O PIG RECONHECE QUE ERROU. OLHA SÓ A CARA DE TACHO DE ROBERTO GUZZO

guzzoA revista Veja deste fim de semana traz um mea culpa de um dos homens fortes da Editora Abril, o jornalista José Roberto Guzzo, que já dirigiu Veja e Exame, pertence ao conselho editorial da casa e é um dos responsáveis pelas políticas editoriais do grupo. O texto, chamado “Errando à luz do sul”, confirma a tese da presidente Dilma Rousseff, que na sexta-feira, falou que a imprensa nacional errou bastante ao prever um desastre na Copa (leia maisaqui).

Sem rodeios, Guzzo vai direto ao ponto. “É bobagem tentar esconder ou inventar desculpas: muito melhor dizer logo de cara que a imprensa de alcance nacional pecou de novo, e pecou feito, ao prever durante meses seguidos que a Copa de 2014 ia ser um desastre sem limites. O Brasil, coitado, iria se envergonhar até o fim dos tempos com a exibição mundial da inépcia do governo para executar qualquer projeto desse porte, mesmo tendo sete anos para entregar o serviço”, diz ele.

“Deu justamente o contrário. A Copa de 2014, até agora, foi acima de tudo o triunfo do futebol”, diz ele. “Para efeitos práticos, além disso, tudo funcionou: os desatinos da organização não impediram o espetáculo, os 600 000 visitantes estrangeiros acharam o Brasil o máximo e 24 horas depois de encerrado o primeiro jogo ninguém mais se lembrava dos horrores anunciados durante os últimos meses. É a vida”, lamenta.

Guzzo reconhece ainda o risco das apostas erradas, como fez Veja ao prever que os estádios só ficariam prontos em 2038. “A Copa de 2014 é uma boa oportunidade para repetir que a imprensa erra, sim – mas erra em público, à luz do sol, e se errar muito acabará morrendo por falta de leitores, ouvintes e telespectadores. Ao contrário do governo, que jamais reconhece a mínima falha em nada que faça, a imprensa não pode esconder suas responsabilidades”.

Na última linha, porém, ele faz um alerta. “Esperemos, agora, a Olimpíada do Rio de Janeiro”. Será que Veja vai liderar o movimento #naovaiterolimpiada? (247)

8 Respostas para O PIG RECONHECE QUE ERROU. OLHA SÓ A CARA DE TACHO DE ROBERTO GUZZO

  1. XPTO julho 1, 2014 às 1:35 am #

    Infelizmente, o Complexo de Vira-Lata do brasileiro médio gera uma indulgência mental que permite ser leniente com certas bizarrias. NO final, passou praticamente em branco o “Mea Culpa” da Veja, em admitir que todo esse tempo ela deixou de fazer um jornalismo profissional para se transformar numa máquina politiqueira do mais baixo calão. Seria normal que um órgão de imprensa demonstrasse receio quantos, caso sua linha editorial não casasse com a ideologia do governo. Mas, para quem, irresponsavelmente, fazia capas de que os TODOS os estádios estariam prontos em 2038 (!), mostrou que MENTIA descaradamente aos seus leitores ingênuos! Aquilo NUNCA FOI jornalismo decente. Foi mais sórdida campanha para enganar otário que o Brasil presenciou. Não gostaria de colocar nesses termos (e para eu me fazer realmente entendido), mas se fosse em OUTRO PAÍS, a revista Veja teria perdido a muito sua credibilidade e amargaria a posição de ser uma revista menor no cenário midiático (isso se houve interesse em manter assim uma revista de DESINFORMAÇÃO semanal), ficando muitas de suas “celebridades” como R. Constantino, R. Azevedo, L. Narloch, O. Carvalho e Lobão confinado no gueto dos provocadores sem voz (até porque, eles nunca tiveram cacifes intelectuais para serem realmente os colunistas que papagaiam ser…) Lamentável, muito lamentável que ainda assim, haverá pessoas que vão comprar um pasquim que nem serve para ser recortador como bandeirola junina…

  2. Marcel Fonseca julho 1, 2014 às 4:42 pm #

    Meus amigos,

    Verdade seja dita, a abertura custou 17 milhões e foi uma merda, não sei porque importaram uma pessoa para fazer aquele carnaval fraquinho quando no Brasil temos muita gente com grande gabarito para realizar carnavais muito mais complexos?

    Dilma tem problemas auditivos, O coro “DILMA VAI TOMAR NO CÚ” ela fez que não entendeu.

    Tem mais uma coisinha, ninguém vai brigar com exército, polícia federal, polícia militar, polícia civil e metropolitana, foi covardia ainda aceitar que polícias de outros países aportassem por aqui, soberania fraca esta brasileira.

    A Copa está acabando, a arrecadação do governo batendo recordes, juros e inflação estão batendo na porta, inadimplência e desemprego em vista, eu digo LEVANTA A TAÇA BRASIL….

  3. XPTO julho 2, 2014 às 3:13 am #

    Sinceramente, quando alguém ainda defende que foi “bonito” o ato grosseiro da se xingar a presidenta da nossa república diz muito da educação e do mentalidade da pessoa…E como ainda pensa a política pelo fígado, em lugar de usar o cérebro.

    Só para constar, esse ato foi imensamente condenado e só os vira-latas seguidores do batalhão do PiG acham isso um feito notável….

  4. Birigui julho 2, 2014 às 10:05 pm #

    Pelegrini, estou aqui me perguntando se vc é burro ou mal-intencionado. A conclusão é que vc personifica as duas coisas.
    Primeiro é preciso deixar de chamar a imprensa de PIG só por criticar esse governinho que aí se encontra, e que vc apóia incondicionalmente, afinal vc não faz nada diferente deles, só que financiado com os nossos recursos, e para atuar contra as oposições.
    Todos sabiam que os brasileiros receberiam muito bem os estrangeiros e a copa seria uma festa, o que a imprensa batia era no superfaturamento das obras, nos atrasos, no legado que não veio e em muitas outras questões.
    Vai a um aeroporto e só tem tapumes, ao redor dos estádios o que vemos são obras milionárias inacabadas, mobilidade é um desastre, situações absurdas.
    A quantidade de dinheiro gasto para o que se tem é verdadeiramente indecente, e isso é dito por todo e qualquer estrangeiro. Vc tem visto a globo demais, que agora com certeza lhe satisfaz, visto que não pode dizer que a coisa contém uma série de erros já que comprou os direitos do evento e tem todo interesse em promovê-lo.
    Esse aparato policial, o uso das tropas e etc é o que os brasileiros deveriam desfrutar todos os dias do ano.
    A realidade tá bem na sua cara, e vc vê, mas tá lucrando com ela, então é melhor se omitir, compactuar, mas enquanto faz isso pense que ao chegar a um hospital e não encontrar um médico vc está contribuindo para que essa situação se perpetue. Não sou contra paixões políticas, sou contra a cara de pau, a mentira deslavada que contraria os fatos.
    Mas continue a fazer política assim, quem sabe um dia não será vc na fila do SUS no lugar dos pobres miseráveis que seu blog ajuda a enganar. Pense nisso!
    Seja responsável, afinal o mundo não somos só nós esposa e filhos. Abandonemos o egoísmo.

  5. XPTO julho 3, 2014 às 3:27 am #

    Birigui, desculpe-me entrar na conversa, mas há uma coisa muito oportuna falar:
    Devemos sim fazer distinção de duas coisas bem distintas sobre a mídia. Uma coisa é ter uma imprensa responsável saiba fazer críticas ao governo de forma ética, responsável e profissional. Essa é imprensa que realmente informar seu público. Imagino que muitos vão querer discordar, mas as revistas Caros Amigos e Carta Capital já teceram sérias e pesadas críticas ao governo, apontando erros crassos. Mas fazem isso dentro do mais puro espírito jornalísticos.
    Outra coisa é o PIG, que é quando meios de comunicação fazem campanhas políticas disfarçadas de “jornalismo”. Enganam e desinformam o público, realizando seu trabalho de comunicação sem nenhum compromisso ético com a realidade. Escrevem pseudo-reportagens e pseudo-matérias, aceitam pseudo-colunistas para escrevem pseudo-análises. Não é a toa que em muitas faculdades de jornalismo, a revista Veja era utilizada como o contra-exemplo daquilo que se espera de um bom jornalista profissional.
    Infelizmente, o brasileiro médio acabou entronizando alguns meios de comunicação pertencentes ao PIG como a principal fonte de informação. É lamentável que muitos se acostumaram a não ter um senso crítico mais aguçado para ver que certas matérias do Fo(a)lha de São Paulo, Veja e outros quejandos podem ser tudo, menos jornalismo de análise e informação.
    Felizmente, a época dos blogs e da internet permitem trazer outras vozes e outros meios de informação, o que (querendo ou não) democratiza mais a imprensa.

  6. Birigui julho 3, 2014 às 5:39 pm #

    XPTO, a carta capital, a isto é e tantos outros veículos não são exemplos de jornalismo ético, sério e responsável, são justamente o contrário. Mino carta recebeu milhões do governo petista sem explicar a que título. A isto é não faz uma única matéria séria, vai na mesma linha editorial da veja, só que uma esculacha por questões políticas, e a outra elogia pelas mesmas razões.
    Nós sabemos que hj o PT financia uma infinidade de blogs para promoverem campanhas difamatórias contra seus adversários. Não existe ética e nem isenção onde impera a paixão política, o alinhamento.
    Lula e o PT não aceitam críticas, aliás esse primeiro deu para confundir-se com Deus, tornou-se onipotente. A verdade é que o partido não se preparou para as críticas, para o ônus. Dizem que não inventaram a corrupção, mas como não se acham que descobriram o Brasil? Segundo o partido o Brasil o país não existiu antes deles, então a corrupção tb nasceu com eles. Viu qual o problema desse discurso?
    É preciso reconhecer o que os outros fizeram de bom e de ruim.
    A melhor fala que vi ultimamente de um membro do governo foi a de Gilberto Carvalho, visto que não teve medo de assumir os erros e os acertos. Foi alguém que disse que não está tudo bem, que o povo não está satisfeito e que é preciso mudar o discurso. Atitude corajosa, louvável. Reconhecer os erros não apequena o PT não, engrandece. Discurso errado é esse de querer esconder os fatos e empurrar para a mídia os erros que noticia chamando-a de PIG. Se o governo não quer ouvir notícias negativas então que não as produza.
    O governo não queria agora que fosse noticiado que trocou um ministério pelo apoio do PR numa das negociações mais espúrias da história republicana, a quem veiculou a notícia deram o nome de PIG. Militantes petistas fomentam o assassinato e um ministro do STF, a imprensa noticia e chamam isso de PIG. A petrobrás bate recordes de resultados negativos mas é o PIG e as elites que inventam. Pelo amor de Deus, noticiar fatos nada tem de errado, se estiverem distorcidos aí sim. O PT só quer que a imprensa propale as suas maravilhas, o seu mundo de alice, algo diferente disso é PIG.
    Vamos acordar!

  7. XPTO julho 4, 2014 às 2:06 pm #

    Caro Birigui,

    Primeiramente, eu não me lembro de ter citado a Istoé como exemplo de jornalismo sério e o engraçado que uma da críticas mais duras que eu vi ao governo petista foi na Carta Capital. Eu apenas dei minha opinião pessoal sobre o assunto, com base nos estudos de meus amigos que se formaram e trabalham/trabalharam na área. Pessoas que conhece bem os bastidores e sabe, por exemplo, que, apesar dos pesares, muitos veículos do PIG é quem mais recebem verbas da publicidade públicas porque, querendo ou não, são os mais populares.

    No seu texto eu vi uma condenação ao PT como se ele fosse o grande mal. Eu não sei. Será que o atual governo realmente não gosta de críticas? Ou, ironicamente, nossa “grande e ética mídia” passou a ver mais defeitos no governo? O caso de Pasadena, para mim foi bem claro: No governo anterior, a Petrobrás PERDEU toda uma plataforma marítima de extração de petróleo e os lucros eram magros. Tentou-se até fazer um ensaio de privatização, com a invenção de se mudar o nome para “Petrobrax”, a fim de tirar o seu caráter de empresa cujo passado é associado às lutas pelo desenvolvimento de nosso país. E qual foi a posição de nossa “querida grande mídia”? NENHUMA LINHA de crítica ou desagravo. Era tudo normal ou pior, era o sinal de um governo eficiente!… Agora que o governo é outro, no momento que os lucros da Petrobrás são entre quatro a cinco vezes maiores do que o governo anterior, inventam um não sei lá o que com uma refinaria no exterior que está dando lucro! E sempre achando “defeitos” em coisas que não era, Já vi certas “reportagens” que eram verdadeiros crimes de terrorismo, tamanha era a má-fé do que estava sendo apresentado.

    Então, na minha humilde opinião, a coisa não passa por um problema de “não aceitar críticas”, mas de não ser ingênuo. Se é para acordar, vamos criticar o governo sim, concordo contigo. Mas precisamos ser críticos também com as críticas levantadas. Algumas são verdadeiros atos de má-fé para com a opinião pública sim! E nesse ponto, nosso atual governo ainda está sendo muito republicano e tímido, quando vejo que até a Grã-Bretanha (famoso pelo se conservadorismo liberal) adotou uma dura lei de meios de comunicação, enquanto aqui ainda se faz concessões aos próprios algozes.

    Caro Birigui, sugiro que você veja o que se publica no Observatório da Imprensa (www.observatoriodaimprensa.com.br) e depois me diga se a Carta Capital é apenas um órgão que recebem milhões do governo ou se a verdade está nos grande erros promovidos pela Fo(a)lha da São Paulo, Veja ou Rede Globo. Leia e depois me diga se você ainda irá ler jornal do mesmo jeito.

    Saudações democráticas

  8. Birigui julho 6, 2014 às 8:50 pm #

    Prezado, não existe imprensa séria neste país.
    Promoveram um convescote para os blogueiros em brasília com nosso dinheiro, e qual a finalidade? orientar os ataques as oposições. Isso tá longe do meu ideal de imprensa.
    Carta capital, veja, isto é, folha de são paulo e etc são tudo uma merda só, todos defendendo seus interesses. A realidade é esta.
    Vcs falam de privatizações como se elas não tivessem existido no governo petista. Mudaram a nomenclatura, se veleram de um eufemismo chamado concessões, e assim entregaram estradas, aeroportos, portos, áreas para exploração de gás e petróleo e etc, exatamente o que fizeram outros.
    Qto ao lucro da petrobrás, o que sei é que esta era a 12ª maior empresa do mundo em valor de mercado, hj ela é a 120. A empresa está quebrada, coisa que nenhum analista de mercado discorda. Não tem capacidade de investimentos e é frequentemente utilizada para fechar as contas do governo como ocorre agora com esses 15 bilhões que foram pagos, é a famosa contabilidade criativa inventada pelo PT.
    Em toda discussão política existem bons argumentos dos dois lados, o problema do PT é que patentearam a verdade, e para eles só existe um, o deles. Lobão definiu muito bem o que se tornou a militância petista quando disse que discutir com os simpatizante é como jogar xadrez com pombo, ele vai derrubar as peças, cagar no tabuleiro e sair com o peito estufado contando vitória.
    Espero que essa história de regulação da mídia não nos arraste para uma aventura totalitária. O partido tem dado mostras muito claras de que não aceita perder o poder, e para isso tem lançado mão de práticas ilegais e antidemocráticas para se manterem onde estão. É preciso ver para onde estamos caminhando para que amanhã não vejamos espaços como este aqui fechados para os debates.
    Voto com campos mas respeito todas opiniões, mesmo que não concorde com elas.

Deixe uma resposta