Cláudio, um ficha suja no palácio de mármore? E agora Jairo?

A aliança entre Jairo e Cláudio Queiroz foi uma surpresa para a cidade, na cabeça do cidadão comum bem informado era inconcebível imaginar que algum dia Jairo iria nomear para o cargo mais importante do seu governo aquele que um dia foi o principal “objeto” das suas denúncias.

Superada a fase das críticas que envolveram a tentativa de aquisição superfaturada de colheres de pau e molhos de coentro, Jairo agora tem um novo dilema, ainda mais grave. De acordo com a Lei municipal 2.224 de 11 de abril de 2012 em seu artigo primeiro, entitulada Lei da Ficha Limpa Municipal, é vedada a ocupação de cargo público por cidadão que tenha sido condenado em tribunal de justiça ou de contas. O espírito da Lei visa o alcance da moralidade e probidade administrativa, além de afastar objetivamente da vida pública municipal aqueles que um dia foi condenado por lesão ao erário.

Um fato que ainda não é de conhecimento geral diz respeito ao atual secretário de governo, Cláudio Queiroz. No processo do TCE/005053/2009 de relatoria do Ministro Pedro Lino o ex-prefeito foi condenado pelo colegiado do Órgão por diversas irregularidades, entre elas a aquisição ilicitamente de produtos sem a realização do devido e obrigatório processo licitatório, segundo afirmou o relator..

Dessa forma Cláudio se encontra enquadrado na “Lei de ficha limpa” municipal, fato esse que impede a sua nomeação para comandar a equipe de governo do atual Prefeito.

Cláudio sempre foi um político egoísta, sempre pensou apenas nele, foi apadrinhado pelo tio e deu-lhe um pé na bunda, em 2012 simulou o apoio ao PT para enganar o governador e manter o mínimo de influência para satisfazer os próprios interesses. Em 2016 foi candidato e agora em 2020 so não foi novamente para não correr o risco de possuir seu registro de candidatura negado ou até mesmo posteriormente cassado.

Resta saber qual será a postura daquele que quando vereador era implacável com situações como esta. Honrará o seu discurso de legalidade e compromisso com o povo de Valença? Ou lavará as mãos até o limite do desgaste da sua gestão, deixando a Câmara de Vereadores e/ou Ministério Público tomar a iniciativa contra a flagrante ilegalidade?

Os versos não servem apenas para José,mas também para o atual prefeito.
E agora Jairo? Para onde?

2 Respostas para Cláudio, um ficha suja no palácio de mármore? E agora Jairo?

  1. Marcel Sant' Ana da Fonseca janeiro 7, 2021 às 9:37 pm #

    É uma loucura total, não dá para entender o que se passa na cabeça dos políticos de Valença

  2. Leitor janeiro 11, 2021 às 6:15 pm #

    lembrando que quando ele foi prefeito (sub júdice) um frentista do posto dele ganhou na loteria, comprou o posto dele e virou patrão dele. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e esse posto passou a fornecer conbustível para a prefeitura. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    essa família não perde tempo. abra o olho jairo, a rasteira tá pronta, só vc não viu ainda.

Deixe uma resposta