Na CPI Witzel diz a Flávio Bolsonaro que não é porteiro e por isso não vai se intimidar com ele

Em uma sessão tumultuada da CPI da Covid, o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC) bateu boca com o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), disse que não era “porteiro” para ser intimidado pelo parlamentar e abandonou a comissão no início da tarde desta quarta-feira (16).

Witzel estava sendo questionado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE) sobre suspeitas de desvio de dinheiro na compra de respiradores pela gestão do ex-governador, quando Witzel pediu ao presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), para deixar o colegiado.

Aziz disse que o pedido estava amparado por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que garantiu um habeas corpus a Witzel, e comunicou o encerramento da sessão.

“Não podia deixar de vir. Respondi a todas as perguntas. Agora na medida em que começa a haver ofensas, na forma de senadores que se dirigiam a mim de forma ofensiva, de forma leviana, até mesmo chula, não poderia continuar dessa forma. Estou aqui para ser respeitado e respeitar”, afirmou Witzel em entrevista após a sessão.

Antes de ir embora, o ex-juiz protagonizou momentos tensos de embate com o filho do presidente Jair Bolsonaro.

“Senador, o senhor pode ficar tranquilo que eu não sou porteiro. Não vai me intimidar, não. Mas, senador Flávio Bolsonaro, vossa excelência é contumaz ao dar declarações atacando o Poder Judiciário, especialmente o juiz Flávio Itabaiana”, afirmou Witzel a Flávio. Pouco antes o depoente também disse que o senador era mimado e mal-educado.

A fala era uma referência ao porteiro do condomínio em que Jair Bolsonaro tem residência no Rio, que inicialmente afirmou que os assassinos da vereadora Marielle Franco teriam ido à casa do presidente, mas que depois mudou a sua versão. (Folha)

3 Respostas para Na CPI Witzel diz a Flávio Bolsonaro que não é porteiro e por isso não vai se intimidar com ele

  1. Brad junho 17, 2021 às 3:21 am #

    O cara rouba o dinheiro da saúde e ainda quer dá uma de bom moço,tinha q tá na cadeia mesmo ,esse sim é um verdadeiro genocida .Se fosse preto ,pobre e morador da periferia tinha ido escoltado . Tenho tanta dó desses meninos ,que a natureza tinha que dar um jeito ..

  2. pelegrini junho 17, 2021 às 3:41 pm #

    Verdade

  3. Florêncio Martins LealJunior Leal junho 17, 2021 às 7:28 pm #

    Um merece o outro . O Brasil não .

Deixe uma resposta