MALAFAIA DESPREZADO, CHAMA GOVERNO DE VERGONHOSO

O pastor Silas Malafaia já foi escanteado outras vezes pelo presidente Jair Bolsonaro no preenchimento de cargos da administração: no começo do governo, ele indicou o procurador-geral da República Guilherme Shelb para o Ministério da Educação (MEC). Foi ignorado.

REZA

Há algumas semanas, levou uma listra tríplice de candidatos “terrivelmente evangélicos” para o STF. Bolsonaro acabou indicando um católico, o desembargador Kassio Nunes Marques.

TIRO

A reação de Malafaia, desta vez, foi virulenta. Desde a semana passada ele vem postando diversos vídeos chamando o ato de Bolsonaro de “vergonhoso”. (Folha)

Sem comentários.

Deixe uma resposta