Só os anjos se abraçam

“O abraço de um enfermeiro a um paciente com Síndrome de Down com covid-19 comoveu pacientes e funcionários do hospital de campanha na cidade de Caapiranga, no interior do Amazonas.

Ao ver o desespero do paciente Émerson Júnior, 30, que temia o uso da máscara com oxigênio, o enfermeiro Raimundo Nogueira Matos, 38, chegou próximo para ganhar confiança e, abraçados, conseguiram fazer o procedimento“. (Leia mais aqui)

Li essa reportagem no site UOL e concluo que, por muitas vezes me emocionei vendo cenas sobre a Covid-19. Aqui em Valença nem conto as vezes que chorei por ver pessoas amigas irem embora, por conta dessa doença, mas essa reportagem do UOL me comoveu bastante porque eu tenho um neto com Down e sei o quanto é importante um desses abraços para uma pessoa com essa Síndrome.

Prá mim, muito mais que amor à profissão, Raimundo é também um anjo, nasceu prá cuidar de gente, seu abraço é de fraternidade, veja como o outro anjo tem confiança nele.

Uma resposta para Só os anjos se abraçam

  1. marcio vieira janeiro 28, 2021 às 3:16 pm #

    Paciente com Down fotografado em abraço com enfermeiro morre no Amazonas por falta de UTI

Deixe uma resposta