ENQUANTO NO RIO DE JANEIRO ELES COMEMORAM POR MATAR, AQUI TEMOS UMA POLÍCIA HUMANISTA

Nossa Polícia vai ser recompensada por reduzir mortes, se transformando em polícia humanista

Olha só que bacana, enquanto no Rio de Janeiro o governador daquele estado vibra pelos assassinatos, o governador da Bahia paga por poupar vidas.

“Cerca de R$ 40 milhões serão pagos para policiais militares, civis e técnicos que conseguiram reduzir, em pelo menos 6%, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), na Bahia, no primeiro semestre de 2019, numa comparação com o mesmo período do ano passado. A iniciativa do Governo do Estado faz parte do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), ação desenvolvida pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), que busca incentivar e reconhecer os esforços no combate à criminalidade”. (Fonte, SECOM Bahia).

Estamos na Bahia sim, no estado em que somos chamados de “paraíba”, forma pejorativa que os sulistas chamam os nordestinos. Somos paraíbas sim, pois aqui temos governadores civilizados, enquanto uns pagam por matar, nós pagamos por não matar.

Afinal, quem é mais civilizado, o sulista que usa dessa prática (“bandido bom é bandido morto”) pra sobreviver, ou nós que tentamos salvar as vidas dos irmãos?

5 Respostas para ENQUANTO NO RIO DE JANEIRO ELES COMEMORAM POR MATAR, AQUI TEMOS UMA POLÍCIA HUMANISTA

  1. BOLSONARO PRESIDENTE setembro 11, 2019 às 4:32 pm #

    Marginal não é meu irmão caro blogueiro. “Quem anda com porcos farelo come”. Nada surpreso pois o senhor defende político ladrão do PT.

  2. jonatas xavier do nascimento setembro 11, 2019 às 7:09 pm #

    O governador do estado do RJ nao vibrou pelo assassinato do bandido, vibrou por nao sair nenhum inocente ferido na ação, Melhor um bandido morto do que um inocente…

  3. Edivaldo frança setembro 12, 2019 às 3:35 pm #

    Pelé tá ficando feio para você ficar fender defendendo gente que não merece ser chamado de GOVERNADOR da Bahia???? Olha a Santa casa como está à ponto de fechar às portas. Pense nisso.

  4. Edson F. setembro 13, 2019 às 9:32 am #

    Uma coisa: o criador do termo “bandido bom, é bandido morto”, foi um valenciano! Isso mesmo. O mito, o Delegado Sivuca. Veja:

    https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Guilherme_Godinho_Sivuca_Ferreira

    Com esse a bandidagem não se criava. Brizola com essa pouca vergonha de direitos p bandidos que estragou o RJ.

  5. Edson F. setembro 13, 2019 às 9:36 am #

    Outra: o carioca chama de paraíba carinhosamente, do mesmo modo que chama ‘minerim’ e ‘papa goiaba’ os próprios cidadãos do interior do RJ que quando perguntados de onde são dizem ‘sou papa goiaba’.

    O paulista sim. Este chama pejorativamente e com ódio todo nordestino de ‘baiano’. Até o Luiz Gonzaga fala isso em uma música.

Deixe uma resposta