O LUXO DA COELBA, LEVA VIATURA DA POLÍCA PARA COBRAR SUAS CONTAS

Ontem eu acompanhei uma pequena reportagem do radialista Isaias Nascto da Rádio Valença FM, onde ele comunica uma operação da Coelba juntamente com a Polícia Militar, segundo o repórter: ‘a operação era para cortar os gatos de luz no Bairro Novo Horizonte’.

Eu fico a me perguntar: quando foi que a Coelba anunciou que iria fazer essa operação juntamente com a PM? A gente até se surpreende quando vê a Polícia acompanhar uma empresa como a Coelba para que ela vá atrás de quem está lhe roubando. Se não me engano, a polícia tem por finalidade, proteger o cidadão, sociedade e os bens públicos e privados, coibindo os ilícitos penais e as infrações administrativas, mas nunca de fazer cobrança carregada pelo credor.

Aqui faço minhas reclamações porque, quando nós, cidadãos, pedimos proteção a polícia, sentimos uma certa dificuldade no atendimento e até justificável, pela falta de contingente. E porque uma multinacional poderosa, que fatura milhões de reais no mundo, não tem projetos sociais de relevância, usa de metódos perversos para cobrar seus serviços e tem essa moral de solicitar uma viatura da PM para fazer seus serviços?

O povo do Novo Horizonte merece mais respeito da Coelba, se tem que eliminar os gatos existentes por lá, que se faça da forma mais humana, deve-se denunciar e esperar que a justiça haja. A polícia deve ser chamada pela justiça para cumprir ordens, e não por dona Coelba que acumula bilhões em suas contas bancárias.

Não tenho nada contra a polícia, até admiro seu trabalho, mas não acho justo ter que acompanhar um bilionário para fazer cobrança dos seus serviços, enquanto nós sofremos com os arrochos praticados por eles e o governo.

11 Respostas para O LUXO DA COELBA, LEVA VIATURA DA POLÍCA PARA COBRAR SUAS CONTAS

  1. Pr. Josafá Souza Costa fevereiro 22, 2019 às 12:58 pm #

    Positivo o seu comentário Pelé! Concordo plenamente. A Coelba deve contratar uma empresa de segurança particular ou privada pra tais serviços e não usar a PM que é segurança pública, devendo serem usado esses serviços á favor da populacão que precisa e não a favor de quem já nos oprime com tarifas estratosféricas! A Coelba é uma empresa privada e não publica; acredito que ela não tem esse direito de usar os serviços públicos quando a própria população que paga os impostos não os tem como merece!

  2. Edson F fevereiro 22, 2019 às 2:08 pm #

    É até compreensível, pois $$milhões$$ em impostos deixam de ser arrecadados quando essas contas não são pagas e o governo vive deles. Tem a questão de o que furta energia elétrica não ser nada amistoso. Como acha que vai receber o técnico da Coelba? A bala até. Aí pela segurança e garantia de vida dos técnicos, pela arrecadação de impostos e por justiça a quem paga as contas em dia, é feito a fiscalização para coibir o furto de energia e o uso da força policial se faz necessário. Não vivemos na Suiça,Canada ou Japão. Aqui é Brasil!

    No RJ tb se usa a força policial para tal fiscalização:

    https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/light-faz-operacao-contra-furto-de-energia-na-zona-oeste-do-rio.ghtml

    O mesmo em SP:

    https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/aumento-de-casos-de-furto-de-energia-faz-policia-intensificar-fiscalizacao-em-sorocaba.ghtml

    O mesmo em MG:

    http://www.portalamirt.com.br/portal-mpa/policia-civil-e-cemig-realizam-operacao-para-combater-gatos-de-energia-eletrica/

    No Paraná ainda foi o MP:

    http://www.mppr.mp.br/2018/10/20945,11/Ministerio-Publico-do-Parana-Copel-e-Policia-Militar-realizam-Operacao-Tensao-Total-para-coibir-furto-de-energia-eletrica-em-Toledo.html

    Já no Amapá a Cia de energia elétrica de lá foi sem a polícia e veja o que aconteceu com o técnico:

    https://cea.portal.ap.gov.br/noticia/0805/exemplo-de-noticia

    É assim em todo Brasil, ninguém vai conversar com ‘amigos do alheio’ sem segurança. Nem tem como. Não espere ser recebido (para fiscalizar) na casa de quem furta energia com cafezinho e pocazói. Vai ser recebido a bala, cachorro brabo e pau! Não esqueça que estamos no Brasil. Desde o sul ‘desenvolvido’ ao norte abandonado o povo é um só. Infelizmente somos um dos povos mais incivilizados e violentos do mundo.

  3. Edson F fevereiro 22, 2019 às 2:16 pm #

    “se tem que eliminar os gatos existentes por lá, que se faça da forma mais humana”

    Esqueci dessa passagem.

    Tem refresco não! Tem nada de humano em quem furta. O policial deve conduzir imediatamente à delegacia o que furta energia elétrica. É crime!

    Não tem diferença pra quem furta energia elétrica ou quem furta um caminhão carregado com ajuda humanitária.

    Furto é furto. Artigo 155 do Código Penal.

  4. marcio vieira fevereiro 22, 2019 às 5:56 pm #

    Estou precisando dessa mesma policia para cobrar da Coelba por que as contas daqui de casa são 600 reais mês? Que eu saiba para cobrar o ilicito do gato de LUZ a coelba tem que acionar o cliente , ir a justiça, aguardar ois tem um processo legal e um rito. O mesmo tem feito o DETRAN que cobrava IPVA atrasado via policia ou paga ou desce. O que foi considerado ilegal.

    CHAMEM O LADRAO PARA A COELBA

  5. pelegrini fevereiro 22, 2019 às 9:34 pm #

    Verdade, Pastor.

  6. pelegrini fevereiro 22, 2019 às 9:37 pm #

    Edson, aqui não se trata de “amigos do alheio”, trata-se de pais de familia que estão querendo regularizar suas pendências, só que a Coelba não quer.

  7. pelegrini fevereiro 22, 2019 às 9:38 pm #

    Tem que levar todo mundo mesmo, só que não leva, só querem levar os póbres, olha!!!!

  8. pelegrini fevereiro 22, 2019 às 9:40 pm #

    Pois é, professor Márcio. Aí os pobres de direita não acham errados os ladrões bilionários. Boa!

  9. plinio.cardoso filho fevereiro 24, 2019 às 10:02 am #

    Essa cultura,de políticos,antigos,de usarem o povo como suas massas,de manobras,para poder se elegerem,nas campanhas,de quatro em quatro anos é antigas,dai eles procuram sempre,algo que chame atenção,dos povos,mais pobre de tudo,para fazerem seus palanques,de campanha;de imediato,vão em guetos,nas casas de quem não tem assistência básicas de quem de direito,constitucional,não fazem, e eles fazem as suas festas,para tirar votos dessas pessoas.Me parece que a policia militar está lá no comprimento das leis,e a pedido,da Coelba-Bahia,quanto os moradores do bairro,citado,sei que os mesmos não tem culpa alguma,e depois como somos, de Valença -Bahia,essas empreitadas,de quem quer que seja,não vai mais dar,palanque,para eleições futuras não,e sei que lá no Novo Horizonte,temos um vereador por nome de Betão,que o conheço,e que somos,do gueto,e sabemos,das necessidades,de quem lá mora,todos os tempos;e essa questão segundo o Betão,não se trata de furto de energia,e sim uma concessão,dada,por algum órgão,que depois esqueceram,de voltar lá no bairro para fazer a legalização;coisa de política,antiga;meus parabém para ação,dos policiais,no seu cumprimento do dever,bem como ao comando,da 33 cia de policia de Valença;o resto,é querer fazer política com,as necessidades do povo Valencianos.e vamos tocar esse Barco.

  10. plinio.cardoso filho fevereiro 24, 2019 às 10:07 am #

    Esses comentários,que ai estão,e tudo combinados,o chamado oba oba!

  11. Edson F fevereiro 25, 2019 às 2:28 pm #

    Pelegrini, tem canais no Youtube de ‘Abordagens da PRF’. Todos que são abordados vão logo dizendo “SOU TRABALHADOR” . Mas com a moto ou carro todo errado, sem documentação e fazendo manobra perigosa na via. Vc acha pq só pelo motivo de serem trabalhadores tem que andar de pneu careca, no acostamento, carregando além do garupa uma criança na moto, sem habilitação e com documento atrasado? Se fazem gatos de luz, que se puna mesmo, se tem ligação de luz errada e tem como comprovar que já se foi na Coelba legalizar e não pôde aí é outra coisa. Mas por que uma empresa negaria a legalização? Não interessa a ela perder, interessa é um relógio para marcar e cobrar a energia. Estranho. E o pastor aí em cima estaria correto se vivêssemos numa sociedade anarquista. Faríamos a nossa própria segurança. Mas como nosso Estado não é anarquista, só resta a intervenção do Estado com o aparato policial pra garantir a segurança do cidadão

Deixe uma resposta