RAMIRO PERSEGUE VENDEDOR DE CHURRASQUIINHO A PEDIDO DE ELEITOR SEU

CHACAL O prefeito Ramiro, a pedido de um eleitor seu, mandou retirar um carrinho de churrasquinho da Praça da República. O cidadão estava trabalhando para sustentar a família e agora se viu diante de uma situação difícil, sem emprego e sem poder trabalhar.

O mais interessante de tudo isso é que o prefeito atendeu a exigência de um eleitor seu que enciumado com o grande negócio que o cidadão estava fazendo não suportou ver o moço ganhar dinheiro. E olha que em nada o churrasqueiro atrapalhava ele.

A verdade é o seguinte: não estamos ainda nas eleições, portanto o senhor Ramiro ainda vai cometer muitas atrocidades até lá. 

11 Respostas para RAMIRO PERSEGUE VENDEDOR DE CHURRASQUIINHO A PEDIDO DE ELEITOR SEU

  1. Rosa novembro 25, 2010 às 1:19 am #

    Pobre povo de Valença.

  2. Ramiro vai demitir? novembro 25, 2010 às 2:18 am #

    Prefeitos demitem para pagar 13° salário

    Em Uruçuca, até o prefeito Moacir Leite está sem salárioCom a corda no pescoço em razão da frustração dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) pelo governo federal, boa parte dos prefeitos baianos está demitindo funcionários para economizar alguns milhares de reais e pagar o 13º salário e honrar dívidas com fornecedores.

    Prefeitos dos municípios de Valença, Itambé, Uruçuca e Mulungu do Morro, com os quais a reportagem conversou, admitiram as demissões. A União dos Municípios da Bahia (UPB) estima que 50% dos municípios estejam cortando gastos demitindo pessoal.

    No orçamento da União a previsão do FPM para a Bahia em 2010 era de R$ 4,984 bilhões para os 417 municípios, mas a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) acredita que o Estado feche o ano com -5,7% desse valor, perda estimada em aproximadamente R$ 282,5 milhões – muito para um Estado no qual a maioria dos municípios depende dos repasses federais em razão de receita própria irrisória.

    A diminuição da arrecadação dos impostos que compõem o FPM, sobretudo Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto de Renda (IR), levou o governo a reestimar cinco vezes o montante do repasse para os mais de 5,5 mil municípios brasileiros. Na última previsão a diferença era de menos R$ 8,6 bilhões.

    Redução dos gastos – O prefeito de Valença, Ramiro Queiroz (PR), antevendo a queda brusca do FPM, começou a demitir desde o dia 28 de setembro e conseguiu reduzir os gastos com pessoal em R$ 400 mil/mês com o corte de 180 funcionários, a fim de dar conta dos pagamentos salariais e débitos com fornecedores – que chegam a R$ 800 mil. Entre os demitidos, quatro secretários, das pastas da Pesca, Turismo, Cultura e do Planejamento.

    “Recebi a menos do FPM aproximadamente R$ 1,8 milhão. É muito estressante hoje estar prefeito numa cidade que não tenha royalties ou indústria de peso. Fora isso, todos os municípios são penalizados”, diz Ramiro.

    Em Uruçuca, o prefeito Moacir Leite Júnior (PP), que viu o FPM despencar desde junho de R$ 1,8 mil para R$ 1,2 mil mensais, está com o próprio salário em atraso, junto com o vice-prefeito e secretários. Ele conseguiu pagar em novembro o salário de setembro dos servidores. Embora metade do 13º salário seja pago ao longo do ano (data de aniversário do servidor), os fornecedores (combustível e construção civil) não receberam ainda. “A partir de 1º de dezembro começaremos a fazer redução de gastos, corte de pessoal”, anunciou Leite.

    Já em Mulungu do Morro, 150 funcionários foram demitidos para uma economia de R$ 100 mil/mês, revela o prefeito Amauri Lucena (PMDB). “Aqui a gente vive na requelenga. O índice de doença é grande e não tem infraestrutura. E essa falta de recursos… a gente nem segura mais os gastos, tive de demitir. A maioria dos municípios está assim, vive das transferências constitucionais”.

  3. Rosalinda novembro 25, 2010 às 2:21 am #

    Não, ele já demitiu…

    “Redução dos gastos – O prefeito de Valença, Ramiro Queiroz (PR), antevendo a queda brusca do FPM, começou a demitir desde o dia 28 de setembro e conseguiu reduzir os gastos com pessoal em R$ 400 mil/mês com o corte de 180 funcionários, a fim de dar conta dos pagamentos salariais e débitos com fornecedores – que chegam a R$ 800 mil. Entre os demitidos, quatro secretários, das pastas da Pesca, Turismo, Cultura e do Planejamento.

    “Recebi a menos do FPM aproximadamente R$ 1,8 milhão. É muito estressante hoje estar prefeito numa cidade que não tenha royalties ou indústria de peso. Fora isso, todos os municípios são penalizados”, diz Ramiro.”

    Fonte: JORNAL A TARDE

  4. Dr. ZOIÃO novembro 25, 2010 às 7:27 am #

    Porque o prefeito Armengueiro de valença não tem conhecimentos das construções nos manguezais de valença,mais todos sabem que o prefeito tio ramiro é fanatico por dinheiro, o esporte do prefeito tio ramiro é fazer dinheiro,tem dado muitos alvarás só para recolher dinheiro,até um posto de gasolina foi dado alvará onde esta destruindo parte do manguezal ao lado da garagem da prefeitura na rodovia valença taperoá, onde esta o IBAMA,IMA E os orgãos que defende a natureza,será que o fiscalzinho de casa de taipa o Dr. raimundo vieira,fofoqueiro de plantão do prefeito ainda não visitou aquela obra, ou ja deu parecer sobre a construção, vamos todos denunciar ao ministério publico estadual,federal,e as casas do novo horizonte, quem foi o fiscal do crea que deu alvará,ou o CREA de valença quem manda é o prefeito com seu engenheiro raimundo vieira.

  5. Fred novembro 25, 2010 às 11:40 am #

    Ramiro tá em seu ultimo mandato. Tudo isso para mim nao passa de um processo de despedida.

    Volto a falar! O proximo Prefeito de valença será do PT.

    Fred,

  6. MARIQUINHA novembro 25, 2010 às 2:08 pm #

    EMIRADOS: CEM CHIBATADAS POR SEXO COM NAMORADA

    Foto mostra homem com marcas das chibatas nas costas e nas pernas

    Sexo, só depois do casamento. Assim determina a sharia (lei islâmica), que pune aqueles que ousam fazer “ousadia” antes de unir-se perante Alah. A punição, no caso de um casal de namorados nos Emirados Árabes, veio através da chibata. De acordo com a versão australiana do jornal The Daily Telegraph, desta quinta-feira (25), o namorado, identificado apenas como S.M., e natural de Bangladesh, foi condenado por uma Corte árabe a levar cem chibatadas. A mulher, uma filipina que trabalha como empregada doméstica e citada como N.M., ainda não foi castigada, mas também deve cair na chibata, literalmente. S.M. e N.M. confessaram em tribunal terem tido relações sexuais várias vezes na casa do patrão da filipina, no emirado de Sharjah. O casal foi denunciado depois que o dono da casa viu o bengalês sair do local. Os namorados serão deportados. Entretanto, o chibateado deverá cumprir um ano de cadeia por ter entrado em uma residência sem autorização do proprietário

  7. Evita p/ Fred novembro 25, 2010 às 2:28 pm #

    Dário é do PT?

  8. Ismario novembro 25, 2010 às 3:04 pm #

    Eu não creio que Ramiro que tem tantas preocupações como gestor do municipio tenha se ocupado em mente ações tão pontuais…duvido muito….

  9. pelegrini novembro 25, 2010 às 3:51 pm #

    Não duvide não, amigo Ismário, o velho chacal expulsou sim o nosso amigo da praça.

  10. Fred novembro 25, 2010 às 4:16 pm #

    Evita, vá perguntar a ele.

    Fred,

  11. Neidinha da Vila novembro 25, 2010 às 11:28 pm #

    kakakakakaka, esse Fred é uma piada!

Deixe uma resposta