Archive | março, 2013

ADRIANO MEIRELES NOS VISITOU

ADRIANO IPrefeito Adriano Meireles visitou nossa sorveteria

Quem nos fez uma visita há pouco foi o vice prefeito de Cairu, Adriano Meireles, disse que é nosso cliente há muito tempo, mas que não me conhecia. Aproveitamos a oportunidade e nos apresentamos.

O vice prefeito é um cidadão muito simpático, demonstrou ser um homem antenado com a atulidade política do país e muito mais da sua cidade. Conversamos um pouco, trocamos idéia sobre comércio e descobri que ele também já foi meu colega. É isso mesmo, o vice prefeito já foi sorveteiro também, na cidade de Cachoeira.   

Comentários { 0 }

A TAXA DA VERGONHA

morroQuem paga R$ 15,00 pra entrar no Morro não é assalariado

As pessoas em Valença precisam ser mais inteligentes em relação ao que diz respeito a Cairu. Ultimamente comentam muito sobre a taxa de acesso de R$ 15,00 que está sendo cobrada em Morro de São Paulo. Todos precisam entender que isso não é inédito, há muito tempo que cobram essa taxa em Morro, se não me engano, essa taxa foi criada pelo então prefeito da época, Peleteiro (derrotado na última eleição) e suspensa algumas vezes pela justiça (?), isto é, se não for uma jogada que fazem próximo das eleições, porque sempre que foi suspensa era em época de política.

Agora, Cairu gosta mesmo é de fazer marketing com essa taxa, divulgar em toda a mídia da Bahia e Brasil, justamente para quando chegar a época das eleições eles derrubarem de novo. Ai apresentam seu candidato e todos vão votar felizes esquecendo de tudo.

Quero esclarecer uma coisa, não sou contra a cobrança dessa taxa, sou contra é a cobrança da taxa às pessoas que não tem condições de pagar por ela, porque com certeza o direito de “ir e vir” fica restrito só a classe dos poderosos. Eis porque o povo mais carente vota em certos políticos, porque acham que quando tiram a taxa estão fazendo alguma coisa por eles. E esse é o período em que os menos favorecidos podem fazer seu turismo.

Vamos aguardar mais uma vez a queda da taxa.

Vejam esse links depois, sobre essa taxa; http://pelegrini.org/politica/11421, http://pelegrini.org/politica/16296

Comentários { 12 }

IMAGENS DO MELHOR LUGAR DO MUNDO

barco xFinalzinho da tarde, nada melhor que sentar em frente ao Quiosque do Pelegrini e admirar a velha réplica rodeada por pequenos barcos

BARCFO IIParece até que estão namorando, os dois pequenos barcos

BARCO IIIO colorido dessas embarcações é que nos fascina 

BARCO IVNo cais, preparado para partir: “Obrigado meu Pai

BARCO VA lateral do antigo prédio onde funciona a Cãmara de Vereadores, o tempo poderá apagar tudo

BARCO VIFinalzinho de tarde sentado em frente ao Quiosque do Pelegrini Burger

BARCO VIICom a maré cheia invadino o Rio Una, até mesmo o moderno prédio da COFEL vira cartão postalBARCO IXO Rio Una convida…

Comentários { 6 }

ASPAMG CONVIDA

image

image

 

 

 

 

 

 

 

 

Convite

Associação de Pescadores e Marrisqueiras do Guaibim (ASPAMG) tem a satisfação de convidar vossa senhoria para participar de uma reunião com todos pescador e marrisqueiras do Distrito de Guaibim

Data 06 de ABRIL de 2013

Horário 6:30 da noite

Local sede da ASPAMG

PAUTA DA REUNIÃO

SEGURO DEFESO de 2013

CARTEIRA de pescador nova

Conselho municipal de pesca

casa do pescador

Empréstimo para o pescador

De um peixe a um homem faminto e você o alimentará por um dia. Ensine–o pescar e você o estará alimentado pelo resto da vida

Comentários { 0 }

MENSAGEM DE PÁSCOA – DIREC-05

image PÁSCOA

Ainda hoje somos homens e mulheres de passagem; somos filhos da Páscoa. Os mares existem, os cativeiros também. As ameaças são inúmeras. Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar, um sentido oculto que não nos deixa parar, uma terra prometida que nos motiva dizer: Eu não vou desistir! Pe. Fábio de Melo

Nesta Páscoa, para nós da DIREC-5, o importante é saber que JESUS vai nos nossos olhos, iluminando a passagem que fazemos diuturnamente para melhorarmos a Educação de nossa gente. Eu e você fazemos o caminho, pelos passos que damos juntos, para removermos a pedra do sepulcro e vivificarmos o sonho: JESUS reina no comando de toda travessia!

Flordolina Angélica de Andrade e equipe da DIREC-5/Valença

Comentários { 1 }

As Vozes do Ancestral Exposição de Infogravuras do artista plástico Elias Santos

O público do município de Valença, no período de 05 de abril a 05 de maio, poderá visitar a exposição As Vozes do Ancestral, do artista plástico Elias Santos, no Centro de Cultura Olívia Barradas.

A exposição que terá abertura no dia 05 de abril, às 20h, foi contemplada no Programa de Cultura Banco do Nordeste/BNDES 2012. Serão expostas 10 infogravuras (gravuras digitais) do artista, com dimensões de 0,80 por 1,20 m em papel fotográfico e laminação fosca. O projeto prevê ainda a realização de duas atividades pedagógicas que visam aproximar o público do processo de criação do artista, sendo: um bate-papo com Elias Santos no dia 08 de abril, das 09 às 11h, e a realização da Oficina Desenhos Ancestrais, nos dias 24, 25 e 26 de abril, das 09 às 12h. As atividades são gratuitas, direcionadas para jovens de 14 a 29 anos e acontecerão no Centro de Cultura Olívia Barradas.

Neste trabalho, o artista vislumbrou a possibilidade de trabalhar com a energia de Exu e suas polaridades: positiva e negativa. Elias Santos trabalha com essa noção de polos para a criação de formas híbridas, hermafroditas, coexistência de tendências indefinidas que apontam para um contínuo de possibilidades existentes entre o masculino e o feminino. Ao reelaborar aspectos de uma religiosidade tão presente no corpo e no inconsciente dos brasileiros, em especial dos baianos, Elias dialoga com o passado utilizando a modernidade tecnológica. O grande diferencial do seu trabalho é a busca pela depuração da imagem, através da supressão dos elementos não essenciais. Todo esse processo está relacionado a uma aproximação com uma ancestralidade que se manifesta nas formas de expressão do corpo. Esse corpo é, por excelência, o espaço gráfico onde se inscreve as marcas de uma herança cultural.

Para conhecer melhor o trabalho do artista, acesse: eliassantosportfolio.blogspot.com.

Serviço:

Onde: Centro de Cultura Olívia Barradas (Rua Maestro Barrinha s/n – Graça – Valença, Bahia)

Quando: 05 de abril a 05 de maio de 2013.

Quanto: grátis

Realização: CRIARE – Projetos Culturais e Educacionais

E-mail: projetoasvozesdoancestral@gmail.com

Contato: Ricardo Lemos (75) 8117-3644 / Poliana Bicalho (71) 9275-1353

FICHA TÉCNICA:

Curadoria e Design Gráfico: Elias Santos

Realização: CRIARE Projetos Culturais e Educacionais

Coordenação de Produção: Poliana Bicalho

Produção Local: Vagner Rocha

Assessoria de Imprensa: Ricardo Lemos

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

(Indicada para maiores de 10 anos)

EXPOSIÇÃO:

Coquetel de abertura: 05 de abril, às 20h.

Visitação: 06 de abril a 05 de maio de 2013

Centro de Cultura Olívia Barradas

Rua Maestro Barrinha, s/n – Graça – Valença, Bahia.

Tel.: (75) 3641-3594

Horários de visitação:

Segunda à Sexta-feira: das 9h às 19h

Sábado e Domingo: das 14h às 19h

PROGRAMAÇÃO PEDAGÓGICA:

Bate –papo com o artista e pesquisador convidado – 08 de abril, das 9h às 11h

Público-alvo: estudantes, artistas e pesquisadores interessados na temática.

Vagas: 50

Momento em que o artista Elias Santos e um pesquisador convidado dialogarão com o público sobre a relação entre cultura afro-brasileira, representação e expressão artística na exposição As Vozes do Ancestral.

Inscrição através do e-mail projetoasvozesdoancestral@gmail.com ou no Centro de Cultura Olívia Barradas.

Oficina Desenhos Ancestrais – 24 a 26 de abril, das 9h às 12h

Público-alvo: jovens de 14 a 29 anos

Vagas: 15

Oficina teórico-prática em que o artista Elias Santos irá compartilhar com os alunos os procedimentos utilizados no processo de criação da exposição (relação entre desenho manual e vetorial, tendo como princípio criativo a imersão no universo cultural afro-brasileiro). Pretende-se, ao final da oficina, que cada participante apresente um produto/ desenho.

Inscrição através do e-mail projetoasvozesdoancestral@gmail.com ou no Centro de Cultura Olívia Barradas.

Currículo do Artista

Natural do município de Cairu, Bahia, o artista formou-se em Artes Plásticas pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, no ano de 1998. Ao longo de sua carreia participou de 43 exposições no Brasil e no exterior, destacando-se a exposição “Junções”, individual que o artista realizou em junho de 2011 na Galeria ACBEU, em Salvador. O artista participou também de várias feiras e exposições na Inglaterra, na Holanda e nos Estados Unidos, representado pela galeria GVArt, em Londres. Em 2008, participou da coletiva Atualização em Retalhos Postais da Bahia, realizada em 2007 em Portugal. Recebeu prêmios em três edições do Salão Regional de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia e em duas edições da Bienal do Recôncavo, promovidas pelo Centro Cultural Dannemann, na cidade de São Félix, Bahia. Em 2009, foi homenageado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia durante o Salão Regional de Artes Visuais da Bahia, na cidade de Valença. Em março de 2011, participou da coletiva DESDOBRAS "Desdobramentos de obras literárias em obras de escultura", na Livraria Cultura, do Salvador Shopping. Sua experiência na arte de mosaico foi aprimorada entre os anos de 2005 e 2009, quando executou vários projetos para pisos e paredes em pousadas na vila de Boipeba. No período de dezembro de 2011 a janeiro de 2012, ministrou aula da técnica do mosaico em Valença – Bahia, através do projeto Intervenções em Mosaico, apoiado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia. O artista foi professor substituto da Escola de Belas Artes da Ufba e, atualmente, vive e trabalha em Salvador.

Comentários { 0 }

PELEGRINI BURGER JÁ COMEÇA A RECEBER AMIGOS

quiosque 007Ontem alguns amigos foram nos visitar em nosso quiosque, na Orla de Valença.

quiosque 004O poeta Vidal, Kadu, Portela, Maurício e Thailane.

quiosque 012 Jamille e a filhota

quiosque 014Vererador Jairo, Lau e Ramon

quiosque 015 Thailane e Ricardo

quiosque 017Bira e a esposa

quiosque 018Ariosvaldo

quiosque 020Patrício, Portela e Caio

quiosque 008Kadu Portela e Maurício

Comentários { 1 }

Vereador Adailton Francisco do PT participa de Seminário Resíduo Sólidos: Reciclando Idéias

O ano de 2014 marca o prazo para que os resíduos sólidos tenham uma correta destinação, todos os lixões devem está erradicados. É um dos compromissos estabelecidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada pela lei federal 12.305/2010.

Em Salvador, nos dias 21 e 22 de março de 2013, no Fiesta Bahia Hotel, o Sindicato dos Engenheiros da Bahia, em parceria com o IBAMA e o Ministério do Ambiente, trouxe a discussão com o Seminário Resíduo Sólidos: Reciclando Idéias, importantes informações para o publico sobre esse assunto. A destinação dos resíduos sólidos no Brasil será tema da IV Conferência Nacional de Meio Ambiente, que acontecerá em outubro deste ano.

As inscrições do evento foram gratuitas, mais de 500 pessoas participaram do Seminário, com a presença de diversos segmentos da sociedade: gestores públicos das esferas municipal, estadual e federal; empresários, pesquisadores, profissionais e estudantes da Engenharia; representantes de movimentos ambientalistas e de cooperativas de catadores de lixo. 

É grave a quantidade crescente de lixo produzido no país. A situação culminou na PNRS que dispõe a seguinte ordem de prioridade na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos: a não geração, a redução, a reutilização, a reciclagem, o tratamento dos resíduos e a disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.

Como todo marco regulatório, a PNRS impõe desafios. A superação deles envolvem mudanças nas ações dos gestores públicos, das empresas, dos catadores de lixo, e de cada cidadão. É também mais um problema social que requer alta demanda dos profissionais da Engenharia. Uma das principais dificuldades apontadas pela União dos Municípios da Bahia (UPB) é a falta de uma equipe técnica qualificada para a elaboração, execução e acompanhamento dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos”, disse o presidente do Senge BA, engº Ubiratan Félix.

Consórcios Municipais é principal saída apontada para a implementação dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos

A formação de consórcios municipais é apontada pelos gestores públicos como a principal saída para superar a falta de condições da maioria dos municípios em efetivar a PNRS.  “Até setembro de 2014, temos que acabar com os lixões, mas para isso precisamos de caminhos, de um norte. A maioria dos prefeitos se quer tem um Plano de Gestão de Resíduos Sólidos, seja por falta de conhecimento, de recursos ou de uma equipe técnica qualificada, alertou o prefeito de Caetité, José Barreira de Alencar, segundo o mesmo, a maioria dos municípios baianos não tem a menor condição de cumprir o prazo estabelecido pela lei. Durante o seminário, o prefeito mostrou como já é praticada a coleta seletiva, a educação ambiental nas escolas, e a formalização dos catadores de lixo no seu município e os resultados na melhoria da qualidade de vida da população.

De acordo com o gerente de projeto do Departamento de Ambiente Urbano da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ronaldo Hipólito Soares, o PNRS já incentiva financiamentos para soluções consorciadas que implementem o Plano Intermunicipal ou os Planos Microrregionais de Resíduos Sólidos. A União não pode obrigar os municípios a elaborarem os Planos de Resíduos Sólidos. Mas impede que recebam investimento nesta área na ausência de planos. Em 2012, através de chamadas públicas, já foram repassados R$ 54 milhões para implementação de planos estaduais, intermunicipais e municipais, disse Soares.

“Os municípios têm dificuldades de entregar os projetos dentro das exigências técnicas e com a documentação necessária. O MMA está oferecendo cursos de educação à distância sobre a elaboração dos planos, voltados para os gestores municipais. No total, três mil já receberam treinamento”, falou Ronaldo Soares.

Bahia: Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) está em fase conclusiva, mas tem o desafio da mobilização social e educação ambiental

Na Bahia, o Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) já está em fase conclusiva de análise técnica jurídica e de encaminhamento à Assembléia Legislativa da Bahia (ALBA). A informação foi divulgada pela diretora de Resíduos Sólidos e Saneamento Básico da Secretaria de Desenvolvimento Urbanos do Estado (SEDUR/BA), Maria Valéria Gaspar, durante o Seminário. Para o secretário do Meio Ambiente do Estado da Bahia, Eugênio Spengler, o Plano Estadual busca incentivar o consumo de material reciclado. “Ainda existe muito preconceito no reaproveitamento e na comercialização de produtos provenientes do processo de reciclagem. Isso diminui a renda de quem separa e encarece o processo de reciclagem”, afirmou o secretário.

Segundo a promotora de justiça e coordenadora da Câmara Técnica de Saneamento do Ministério Público do Estado da Bahia, Dra. Karinny Guedes, o MP estará atento nesse processo. “O MP/BA acompanhará a celebração dos compromissos junto aos municípios em seus planos de gestão de resíduos sólidos, a consecução dos Consórcios Públicos, a identificação dos recursos públicos destinados a programas e ações de saneamento e claro, a fiscalização de sua devida aplicação”, afirma Guedes.

Logística reversa, proposta no PNRS, será viabilizada através de acordos setoriais

A PNRS não propõe milagres, nem soluções simplificadas, mas mostra o olhar integrado desde a produção até a destinação dos resíduos sólidos e uma cadeia de responsabilizações nesse processo. A afirmação é do diretor de Departamento de Cidadania e Responsabilidade Socioambiental do MMA, Geraldo Vitor de Abreu.

“Antes da PNRS, a indústria não tinha nenhuma responsabilidade na forma de descarte do pos consumo sobre o produto que coloca no mercado, isso muda quando a legislação impõe o sistema da logística reversa”, disse Abreu.

Segundo Ronaldo Soares (gerente de projeto do Departamento de Ambiente Urbano da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (MMA)), o governo vai regulamentar essa cadeia produtiva através de acordos setoriais entre poder público, os fabricantes e importadores. “Os acordos serão feitos por cadeias de produtos. O governo chama os representantes de cada setor para discutir quais serão as metas, os prazos, quem vai pagar a conta, como os custos serão rateados, quem fará a reciclagem etc”, explicou.

Também serão feitos os termos de compromisso, acordos que os estados e municípios vão fazer com o setor privado quando não houver acordo setorial na mesma área de abrangência ou mesmo para fixar metas e compromissos mais exigentes.

A situação, para o engº e prof.da UFBA Luis Roberto Moraes, requer investimento na formação da ética ambiental. “Atualmente o paradigma do viver humano é de consumir coisas. A maioria das mercadorias consumidas viram resíduos em 6 meses. A geração de resíduos sólidos cresce a taxas maiores que a da população”, disse o professor.

Em nossa região esse será um tema que irá incomodar muito os novos gestores públicos e empreendedores, que precisam criar seus planos de gerenciamento de resíduos sólidos, a população terá que realizar seu descarte seletivo em casa e os catadores terão que se organizarem de forma coletiva.

O Meio Ambiente Agradece

Assessoria do vereador Adailton

Comentários { 3 }