RESPONDENDO AO ANÔNIMO

Este espaço já está dando o que falar, um leitor anônimo disse: “ainda bem que eles gostam de você, essa turma é ‘baigon: não perdoa, mata'”.

Eu acho que o bom deve ser assim, afinal vamos ficar aqui escrevendo besteiras e achar que alguém deve nos elogiar? Nada disso, publico todos os comentários, a turma da Facom tem a opinião deles, são novos jornalistas, sangue novo, opiniões modernas, e de quebra, bem humoradas.

Tomara que eles nunca me esqueçam, mesmo que seja pra meter o pau (no bom sentido é claro), gosto de polêmicas. Quando falo de Ramiro, é porque conheço a fera e nele eu meto o pau de todo jeito (no bom e no mal sentido). Se tiver alguém ai que discorde, pode falar, o espaço aqui é democrático.

Prometo que falo de sorvete na próxima.

Até mais.

12 Respostas para RESPONDENDO AO ANÔNIMO

  1. Luis Carlos outubro 23, 2008 às 11:15 am #

    Pelegrini, é por isso que nós gostamos de você! É coerente e sensato… E olha que eu “quase” lhe pegava porque excluiu um comentário meu lá atrás… Reconheço que me excedi e não tinha como provar…
    Você publica tudo, o espaço é realmente democrático e quem tiver coragem para postar, que o faça, pois também sabemos reconhecer quando “pisamos na bola”… Parabéns!
    Estamos loucos para conhecer Valença e degustarmos seu maravilhoso sorvete!

  2. Lina outubro 23, 2008 às 11:26 am #

    Eu sou declaradamente um ser sociável e humanitária… Não mato nem formiga… Sou exigente, mas não ofendo ninguém…Esse blog é um espaço privilegiado do diálogo democrático e vou exercitá-lo sempre que me sentir impulsionada… PELEGRINI, SEU BLOG É UM DIAMANTE – LÍMPIDO E VALIOSO!
    Siga em frente e conte sempre conosco!

  3. Lina outubro 23, 2008 às 12:00 pm #

    Pelegrini, tem uma música antiga, da década de 80 que eu gosto muito, ela é cantada por Netinho e chama-se DIAMANTE( se você conseguir ouvir, vai perceber ainda mais sua dimensão)… Vou transcrevê-la para traduzir a preciosidade que é seu blog para nós:

    DIAMANTE

    Vevé Calazans e Dito

    Meu Deus,
    Diamantes são raros demais
    São eternos que nem oração
    Têm a força da guerra e da paz
    Meu Deus,
    Diamante é a gestação
    É a criança que em formação
    Nossa mãe-natureza nos traz

    Na voz das estrelas do nosso país
    Diamante se sente feliz
    Cintilando na voz da Elis
    Lapidando o som
    Espelhando a poesia
    Amante terno, brilhante dom

    Meu Deus,
    Diamante é o som de Caymmi
    Que a brancura do cabelo exprime
    O segredo das ondas do mar

    Meu Deus,
    Diamante é um ator de cinema
    Que faz do seu papel um poema
    Aprendendo e ensinado a amar
    Na voz
    Das notícias que correm o país
    Diamante é um povo feliz
    Diamante quer se libertar
    Diamante é o dom da verdade

    Diamante é o dom do saber
    Diamante é a felicidade
    Diamante é saber perder
    Diamante é o cego que vê
    Diamante sou eu e você

  4. Nana outubro 23, 2008 às 12:07 pm #

    Pelegrini, a turma está se sentindo incomodada, pois nós barbarizamos lá no jornaleco…

    NÃO PERDOA E MATA é jargão de milico e de gente de direita…

    Certamente essa pessoa que postou esqueceu-se do episódio JUCA VALENTE, que morreu assassinado por seu sogro…

    E sabe que era a mulher de Juca Valente (lemos esse livro em um sebo)?

    D. Thereza Matta Pires, a filha mais velha de ACM…

  5. Mille outubro 23, 2008 às 12:12 pm #

    EU SOU DO BEM E MINHA BRIGA É COM AS PALAVRAS, NO ESPAÇO DEMOCRÁTICO…

    PELEGRINI, vou declamar uma estrofe de Mário Quintana: ‘Eles passarão, eu passarinho!”

    Amigo, os que estão atravancando o nosso caminho passarão, NÓS passarinho…

    Temos asas e sonhamos… Voaremos para o espaço da justiça e dgnidade!

    Eles que fiquem com os bichos escrotos, seus companheiros…

  6. Marcinha outubro 23, 2008 às 12:25 pm #

    Quero responder a esse distinto anônimo o que postei lá atrás…São trechos da Obra de Fernando Pessoa, chama-se O LUTADOR

    “Lutar com palavras
    é a luta mais vã.
    Entanto lutamos
    mal rompe a manhã.

    …Lutar com palavras
    parece sem fruto.
    Não têm carne e sangue…
    Entretanto, luto.

    …Cerradas as portas,
    a luta prossegue
    nas ruas do sono.”

    Ouso complementar… O sono que embala meu sonho… E pelo visto, nossos sonhos, pois usamos a palavra para lutar!

    Amigo, minhas lutas são pelo direito de usar a palavra!

  7. Elena outubro 23, 2008 às 1:15 pm #

    Será que somos tão perversos assim? Na verdade, quando se faz um jornal e escreve um texto, tem que está aberto a críticas… E eles criticam pesado… Só que no espaço do jornal não tem uma coluna de leitor, então criticamos no mural… Acho que o que incomodou foi que nossas críticas são fundamentadas e as outras dos leitores são mais xingamentos…

  8. Leo outubro 23, 2008 às 1:15 pm #

    Gente, sem questão… Lembram do PASQUIM, JORNAL O MOVIMENTO? Fizemos só uma releitura e colocamos uma pidada de tempero, afinal os tempos são outros… Acho que o leitor que nos comparou ao baigon, tenha se referido a sermos cortantes, em uma linguagém figurada… E nós temos que reconhecer que somos mesmos cortantes… Críticos cortantes, mas também sabemos aplaudir, afinal estamos aqui… É só ler o que postamos desde que chegamos… É a prova… Leitor, por favor, se manifeste!

  9. Anonymous outubro 23, 2008 às 1:30 pm #

    Essa turma é ótima… Esse cara deve estar com prisão de ventre ou dor de barriga… Ou ainda, sua namorada dormiu de claça jeans…É um mal amado…
    Amigo, nesse cidade tem moças lindas… Tem a sorveteria do Pelegrini, deixe sua amargura de lado e caia de boca no doce mel da vida…

  10. Lina outubro 23, 2008 às 1:40 pm #

    SORVETE, SORVETE, SORVETE!

    Está provado, quem toma sorvete, não tem mau humor…
    Ele deve estar diet e estar com sindrôme de açucar…

    Que tal uma taça de chocolate, com cobertura bem acucarada?

  11. Lina outubro 24, 2008 às 6:55 pm #

    CORREÇÃO: Ele deve estar diet e com síndrome de abstinência de açúcar…

    Por favor, uma taça de sorvete de chocolate com calda me chantilly e um brinde a vida!

  12. Oliveira outubro 24, 2008 às 7:06 pm #

    Pelegrini, por favor, me dê um sorvete de TANGERina ai para TANGER o baixo astral desse comentarista que fez essa observação em tom de ameaça… Companheiro anônimo, não ameaçamos… Não gostamos desses métodos tão utilizados para enfraquecer as pessoas… Lutamos com dignidade!

Deixe uma resposta