RUA DA TABOCA VIROU CRACOLÂNDIA NOTURNA, GRAÇAS AO DESCASO DO PREFEITO RICARDO MOURA

Desocupados aproveitam a escuridão para fazer uso de drogas, no centro da cidade.

Há dois meses uma lâmpada de um poste da Rua Duque de Caxias (Taboca) queimou e até hoje não foi trocada. Uma verdadeira escuridão tomou conta do local, e ultimamente a rua tem servido para desocupados e usuários fazerem uso de drogas.

Ontem uma pessoa passou na sorveteria e nos alertou que teria um casal usando droga próxima de nós. A única coisa que podemos fazer é fechar o estabelecimento e ir embora.

Na terça-feira, um jovem aparentando ter uns 20 anos chegou apressado em nossa sorveteria e disse que estava sendo perseguido por dois bandidos. De tanto esperar os vagabundos irem embora o jovem acabou ligando para o irmão para vir buscá-lo.

O problema maior é que nas proximidades da rua tem uma praça cheia de barzinhos e quando chega fim de semana a rua passou a ficar cheia de pessoas procurando um lugar tanquilo para usar suas drogas e a Rua da Taboca virou o point deles, o que deixa todos os moradores apreensivos.

“Não posso mais ir para a igreja. Quando saio está tudo escuro e quando chego além de escuro tem gente estranha circulando por aqui”, disse uma moradora da rua.

“Quem poderia esperar algo diferente de um homem que nunca trabalhou na vida? Sempre viveu protegido pelos pais, e depois que virou prefeito desprezou a família. Então, o que ele pode fazer por nós? Nada”, falou dona Letícia (nick dado a uma moradora que não quis se identificar).

O aviso já foi dado, resta ao prefeito dizer o que vai fazer, ou coloca a lâmpada no poste, ou deixa a rua virar uma cracolândia noturna. Parece que faz parte de seu governo esses absurdos.

Tá ligando pra nada!

O prefeito Ricardo Moura constatou a escuridão in loco quando esteve na Sorveteria Pelegrini, logo na semana em que a lâmpada teria queimado. Todos os setores responsáveis dentro da prefeitura foram informados, inclusive a empresa contratada para fazer esses serviços, que alegou não estar recebendo os pagamentos e por isso não teria trocado a lâmpada.

Comentários { 0 }

TAPEROÁ: VEREADOR ALDO É VÍTIMA MAIS UMA VEZ DE SEUS ALGOZES

Para se criar fato novo, o vereador Aldo é acusado de ter xingado a filha de um político

As vezes eu fico me perguntando: até onde vai a maldade humana para o “bem” próprio? Os homens são capazes de tudo, até de levar os filhos ao constrangimento para tirar proveito.

Vide o que acontece em Taperoá: o professor e vereador Aldo que está dentro de um processo movido pelos seus pares na Câmara, que estão pedindo sua cassação e que tudo leva a crer seus acusadores devem perder a causa, é alvo mais uma vez dos seus algozes. Com a intenção de fragilizar o vereador que também é advogado, os acusadores usaram uma nova arma, dessa vez acusam o vereador de ter xingado uma adolescente na sala de aula, chamando-a de “descaradinha”.

Ora, tudo isso pra mim seria muito normal se o vereador tivesse xingado qualquer pessoa da escola ou da cidade, afinal de contas, dependendo da relação do professor com o aluno pode ser um motivo para processo ou não. Mas quando esse aluno é filha de um desses políticos envolvidos no processo contra o vereador, isso prá mim não é normal, tem mais cara de algo fabricado.

Me parece que foi armado um complô contra o vereador Aldo, que segundo fontes: declarou ter realmente empregado mal uma palavra contra uma adolescente, porém, afirmado que, teria feito sem que fosse de forma pejorativa, até porque, ele disse que tem uma relação muito boa com os familiares dessa Jovem.

Eu acho que a justiça tem que apurar mesmo esse caso e deve condenar os envolvidos, pois, são os próprios pais e amigos dos pais da jovem que estão escancarando o assunto nos sites e redes sociais. Se houvesse respeito de todos pela vítima, no mínimo eles pediriam que abafasse o caso e sugeririam que o processo corresse como segredo de justiça, para não constranger a adolescente. Mas, pelo contrário, para se criar um fato político eles abriram o leque, sem pena e sem medo do que possa acontecer, mesmo que seja constrangimento para a pessoa.

É bom lembrar que, o pai da jovem, da qual disseram que o professor xingou, já foi presidente da Câmara de Vereadores, onde o vereador Aldo foi bastante combativo com ele, também é aliado de Ulisses, um dos vereadores que abriram o processo contra Aldo.

Comentários { 0 }

JAIRO VISITA O PARTIDO VERDE EM SALVADOR

Hoje (06), o pré-candidato a prefeito de Valença, Jairo Baptista, esteve em Salvador em visita à Sede Estadual do Partido Verde (PV) na companhia do presidente municipal Reginaldo da Internet e Ivanilson Gomes, presidente estadual do PV onde foi debatido a conjuntura política para a eleição de 2020 e diversos outros temas ambientais para o desenvolvimento turístico do município.

“Estou muito feliz em ter o PV como parceiro, pois é um partido engajado nas lutas ambientais e no desenvolvimento sustetável, caminharemos juntos para que dias melhores possamos encontrar para a nossa cidade”, afirma Jairo.

Comentários { 0 }

ASPECTO DE FAVELIZAÇÃO NO CENTRO DA CIDADE, MARCA GESTÃO DE RICARDO MOURA. HISTORIADORA CELESTE MARTINEZ DENUNCIOU AO MP

Em pleno centro da cidade, o aspecto de favelização tomou conta do cais da cidade, sem contar que está levando risco às pessoas que passam por alí

Hoje (05) eu li uma publicação da historiadora e agente cultural, a senhora Celeste Martinez, onde ela diz: “Primeira vez que envio documentação para o Ministério Público, solicitando providências, no que diz respeito aos direitos difusos.

Eu, Celeste Maria de Queiroz Martinez, cidadã, moradora da cidade de Valença, Bahia, solicito, gentilmente, do Ministério Público, apuração dos fatos descritos por mim, sabendo que o Código de Defesa do Consumidor, em seu Art. 6°, inciso VII institui que é direito básico do consumidor “ o acesso aos órgãos judiciários e administrativos com vistas a preservação ou reparação de danos patrimoniais e morais, individuais, coletivos ou difusos, assegurada a proteção jurídica, administrativa e técnica dos necessitados”.“.

Celeste descreve o local que se encontra totalmente comprometido, destruído e levando risco aos transeuntes, ao MP.

Uma vergonha para o gestor Ricardo Moura, a cada dia que passa mais vemos o descaso que submetemos nosso município. Um governo porco, desastroso, onde nem mesmo seus aliados já o defendem mais. Alguém disse a Secretária de Administração (irmã do prefeito) que não iria mais defender o governo de Ricardo, porque “está ficando patético”.

Ricardo tenta esconder o lixo debaixo do tapete, assinando projetos de cargos e salários sem condições de cumprir a responsabilidade, manda secretários enganar a imprensa, como é o caso do FPM que continua bloqueado e consegue andar de cabeça fresca (aparentemente). Creio que ele já deve saber da sua derrota  nas próximas eleições, porém, tem que ter cuidado para não criar uma revolta popular.

Comentários { 0 }

SEM CONDIÇÕES DE PAGAR O 13º, PREFEITURA CELEBRA COM APLB AUMENTO DE SALÁRIOS

A mesa da farsa, o prefeito faz de conta que paga e a APLB endossa

O prefeito Ricardo Moura e a APLB comemoram o envio do Projeto de Plano de Cargos e Carreira dos Servidores de Apoio da Educação, à Câmara de Vereadores para ser aprovado.

Segundo a página da prefeitura: “O Prefeito Ricardo Moura tem priorizado os servidores públicos municipal desde que assumiu o comando da Prefeitura de Valença, em janeiro de 2017. Através de um trabalho focado, o executivo municipal conseguiu avançar significativamente na qualidade dos serviços prestados através da valorização de seus servidores.”, relata a página.

O novo documento permitirá, entre outros benefícios, reajuste salarial da classe. Aqui fica nossa interrogação. Como a prefeitura irá pagar o aumento dos servidores, sabendo que, esses servidores sequer receberam a primeira parcela do décimo terceiro, que o FPM está bloqueado por falta de pagamento da parcela? Prá mim, não passa de um engodo político com a conivência da APLB, que, com certeza está usando a fragilidade do prefeito para aplicar suas convicções políticas e, com isso ficar forte  para envolver membros do sindicato nas próximas eleições.

Comentários { 1 }

COITADA DA SECRETÁRIA, MENTIU PARA O REPÓRTER. OU SERÁ QUE ELA PENSA QUE FALOU A VERDADE?

Na semana passada eu falei no Programa Ligação Direta, edição do meio-dia, sobre o bloqueio do FPM de Valença. No momento atribui o bloqueio a competência dos responsáveis na área, isto porque, a Secretária em sua fala, senhora Gal, jogava a responsabilidade pelo episódio à gestão passada.

Já na segunda-feira (02), a Secretária convocou nosso colega Isaías para falar sobre o bloqueio do FPM, e disse que o problema estaria resolvido. Que teria sido um parcelamento do Pasep, mas que já teria pago e já teria resolvido o problema. Gal voltou a reafirmar que, a falha seria da gestão passada, mesmo.

Na oportunidade da entrevista a Secretária aproveitou e quando o repórter deu a ela para fazer as considerações finais ela fez questão, de forma indireta, de atacar a mim, “eu queria Isaías, só parabenizar a você pelo seu profissionalismo, com decência, com honradez. É assim que se trabalha, procurando saber a verdade e colocando somente a verdade”, alfinetou a Secretária.

Não fico de forma alguma sentido com meu colega por ter deixado passar essa deselegância da Secretária, pois afinal de contas eu também fui deselegante com ela, quando a chamei de incompetente. Minha dor era por ela não ter assumido a responsavilidade e querer aliviar a culpa dela e do gestor jogando em quem já está de fora.

Pois bem, como eu não deixo passar nada em branco, descobri que, o problema do FPM não foi Pasep coisa nenhuma. Pior: ainda não está resolvido. Sabem por que? Porque,uma há desorganização generalizada da assessoria jurídica juntamente com a Secretária de Finanças, que custam milhões por ano aos nossos cofres, eles se passaram e fizeram o pagamento do Pasep erradamente, pois o pagamento deveria ser do INSS.

Agora, eles estão sem dinheiro e não sabem como vão fazer para pagar essa parcela do INSS, que custa a “bagatela” de apenas R$ 300 mil reais. E olha que, só pagando haverá o desbloqueio do FPM

Agora Secretária, vai lá e chama o repórter e fala a ele que eu estou certo e que vocês são realmente incompetentes, ou então dê outra desculpa esfarrapada, diz que foi João Leonardo que não fez a coisa certa.

Comentários { 3 }

JAIRO VISITA MARICOABO E SERRA GRANDE

Jairo, o presidente do PV Reginaldo da Internet, o Presidente da Rede Marcelo Borges, os líderes comunitários Fabiane, Anne da Uneb e José Casemiro

O domingo (01), foi movimentado para o pré-candidato a prefeito de Valença, Jairo Baptista. No Distrito de Maricoabo, na Boca da Mata, Jairo participou de um bingo beneficente e em seguida foi ao Distrito de Serra Grande, onde visitou lideranças e amigos ouvindo problemas daquela localidade.

“Que bom ver nossas comunidades unidas em prol de ajudar aos irmãos mais necessitados, fico feliz de ver a solidariedade do nosso povo empenhados numa ação de fraternidade justamente numa época tão peculiar, como é o período natalino. Vamos sempre ouvir a comunidade de Serra Grande e todo o nosso município, pois só assim poderemos compreender e participar dos anseiso do povo”, falou Jairo.

 

Comentários { 1 }

DONO DO GRUPO PETRÓPOLIS QUE FABRICA A CERVEJA ITAIPAVA ESTÁ PRESO POR CORRUPÇÃO

Grupo Petrópolis tenta sobreviver após dono ser preso

Com o cargo de presidente vago desde que o seu fundador, Walter Faria, foi preso há quatro meses acusado de corrupção por lavagem de dinheiro e sonegação de impostos, o Grupo Petrópolis, dono da cerveja Itaipava, tem buscado empréstimos de bancos estrangeiros e fundos de investimento especializados em empresas em dificuldades para financiar sua expansão.

Faria se entregou no dia 5 de agosto à Justiça de Curitiba, após cinco dias foragido – pesam sobre ele e a empresa acusações de lavagem de dinheiro. A companhia teria destinado, entre 2006 e 2014, R$ 329 milhões à Odebrecht para que a empreiteira repassasse os valores adiante em forma de propina.

Terceira maior cervejaria do País, com faturamento líquido de R$ 9,6 bilhões em 2018 e 14% de participação de mercado – contra de 61% da Ambev e 20% da Heineken, segundo dados Nielsen obtidos pelo Estado -, a Petrópolis é há anos considerada um ativo problemático, embora o negócio seja gerador de caixa.

Comentários { 0 }