Archive | abril, 2009

DELEGADA DIZ QUE AUMENTO DE FROTA AUMENTA O ROUBO DE CARROS.

image

Li no Jornal da Metrópole do dia 24 de abril de 2009, que o aumento de roubos de carros cresceram 71% no bairro da Pituba. Segundo o jornal, os dados oficiais dizem que: “Em 2008, a cada 24 horas, pelo menos um veículo foi tomado por ladrões armados na Pituba, de acordo com dados da secretaria de segurança publica (SSP). No inicio deste ano, Cristiane Inocência Xavier, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), justificou o aumento como sendo uma tendência natural do crescimento da frota de automóveis em Salvador”.

Entendi: aumento de frota, aumento de mão de obra. Será? É meio complicado, uma declaração dessa, é o que chamo de querer subestimar minha inteligência. Se por acaso diminuísse os roubos, ela poderia dizer também que é uma tendência natural do crescimento da frota, e eu poderia dizer: entendi, aumentou a frota diminui a procura por carros roubados.

Senhora Cristiane, por favor explique-se melhor. Porque aumentando a frota, aumenta o numero de roubos?

Prefiro ficar imaginando como surgiu o universo, piro menos rápido.

Comentários { 0 }

VITINHO E SAMUEL.

Vitinho, Samuel e Arandiba 005

Olhem só essas duas carinhas; Vitinho e Samuel, meus clientes mirins. Imaginem ai o que é pintar o 7. Esses dois quando aparecem aqui bagunçam muito, pela cara dá pra notar não é mesmo?

Vitinho, Samuel e Arandiba 002  

Acabou o verão, eles agora sumiram. Tô com saudades seus moleques, apareçam. Pena que crescem.

Abraço do amigo

Pelegrini.

Comentários { 2 }

PREFEITO PEDE A VEREADOR PARA USAR CAMISINHA.

image

Tem um prefeito aqui no baixo-sul, que tem um cinismo fora do comum. Um vereador sério da câmara desse município, que após uma seguida discussão com o prefeito, disse-lhe: “Não adianta você reclamar de minhas ações, eu vou continuar a denunciar você, por todas as obras superfaturadas e irregularidades que existirem no seu governo, vou meter o pau todas as vezes”. E o prefeito virou-se para o vereador e disse: “Tudo bem, agora não esquece de usar camisinha, tá?”

Eu pago um sorvete de limão sem açúcar se alguém adivinhar quem é esse prefeito.

Comentários { 12 }

INSEGURANÇA EM VALENÇA.

image Hoje ouvi na FM Valença no programa de Dorgival Lemos, sobre as questões de segurança em nossa cidade. Na verdade o prefeito, quer acusar as emissoras de rádio por terrorismo, diz ele que nada disso acontece do jeito que pintam. É verdade que não é do jeito que pintam, mas acontece. Quando o bandido sai dando tiros pra todas as direções contra a policia e atinge uma pessoa que não está na briga, tem que dizer que a bala atingiu um pai de família, ou será que o chefe de polícia e o prefeito querem que diga que a bala abateu mais um bandido?

Estão certos os veículos de comunicação, tem que informar mesmo, a população precisa saber da verdade, para se precaverem das ações de bandidos já que o contingente de polícia não é suficiente para uma população como a de Valença.

No sábado sai com minha esposa e sentei-me num quiosque da orla, e pude verificar que a cidade está realmente uma bagunça. Vi menores se prostituindo, usando e vendendo drogas. É constrangedor o que se vê por ali, os comerciantes que são do bem vivem apreensivos, com medo. Se chega alguém em sua mesa (geralmente para pedir um real pra comprar as malditas pedras de crack) eles não pedem pra sair, por medo.

Tá na hora de acabar com isso, se a policia não tem homens suficiente, que o chefe da polícia diga. E vamos pedir ao prefeito para sair a noite ou mande alguém com essa missão, de ir aos lugares em Valença, e ficar observando o que acontece, e veja quantas vezes pode-se ser assaltado nas ruas.

Eu não tenho vergonha de falar que meu carro fica a 200 mts de minha casa, e quando vou guardar depois das 10:00 hs. da noite volto de moto taxi, porque tenho medo de voltar andando e ser abordado por um assaltante. Outra coisa, no dia em fui à orla eu levei pelo menos duas horas por lá e não vi um só policial.

Comentários { 2 }

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A PESTALOZZI?

image Tem um leitor apelando desesperadamente pelo não fechamento da Pestalozzi, por enquanto eu não sei informar nada sobre o caso, só o vereador Jairo nos falou sobre a retirada de um profissional de fisioterapia da instituição. Por enquanto não podemos informar mais nada. Mas prometo apurar, e se tiver algo de errado vamos denunciar, porque a Pestalozzi, é uma instituição séria, pelo menos aqui em Valença.

Comentários { 0 }

ZÉ DA HORA FALA SOBRE SEGURANÇA.

 

Ultimas imagens 021

O ex-vereador Zé da hora fez um comentário sobre segurança, que eu fiz questão de postar como o principal post:

Caros Leitores,
Venho atentamente acompanhando a questão da segurança pública em nosso Município. Tenho assistido pronunciamentos daquí, dalí e de tantos. Só que até aquí não ví ninguém afirmar que a Violência é um fenômeno multicausal. Portanto não existe uma solução mágica. Em nenhum lugar imaginamos que, se fizer isto, vai resolver o problema. Entendo necessário que haja um investimento grande na polícia, um investimento na formação, na inteligência, na informação para qualificar a ação da polícia, vejo também, a necessidade de um incremento das ações da sociedade civil com projetos sociais em locais com indice de alta vunerabilidade, projetos focados e principalmente com um público bastante afetado, que é o público jovem. Vejo, também, a necessidade efetiva do envolvimento da Prefeitura neste processo.
Em geral pensa-se que segurança pública é papel exclusivamente do Estado. As parcerias com as organizações sociais da sociedade civíl também podem contribuir.
Posso afirmar que quando a Prefeitura de um Município trabalha junto com Estado e o governo federal, a gente consegue resultados mais substancias para a redução da criminalidade. Portanto uma série de coisas compõem este conjunto que reduz os homicídios, latrocinios, sequestros, furtos etc etc.
Essas parcerias não são só importantes, eu diria, mas determinantes. Assim, quero mais uma vez afirmar; não entender a questão da segurança do ponto de vista da repressão, que fica na mão da polícia, do sistema penitenciário e, aí sim, do governo do estado sem que haja nossa contrapartida. E isto nada mais é do que trabalhar na qualificação da repressão, mas investindo muito em prevenção. Se não, vamos ficar sempre nas políticas que chamo de enxugar gelo: sempre tratando o caso, mas sem conseguir resolver. É preciso tratar da questão antes de ela começar. Por isso processos de prevenção são fundamentais. E aí entra o papel da Prefeitura Municipal e das organizações sociais.
É importante que a ação social, a educação e saúde do município atue na base, a industria e comércio no meio e o emprego na ponta.
Portanto mesmo sendo esse meu pensamento, a questão não é fechada e estamos abertos a novos questionamentos e troca de ideias.

Zé da Hora

Comentários { 9 }

CÃMARA REALIZA DEBATE SOBRE SEGURANÇA PÚBLICA.

 

image

Realizou-se ontem dia 24 de abril um debate sobre segurança pública na câmara de vereadores de Valença, com a presença de várias autoridades locais e do estado.

Num dos momentos do debate o prefeito Ramiro Campello de Queiroz acusou as emissoras de rádios local de disseminar propaganda de terror entre a população, porque o vereador Jairo Baptista informou que em um certo dia e em menos de 24 horas houveram quase 20 atentados de bala contra pessoas.

Prefeito sabe de nada. A própria loja dele foi vítima de roubo recentemente, onde os ladrões saíram da loja com televisor, cds e etc… em plena luz do dia, na cara dos seguranças. E depois, quem foi que já viu o prefeito depois de 8 horas da noite na rua? A não ser pra catar votos que ele ia dormir só depois das 10 horas da noite.

Prefeito o senhor pode não saber, mas Valença já foi manchete em jornais de todo o Brasil, sobre um caso de seqüestro, a não ser que também não houve o seqüestro né?

Comentários { 5 }

“OH! QUE SAUDADES QUE TENHO”…

Johnny Mathis – Evie

Alguém sugeriu, e ai está. Lembrei-me dos nossos anos dourados, e de quebra aqui vai um trecho do poema de Casimiro de Abreu, “Meus oito anos”.

Oh ! Que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras,
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais!

Comentários { 13 }