para multar é perigoso,primeiro se educa o cara que esta acima do volume permitido e faz anotações, se esta com carro,ou é bares,casa de shows, igreja e outros centros é fazer fiscalização continua até fichar na lei federal como manda o figurino, primeiro os fiscais da prefeitura preparado para essa missão,com aval do ministério publico, em caso de resistência do dono do som,aí pode acionar a policia para tal serviço,mais antes de tudo uma comunicação com o cidadão do som.

  11. Carlos Medeiros janeiro 31, 2013 às 11:26 am #

    ROBSON, você é um guardinha e não sabe o que está falando, até mesmo porque vocês são também uns fora da lei, porque usam armas escondido e não tem porte de arma. Muitos de vocês foram na Polícia Federal em Salvador tentar o porte e ficou provado que vocês não te são incapazes pra portar armas. Mas fique sabendo que nós estamos de olho em vocês e já sabemos que muitos de vocês estão usando armas sem porte de grosso calibre. Isto nem a Prefeitura nem o Ministério Público toma providências!
    Seu comentário já demonstra que suas atitudes serão arbitrárias caso vocês venham um dia na vida ter o poder de polícia. Mas caso venha ter, saibam que muitos desses guardas despreparados vão partir dessa pra outra bem mais cedo, pelo próprio despreparo que tem essa categoria em muitos municípios brasileiros.
    Sabemos muitas coisas negativas da GCM de Valença e estamos de olho em vocês.

  12. Heráclito dos Santos Barbosa janeiro 31, 2013 às 11:39 am #

    É preciso haver uma reparação sobre essa lei, pois se tiver que todos os espaços religiosos terem que se adequar à essa ordem, muitos terreiros de candomblé terão que ser fechados, pois não possuem poder aquisitivo para crimatizar todo o ambiente. Não temos dizimo, nem fundos para tal cumprimento. Acho que deve-se haver uma conversa da ordem politico-valenciana com nossos sacerdotes das religiões de matrizes africanas.

  13. ROBSON janeiro 31, 2013 às 12:31 pm #

    Negativo BETÃO a lei federal existe ha vários anos dede 1998.E a lei não fala que tem que ser advertido em primeiro lugar.A policia pode apreender o som, inclusive desarmar o som do carro e ser enviado para a Justiça ,como fez a policia no Guaibim tanto pela Lei de Poluição SOnora que exige realmente o decibelimetro, quanto pela lei de Contravençao Penal que configura-se na Perturbação da Paz e tranquilidade alheia que não exige o decibelimetro.

    A policia nao tem competencia jurica para aplicar multa por som alto,por isso não precisa de talao de multa.Inclusive o amigo BETÃO deveria pedir ao Ministerio Publico de Valença copia da resolução que já existe orientando as autoridades policiais a tomar as providencias e o que está acontecendo em valença principalmente no Guaibim é seguindo esta orientação do MP

    Informo também que a Guarda municipal e Policia Militar alem dos orgãos ambientais como o CODEMA tem o aparelho de decibelimetro

    Concordo que deve have educação e orientação antes de punir,contudo estas orientação já estão sendo feitas ha tempos e “ninguem pode alegar o descumprimento da lei alegando que não a conhece” ,diz a norma juridica e com certeza campanhas em todo o Brasil já divulgou que poluição sonora também é crime

    A lei já existe o que os municipios fazem é adequa-las a realidade local,mas tem que seguir os principios da lei Federal não podendo contradize-la ou retirar normas que são principais e contidas na lei hierarquicamente maior

  14. O Indignado janeiro 31, 2013 às 2:23 pm #

    Pelegrini. Para fazer uma matéria justa, vc deveria ouvir a outra parte, ou seja, ouvir alguém do executivo. Se não conseguisse, aí vc relatava que não obteve retorno de seus contatos. Fica uma matéria unilateral tendenciosa, amigo. O perfil deste blog não é ser democrático? O pedido de retirada é praxe, voltou para ser discutido melhor pontos em que classes se sentiram prejudicadas, isso é normal, faz parte de um processo democrático.
    A descentralização da gestão ambiental é a tendência para os municípios e para isso precisa ter seu próprio código ambiental (lei).
    Tanta zuada, tanto gasto de energia. Vamos canalizar esta energia para coisas boas. Valença passa por um processo histórico de mudança.

  15. TOMÉ janeiro 31, 2013 às 6:02 pm #

    Robson, boa tarde.

    Quando a guarda estiver equipada com subsídios adequados para fiscalização passa por favor na Avenida Beira Mar – Junto a oficina de bicicleta de André. Igrejas fazem uma barulheira terrível. Aliás, nessa rua tem várias. Faz uma fiscalização de peso.

    Veja comentário:

    Valenciano3 janeiro 25, 2013 às 5:29 pm #
    Amigo Pelegrini.

    Achei interessante a sua visão sobre o assunto.

    Olhe a nossa situação:

    Existe uma igreja evangélica aqui na Av. Alisson Magalhães de Freitas (Beira Mar), com um tamanho de mais ou menos 05mt x 12mt. Pequena ao meu ver e provavelmente estaria entre o grupo com poucos recursos que foi mencionado.

    Porém amigo, a igreja consegue produzir um barulho ensurdecedor, sem a menor consideração aos vizinhos, pois somos constantemente obrigados a fecharmos todas as portas e janelas de nossa residencia, na ilusão de tentar ao menos conversar de maneira civilizada. Sem gritarias.

    Certa ocasião pedimos a um dos líderes da referida igreja que baixasse um pouco o volume pois o som estava incomodando muito e não teria a necessidade de um volume tão alto. De forma seca e grosseira o mesmo nos respondeu que o horário (21:30) permitia o volume que eles julgassem ser o necessário e me virou as costas.

    Lhe pergunto: Será que um pouco de bom senso e empatia por parte das igrejas não se faz também necessário?

    Todos temos o livre arbítrio nas diversas escolhas em nossa vida, inclusive o que ouvir ou mesmo que religião seguir. Sendo assim nenhuma igreja pode impor o que temos que escutar por causa de suas intransigências, louvores, sermões, cantorias ou mesmo expulsão de entidades espirituais como alegam.

    Todos podemos viver pacificamente seguindo esta velha máxima que todos nós temos por obrigação moral conhecer e seguir:

    Mateus 7:12 – ” Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles façam a vocês; pois esta é a Lei e os Profetas.” – Se não me falha a memória no contexto essas palavras estão sendo relembradas pelo próprio Senhor Jesus.

    Forte abraço.

  16. ROBSON janeiro 31, 2013 às 6:17 pm #

    Amigo Carlos Medeiros

    Voce está maltratando a pessoa errada, quem escreve essas mal traçadas linhas não é Robson da Guarda Municipal,mas foi bom para vermos que o amigo tem algo contra a guarda de Valença

    Me meterei nesta discussao sobre porte de arma,saiba que qualquer cidadão de bem pode ir na policia federal e concorrer a um porte de arma,onde será exigido alguns requisitos para todo e qualquer cidadão,inclusive voce se tiver interesse

    A arma com registro e sem porte pode ser usada dentro de casa e em suas dependencias e a arma registrada e seu proprietario com o porte pode porta-la discretamente consigo.

    Qualquer pessoa idonea que comprove a necessidade de possuir uma arma poderá te-la, claro que apos conferencia e preenchimento dos pre requisitos da Policia Federal

    Se acalme meu filho e guarde essa raiva da Guarda Municipal

    A lei Federal já existe de crime ambiental e o municipio irá legislar em assuntos locais que se refira a poluição sonora e ambiental não podendo contradizer a lei federal e a policia tem o poder coercitivo de apreender o som ou veiculo que encontre-se em flagrante de poluição sonora e encaminha-lo a justiça e o Ministerio Publico é informado dessas ações

    Vá plantar batata amigo

  17. Carlos Medeiros janeiro 31, 2013 às 7:04 pm #

    Esse ROBSON é católico do pé roxo e eu quero ver se ele vai autuar pelas ruas e eu estarei de olho nele pra denunciá-lo ao Ministério Público, pois tá se achando o tal. Na igreja católica dele, tem sóm externo e não tem revestimento acústico.
    Eu estarei de olho nas ações desse grupo e nas igrejas deles.
    Veja a Igreja de São Pedro no Tento, o som é fixo do lado de fora incomodando o tento e o bairro da graça. Ele tá pensando que?

  18. ju janeiro 31, 2013 às 8:19 pm #

    Pelegrine, vc não publica os comentários mais inteligentes pq eles dão a exata noção da sua burrice. Continue assim déspota ridículo, lunático. Até o rolando na orla é mais interessante que esse seu blog fuleiro e tendencioso.
    Vc é a cara do seu partido, ou seja, a verdade é sempre aquela que vc quer ouvir, nunca a verdade de fato.
    Lhe faltam os argumentos.

  19. ROBSON fevereiro 1, 2013 às 12:06 am #

    Para Carlos Medeiros

    QUem não sabe rezar xinga a Deus, eu argumentei dentro da lei e voce o que é que diz(veja o seu triste comentario acima, é uma pena) o que tem a ver se eu sou catolico, evangelico, Budista, do Candoblé ou não. Estou argumentando que justamente isto, que a lei é para todos e voce me vem com uma argumentação dessas

    É uma pena, cansei !

  20. Carlos Medeiros fevereiro 1, 2013 às 7:53 am #

    ROBSON, vc deve ser frustrado por não ter tido ou aproveitado as oportunidades na vida, mas vai um conselho, enquanto vc está vivo, estude, vá a luta, seja feliz e deixa a vida dos outros em paz. Todo GM é frutrado porque queria ser puliça, mas não conseguiu, aí fica achado que á PULIÇA, como voces mesmo falam, PULIÇA, PODER DE PULIÇA. kkkkkkkkkk

  21. Primo de Robson fevereiro 1, 2013 às 10:48 am #

    Pelegrini, estou lhe enviando o meu e-mail e meu nome verdadeiro, só publique meu comentário quando você confirmar quem sou eu, até para uma eventualidade caso alguém queira me processar. nâo usarei o meu nome para fazer essa acusação aqui porque não sei se esse tal de Carlos Medeiros é um nome verdadeiro ou nick de algum vagabundo. Mas fique tranquilo para se acaso ele for verdadeiro e aparecer, pode dar meu nome e mandar ele tomar as devidas providências.
    Carlos Medeiros, você não passa de um mal caráter, um vagabundo desnorteado que vive a tocar fogo nas boas instituições dessa cidade, dobre a língua, lave a boca antes de falar da GCM/ Valença. Você pelo que se vê nos comentários não passa de um golpista que estás aqui juntamente com outros homens que se dizem de bem para ofender e desmerecer as boas coisas que construímos em Valença. Seu canalha, vai procurar o que fazer e deixe de estar nos blogs alheios fazendo acusações a pessoas de bem. E se você for homem realmente, se identifique e mostre essa cara de bandido, de ladrão, de falsário, de pedófilo, de corrupto e outras coisas mais para um crápula igual a você.
    Pelegrini, outra coisa não aceitarei resposta dele sem que ele faça pelo menos como eu fiz, se identificando. Mesmo que seja só para você.
    Abraço e parabéns pelo blog. É através do seu veículo que conhecemos o que passa na cabeça desses vermes de Valença.

  22. pelegrini fevereiro 1, 2013 às 10:57 am #

    OK, Primo de Robson, não preciso confirmar quem é você porque já trocamos e-mails em outras ocasiões. Publicarei o seu comentário.

    Abraço,

    Pelegrini

  23. ROBSON fevereiro 1, 2013 às 12:30 pm #

    kkk, essa discussão toda e eu não sou Robson da CGM..kkkk, acredito que o codnome “primo de robson” seja o Robson da CGM

    Ressalto que tudo que falei foi embasado na lei caro Carlos Medeiros sou graduado e pos graduado, que pena que você não sabe argumentar e só criticar

    Quem deve estudar é você ,antes de falar

    Martin Lutherking disse que:

    Antes de falarmos , temos que conhecer ! Entendeu o quer que eu explique ?

    Fique tranquilo amigo de Robson pois este cara é um despreparado e não vale a pena discutir

  24. A BOM KKKKKKKK fevereiro 1, 2013 às 6:23 pm #

    Isso é pouco, porque essa cambada de evangelico hipocrita e interresseiro acho que iria votar nela pra ela fazer o que eles querem…….bem feito…..ela tem que ver o lado da cidade……PRA LOUVAR NÃO PRECISA GRITAR, BERRAR……..ETC.

Deixe uma resposta