INCOMPETÊNCIA DA COELBA CAUSA PREJUÍZOS EM TODO BAIXO-SUL

“Quem não tem competência não se estabelece”.

Ontem por volta das 9:30 hs. da manhã, acorreu um apagão em toda costa do dendê, que foi até às 18:00 hs. Até o momento não se sabe porque, a prepotente e arrogante COELBA nem sequer se manifestou, a única informação que nós tinhamos era através do seu atendimento pelo 0800 071 0800, no qual as bonecas só diziam: “foi um problema na sub-estação, nossos técnicos estão no local e não temos previsão pra o retorno da energia”.

Imagine, Lojas Guaibim, Insinuante, Ricardo Eletro, Supermercados, Sorveteria Pelegrini e muitas outras casas comerciais sem vender, sem receber. E depois vem  essa antipática da COELBA  dizer que não se responsabiliza por danos causados pelo apagão. Não se responsabiliza porque os comerciantes não são unidos, não tem coragem de entrar com processo contra essa nojenta da COELBA.

Tive um enorme prejuízo, não pude vender, nem produzir, ficamos sempre na espectativa dos irresponsáveis da COELBA, mandar a enegria de volta a qualquer momento.

Não existe coisa pior que estar impotente diante de uma situação destas, eu tenho pelo menos uns 10 a 15 protocolos de comunicado por falta e  queda de energia, no período de 1 mês, e nada da incompetente da COELBA, resolver.

Pelo menos avise quando será o próximo apagão, seus lerdos.

2 Respostas para INCOMPETÊNCIA DA COELBA CAUSA PREJUÍZOS EM TODO BAIXO-SUL

  1. Zap Zip janeiro 11, 2009 às 8:04 am #

    Caro Pelegrini,
    Como se vê, o Brasil necessita ter um mínimo de aumento da Produção de energia elétrica de 7.200.000 kW por ano. Pergunte ao seu Vereador, Deputado ou ao homem público que o representa (em quem você votou) qual foi o valor investido pelo governo nos últimos 25 anos.

  2. Repórter de Valença janeiro 11, 2009 às 8:19 am #

    Imprensa estrangeira destaca blecaute em Valença.

    O blecaute, que deixou toda Valença no escuro no final da manhã de quarta-feira, já é destaque no noticiário internacional de alguns jornais estrangeiros.

    O jornal “BBC”, de Londres, destaca os efeitos do apagão nos serviços públicos, ninguém trabalhou, somente os cofres abriram, como os congestionamentos no trânsito e a paralisação do teleférico que liga o Amparo a Vila operária.

    A BBC lembra a crise energética e o plano de racionamento lançado em Valença desde quando começou a inchar.

    Já o site do “The New York Times” cita que a causa do blecaute ainda é desconhecida e que o prefeito Ramiro ainda não tomou as devidas providências, porque suas lojas fuucnionaram normalmente. O jornal norte-americano informa ainda que a interrupção do fornecimento de energia prejudicou o comércio em seis grandes cidades, Igrapiúna, Taperoá, Nilo Peçanha, Ituberá, Cajaíba e Piraí do Norte.

    A edição on-line do jornal argentino “Clarín” falou sobre “os problemas” na usina de geração de energia da CVI causando também muitos prejuízos a seus irmãos argentinos que moramj no Brasil. Inclusive em Morro de São Paulo onde reside bucado desses trastes.

    Repórter de Valença para o blog do Pelegrini.

Deixe uma resposta