JOÃO GAGO, UM ERMITÃO QUE FAZ POESIAS DE CORDEL

Vejo sempre os vídeos que o repórter Isaias Nascto posta de seu João Gago, um ermitão, poeta de cordel que diz ter 108 anos de idade e aniversaria no dia 1º de janeiro. Ele que mora no Oiteiro Alto na Beira do Rio Jequiriçá em Valença, está isolado de todos, só mesmo os animais são as companhais de seu João.

É uma grande descoberta do repórter Isaias, que nos surpreende mostrando esse senhor centenário e gozando de muita lucidez e energia. Seu João goza também de uma memória brilhante, nesse vídeo ele repete os versos que havia recitado há um mês com o próprio Isaias, sem errar sequer uma palavra.

Aqui, seu João canta uma música que intitula “Música do Peixe” de sua autoria e lembra o derramamento de óleo em nosso litoral recentemente, onde diz que os peixes ingeriram esse óleo. Fala também da matança dos nossos muares que estão servindo para produzir carne de sertão. Versos muito modernos e atuais, por sinal.

Música do Peixe

Chegou a época do tempo

Já está de papel passado

Os peixes bebendo óleo

E os carros ficam parados

Não vai dar queixa ninguém

Que não acha advogado

 

Se a carne subiu de preço

Não posso comprar fiado

Até dentro do meu feijão

Já comi carne de cavalo

Sem comentários.

Deixe uma resposta