Náutica impulsiona economia do Baixo Sul da Bahia

A promessa de aquecimento da economia baiana com investimentos no setor industrial, turístico, e de serviços estará na pauta das discussões do 1º Fórum Náutico Internacional de Cairu. O evento vai reunir nesta sexta-feira (26) e sábado (27), na Fazenda Caeira, em Morro de São Paulo, empresário do setor turístico, da náutica, especialistas da área, agentes públicos e investidores estrangeiros.
O centro dos debates estará em torno das medidas que os governos federal e estadual devem tomar nos próximos dias para incentivar e implementar ações que desenvolvam o setor. A Bahia foi escolhida pelo Ministério do Turismo (MTur) para aplicação do Plano Piloto do Turismo Náutico do Brasil. Depois da Baia de Todos os Santos, o Arquipélago de Tinharé é um dos principais focos do programa.
Recentemente o governo do estado divulgou a isenção total do ICMS na produção de embarcações de recreio ou esporte e redução da carga tributária para 7% na comercialização desses mesmos tipos de embarcações produzidas em território baiano.
O encontro promovido pela Prefeitura Municipal de Cairu tem como objetivo de transformar o Baixo Sul na porta de entrada do turismo náutico do Brasil. Além disso, o evento busca fomentar a cadeia produtiva da indústria náutica na região e qualificar a mão de obra necessária para trabalhar neste segmento.
“Queremos navegar neste mar de negócios que podem ser potencializados com o desenvolvimento da náutica”, afirma Hildécio Meireles, prefeito de Cairu. “Este é um grande filão de mercado. O público é exigente e costuma gastar seis vezes mais do que o turista convencional”, destaca.
Para o gestor, é necessário estruturar os destinos, melhorar a infraestrutura, com instalação de marinas e atracadouros, agencias receptivas, restaurantes e hotéis especializados, tudo voltado para atender o público do turismo ou dos esportes náuticos.
Cairu é o único município arquipélago do Brasil. É composto por 26 ilhas, e possui recursos naturais abundantes para o desenvolvimento diferenciado do turismo e da indústria náutica. O município possui mais de 100 km de praia com condições favoráveis para prática das prática de esportes e turismo náutico.
Presenças confirmadas
O evento terá a participação de aproximadamente 150 convidados. Estão confirmadas as presenças de Antonio Carlos Tramm, secretário de Turismo do governo da Bahia, Roberto Benjamin, secretário extraordinário da Indústria Naval e Portuária e Walter Garcia, consultor náutico do Ministério do Turismo.
Dominique Morvant, representante do Departamento de Charente Maritime, do governo francês, e Chistophe Vieux, representante da Grand Pavois, além dos investidores espanhóis Ivan Arias e David Caso, das Ilhas Baleares e Eric Drogerys proprietário de uma base de charter em Ibiza, além do brasileiro Ernani Paciornik, presidente editor da Revista Náutica, uma das publicações mais importantes do país também confirmaram presença.
A Secretaria de Patrimônio da União, o Desenbahia, a Caixa Econômica Federal, o Sebrae, o Yacht Clube da Bahia, o Clube de Velas do Morro de São Paulo, a Bahia Marina e a Petrobras, também estarão entre os participantes. Mais informações e inscrições através do sitewww.nauticacairu.com.br, ou através do perfil no Twitter @forumnautico.

Jamille Soares
Assessora de comunicação/PMC

10 Respostas para Náutica impulsiona economia do Baixo Sul da Bahia

  1. Fernando Santana novembro 25, 2010 às 7:09 pm #

    Pele, olhe que noticia boa pra voce criticar! Jogue duro!

    Estimado em R$ 1.515,40, o rendimento médio dos trabalhadores das seis principais regiões metropolitanas do país atingiu em outubro a maior marca da série histórica do IBGE, iniciada em março de 2002, com crescimento de 6,5% na comparação com o mesmo mês de 2009.

    F Santana

  2. Fernando Santana novembro 25, 2010 às 7:21 pm #

    Pele, mais uma!!!Pra voce criticar! Que beleza! Prato cheio!

    O chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel, informou que o investimento estrangeiro direto (IED), que vai para o setor produtivo da economia, chegou a US$ 6,7 bilhões, em outubro. Este é o melhor resultado registrado para este mês desde 1947.

    só tou tentando ajudar.

    F Santana

  3. Fernando Santana novembro 25, 2010 às 7:28 pm #

    Pele e lá vai mais! Pau!

    As cargas movimentadas nos portos brasileiros alcançaram 202 milhões de toneladas no terceiro trimestre de 2010, aumento de 21,9% frente a igual período de 2009. Nos mesmos meses do ano passado, o total foi de 165 milhões de toneladas. No acumulado do ano, o total geral já atingiu 558 milhões de toneladas, contra 458 milhões de 2009 inteiro. Tanto no trimestre, quanto no acumulado dos últimos 12 meses, o movimento atingiu recordes históricos.

    F Santana

  4. Fernando Santana novembro 25, 2010 às 7:32 pm #

    Pele, a ultima pra voce nao ficar zangado comigo!

    Bote pra quebrar!

    A produção florestal brasileira gerou R$ 13,6 bilhões em 2009, valor quase R$ 1 bilhão acima do registrado em 2008 (R$ 12,7 bilhões). Do total obtido no ano passado, 66% (R$ 9 bilhões) foram oriundos da silvicultura, exploração de florestas plantadas. O restante, R$ 4,6 bilhões, provém do extrativismo vegetal, baseado nomanejo de recursos nativos.

    F Santana

  5. Fernando Santana novembro 25, 2010 às 8:42 pm #

    Eliminar a violência contra as mulheres é o foco deste 25 de novembro.
    Casamentos forçados, mutilação genital, abuso e violência sexual, alvo do tráfico de pessoas para exploração sexual, agressões verbais, morais e físicas. Estas são algumas das situações vividas por mulheres, desde meninas até a idade adulta, em vários países, continentes e culturas. Para a Anistia Internacional a causa para essa violência é única: a simples discriminação por ser Mulher!
    Por causa desta realidade geral e de casos específicos como o das três irmãs Mirabal, ativistas políticas da República Dominicana, que foram assassinadas por ordem do então governo autoritário de Rafael Trujillo, em 1961, é que a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu, em 1999, o Dia Internacional da eliminação da violência contra a mulher, celebrado em 25 de novembro.

    To só colaborando!

    F Santana

  6. pelegrini novembro 25, 2010 às 10:38 pm #

    Fernando, você deveria dizer onde são essas regiões, será que o Nordeste está dentro disso?

  7. Neidinha da Vila novembro 25, 2010 às 11:12 pm #

    Ferando, pq será que Lula se omitiu de defender a mulher iraniana condenada a morrer apedrejada, quando toda a ONU está lutando para reverter a situação? Se ele é o “bão”, e metido a líder mundial, ele deveria se posicionar contra essa barbarie, é ou não é?

  8. Neidinha da Vila novembro 25, 2010 às 11:15 pm #

    Parabéns a Hildécio e toda sua competente equipe.

  9. Neidinha da Vila novembro 25, 2010 às 11:17 pm #

    Jamille, eu tenho um pedido – Hildécio dar um curso intensivo de GESTÃO DE EXCELÊNCIA aos prefeitos do Baixo Sul da Bahia. Eles estão precisando em caráter de urgência!

  10. Anonymus novembro 26, 2010 às 7:21 pm #

    Parabéns Hildécio e toda a sua competente equipe.

Deixe uma resposta